Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão 1
2011História

(FUVEST 2011) Se utilizssemos, numa conversa com homens medievais, a expresso Idade Mdia, eles no teriam ideia do que isso poderia significar. Eles, como todos os homens de todos os perodos histricos, se viam vivendo na poca contempornea. De fato, falarmos em Idade Antiga ou Mdia representa uma rotulao posterior, uma satisfao da necessidade de se dar nome aos momentos passados. No caso do que chamamos de Idade Mdia, foi o sculo XVI que elaborou tal conceito. Ou melhor, tal preconceito, pois o termo expressava um desprezo indisfarado pelos sculos localizados entre a Antiguidade Clssica e o prprio sculo XVI. Hilrio Franco Jnior, A Idade Mdia. Nascimento do Ocidente. 3 ed. So Paulo: Brasiliense, s.d. [1986]. p.17. Adaptado. A partir desse trecho, responda: a) Em que termos a expresso Idade Mdia pode carregar consigo um valor depreciativo? b) Como o perodo comumente abarcado pela expresso Idade Mdia poderia ser analisado de outra maneira, isto , sem um julgamento de valor?

Questão 2
2011BiologiaHistória

(FUVEST - 2011) A passagem do modo de vida caador-coletor para um modo de vida mais sedentrio aconteceu h cerca de 12 mil anos e foi causada pela domesticao de animais e de plantas. Com base nessa informao, correto afirmar que

Questão 2
2011Matemática

(FUVEST 2011) Na figura abaixo, o cubo de vrtices A, B, C, D, E, F, G, H tem lado l. Os pontos M e N so pontos mdios das arestas ABe BC, respectivamente. Calcule a rea da superfcie do tronco de pirmide de vrtices M, B, N, E, F, G.

Questão 2
2011Biologia

(FUVEST - 2011) H doenas hereditrias que so causadas por mutaes no DNA mitocondrial. a) O risco de ocorrerem meninas e meninos afetados por essas doenas igual na prole de mulheres afetadas e na prole de homens afetados? Justifique sua resposta. b) Uma mutao no DNA mitocondrial pode estar presente nos espermatozoides dos afetados? Justifique sua resposta.

Questão 2
2011Português

(FUVEST 2011) Leia o seguinte texto e responda ao que se pede. Em boca fechada bem-te-vi no faz ninho Campos de Melo passou todos os anos de sua vereana sem dar uma palavra. Era o boca de siri da cmara municipal de Cuit. At que, uma tarde, ergueu o busto, como quem ia falar. O presidente da Mesa, mais do que depressa, disse: Tem a palavra o nobre vereador. Ento, em meio do grande silncio, o grande mudo falou. Peo licena para fechar a janela, pois estou constipado. Jos Cndido de Carvalho, Se eu morrer, telefone para o cu. a) Tendo em vista o contexto, correto afirmar que, tanto do ponto de vista da estrutura quanto da mensagem, o ttulo do texto constitui um provrbio? b) Que frase do texto contribui de maneira mais decisiva para dar um carter anedtico a essa breve narrativa? Justifique sua escolha.

Questão 2
2011Física

(Fuvest 2011 - 2 fase) Num espetáculo de circo, um homem deita-se no chão do picadeiro e sobre seu peito é colocada uma tábua, de 30 cm 30 cm, na qual foram cravados 400 pregos, de mesmo tamanho, que atravessam a tábua. No clímax do espetáculo, um saco com 20 kg de areia é solto, a partir do repouso, de 5 m de altura em relação à tábua, e cai sobre ela. Suponha que as pontas de todos os pregos estejam igualmente em contato com o peito do homem. Determine: a) A velocidade do saco de areia ao tocar a tábua de pregos. b) A força média total aplicada no peito do homem se o saco de areia parar 0,05 s após seu contato com a tábua. c) A pressão, em N/cm2 , exercida no peito do homem por cada prego, cuja ponta tem 4 mm2 de área. NOTE E ADOTE Aceleração da gravidade no local: g = 10 m/s2 Despreze o peso da tábua com os pregos. Não tente reproduzir esse número de circo!

Questão 2
2011Química

(FUVEST 2011 - 2 fase) Monxido de carbono um gs inodoro, incolor e muito txico. Um mtodo para determinar sua concentrao no ar consiste em faz-Io reagir, completamente, com pentxido de di-iodo, a temperaturas entre 160oC e 180oC. Nesse processo, o monxido de carbono oxidado, formando-se tambm uma substncia simples. Medindo-se a massa dessa substncia simples, possvel calcular a concentrao de monxido de carbono no ar. a) Escreva a equao qumica balanceada da reao entre pentxido de di-iodo e monxido de carbono. O pentxido de di-iodo um slido que absorve gua rapidamente, em condies ambientes, transformando-se num cido monoprtico. b) Escreva a equao qumica balanceada da reao entre pentxido de di-iodo e gua. Se o cido monoprtico mencionado for aquecido a temperaturas acima de 200oC, sofrer decomposio, regenerando o pentxido de di-iodo e a gua. c) Determine a porcentagem da massa inicial desse cido que se transforma em gua por aquecimento acima de 200oC. Mostre os clculos.

Questão 2
2011História

(FUVEST 2011) Observe a imagem e leia o texto a seguir. Michelangelo comeou cedo na arte de dissecar cadveres. Tinha apenas 13 anos quando participou das primeiras sesses. A ligao do artista com a medicina foi reflexo da efervescncia cultural e cientfica do Renascimento. A prtica da dissecao, que se encontrava dormente havia 1.400 anos, foi retomada e exerceu influncia decisiva sobre a arte que ento se produzia. Clayton Levy, Pesquisadores dissecam lio de anatomia de Michelangelo, Jornal da Unicamp, n 256, junho de 2004, http://www.unicamp.br/unicamp/unicamp_hoje/ju/junho2004/ju256pag1.html. Acessado em 11/06/2010. a) Explique a relao, mencionada no texto, entre artes plsticas e dissecao de cadveres, no contexto do Renascimento. b) Identifique, na imagem acima, duas caractersticas da arte renascentista

Questão 3
2011HistóriaGeografia

(FUVEST - 2011) Em 2008, o candidato do Partido Democrata, Barack Obama, foi eleito presidente dos Estados Unidos da Amrica (EUA). Os grficos abaixo se referem a uma pesquisa eleitoral realizada no dia das eleies nos estados da Califrnia e do Mississipi. Com base nesses grficos e tendo em vista o contexto das eleies de 2008 e as particularidades histricas dos Estados Unidos, considere as seguintes afirmaes: I. Os grficos relativos ao estado da Califrnia sinalizaram a vitria de Obama com mais de 70% dos votos, obtidos de modo majoritrio em todos os segmentos raciais. II. A eleio de Obama ocorreu em meio a uma profunda crise econmica que exigiu a interveno do Estado no sistema financeiro do pas, alterando as prticas e os discursos liberais cujas premissas vinham se fortalecendo mundialmente desde a dcada de 1990. III. Mesmo com a abolio da escravido, no sculo XIX, a questo racial continuou a marcar a poltica dos estados sulistas, que procuraram garantir os privilgios dos brancos por meio de leis de segregao, anuladas somente entre 1964 e 1967, durante o governo de Lyndon Johnson. Est correto o que se afirma em

Questão 3
2011História

(FUVEST 2011)Observe a seguinte foto. Essas duas esttuas representam bandeirantes paulistas do sculo XVII e trazem contedos de uma mitologia criada em torno desses personagens histricos. a) Caracterize a mitologia construda em torno dos bandeirantes paulistas. b) Indique dois aspectos da atuao dos bandeirantes que, em geral, so omitidos por essa mitologia.

Questão 3
2011Português

(FUVEST 2011) correto afirmar que os textos a e b, a seguir, podem ser entendidos de maneira diferente da que pretendiam seus redatores? Justifique sua resposta separadamente para cada um dos textos. Texto a: Alguns sonhos no mudam. Quer dizer, s de tamanho. (Propaganda de uma instituio bancria) Texto b: A chuva tirou tudo o que eles tinham. Agora vamos dar o mnimo que eles precisam. (Campanha feita por estabelecimentos comerciais em prol de vtimas de enchente)

Questão 3
2011Matemática

(FUVEST 2011)Para a prova de um concurso vestibular, foram elaboradas 14 questes, sendo 7 de Portugus, 4 de Geografia e 3 de Matemtica. Diferentes verses da prova podero ser produzidas, permutando-se livremente essas 14 questes. a) Quantas verses distintas da prova podero ser produzidas? b) A instituio responsvel pelo vestibular definiu as verses classe A da prova como sendo aquelas que seguem o seguinte padro: as 7 primeiras questes so de Portugus, a ltima deve ser uma questo de Matemtica e, ainda mais: duas questes de Matemtica no podem aparecer em posies consecutivas. Quantas verses classe A distintas da prova podero ser produzidas? c) Dado que um candidato vai receber uma prova que comea com 7 questes de Portugus, qual a probabilidade de que ele receba uma verso classe A?

Questão 3
2011Química

(FUVEST 2011 - 2 fase) Maaricos so queimadores de gs utilizados para produzir chamas de elevadas temperaturas, como as requeridas para soldar metais. Um gs combustvel, muito utilizado em maaricos, o acetileno, C2H2, sendo que a sua combusto pode ser promovida com ar atmosfrico ou com oxignio puro. a) Escreva a equao qumica balanceada da combusto completa do acetileno com oxignio puro. b) Em uma oficina de solda, existem dois cilindros idnticos, um deles contendo oxignio puro (cilindro A) e o outro, ar atmosfrico (cilindro B). Sabendo que, no interior dos dois cilindros, as condies de presso e temperatura so as mesmas, qual dos dois cilindros contm a maior massa gasosa? Explique. c) A temperatura da chama do maarico maior quando se utiliza a mistura de oxignio e acetileno do que quando se usa a mistura de ar atmosfrico e acetileno, mesmo estando os reagentes em proporo estequiomtrica nos dois casos. Considerando as substncias gasosas que recebem o calor liberado na combusto, em cada caso, explique essa diferena de temperatura.

Questão 3
2011Física

(Fuvest 2011 - 2 fase) Trens de alta velocidade, chamados trens-bala, deverão estar em funcionamento no Brasil nos próximos anos. Características típicas desses trens são: velocidade máxima de 300 km/h, massa total (incluindo 500 passageiros) de 500 t e potência máxima dos motores elétricos igual a 8 MW. Nesses trens, as máquinas elétricas que atuam como motores também podem ser usadas como geradores, freando o movimento (freios regenerativos). Nas ferrovias, as curvas têm raio de curvatura de, no mínimo, 5 km. Considerando um trem e uma ferrovia com essas características, determine: a) O tempo necessário para o trem atingir a velocidade de 288 km/h, a partir do repouso, supondo que os motores forneçam a potência máxima o tempo todo. b) A força máxima na direção horizontal, entre cada roda e o trilho, numa curva horizontal percorrida a 288 km/h, supondo que o trem tenha 80 rodas e que as forças entre cada uma delas e o trilho tenham a mesma intensidade. c) A aceleração do trem quando, na velocidade de 288 km/h, as máquinas elétricas são acionadas como geradores de 8 MW de potência, freando o movimento. NOTE E ADOTE 1 t = 1000 kg Desconsidere o fato de que, ao partir, os motores demoram alguns segundos para atingir sua potência máxima.

Questão 4
2011Português

(FUVEST 2011) Leia os seguintes versos de Alegria, Alegria, de Caetano Veloso, e, em seguida, os dois comentrios em que os autores explicam por que essa cano uma de suas prediletas. Caminhando contra o vento Sem leno e sem documento No sol de quase dezembro Eu vou O sol se reparte em crimes Espaonaves, guerrilhas Em cardinales bonitas Eu vou Em caras de presidentes Em grandes beijos de amor Em dentes, pernas, bandeiras Bomba e Brigitte Bardot (...) Ela pensa em casamento E eu nunca mais fui escola Sem leno e sem documento Eu vou Eu tomo uma coca-cola Ela pensa em casamento E uma cano me consola Eu vou Por entre fotos e nomes Sem livros e sem fuzil Sem fome, sem telefone No corao do Brasil (...) http://www.caetanoveloso.com.br I. A linguagem era nova, cheia de referncias visuais, e tudo estava ali, combinando temas que nem sempre pareciam combinar: despreocupao, engajamento poltico, tecnologia, lirismo... . Laura de Mello e Souza. Adaptado. a) Transcreva um verso* que ilustre, de modo mais expressivo, o que est sublinhado nesse comentrio. Justifique sua escolha. *(verso = uma linha.) II. A cano era importante pela fora mgica de afirmar a potncia criativa da vida em meio fragmentao do mundo. Jurandir Freire Costa. Adaptado. b) Transcreva um verso que exemplifique, de modo mais evidente, o que est sublinhado nesse comentrio. Justifique sua escolha.