Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 5
2018Português

(FUVEST -2018 - 2 FASE) Leia o texto. No Brasil colonial, o indissolvel vnculo do matrimnio, tal como ele era concebido pela Igreja Catlica, nem sempre terminava com a morte natural de um dos cnjuges. A crise do casamento assumia vrias formas: a clausura das mulheres, enquanto os maridos continuavam suas vidas; a separao ou a anulao do matrimnio decretadas pela Igreja; a transgresso pela bigamia ou mesmo pelo assassnio do cnjuge. Maria Beatriz Nizza da Silva, Histria da Famlia no Brasil Colonial. Adaptado a) No texto, que ideia sintetizada pela palavra crise? b) Reescreva a orao tal como ele era concebido pela Igreja Catlica, empregando a voz ativa e fazendo as adaptaes necessrias.

Questão 5
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2 FASE) No plano cartesiano real, considere o tringulo ABC, em que A=(5,0), B=(8,0), C=(5,5), e a reta de equao,.Sejaa rea do trapzio ABED, em que D a interseco da reta com a reta de equao x=5, e o segmento DE paralelo ao eixo 0x. a) Encontre o comprimento do segmento DEem funo de. b)Expresse e esboce o grfico da funo.

Questão 5
2018Química

(FUVEST - 2018 2 fase)O pineno é um composto insaturado volátil que existe sob a forma de dois isômeros, o alfa-pineno e o beta-pineno. Em um laboratório, havia uma amostra de pineno, mas sem que se soubesse se o composto era o alfapineno ou o beta pineno. Para resolver esse problema, um químico decidiu tratar a amostra com ozônio, pois a posição de duplas ligações em alcenos pode ser determinada pela análise dos produtos de reação desses alcenos com ozônio, como exemplificado nas reações para os isômeros de posição do 3-metil-octeno. O químico observou então que a ozonólise da amostra de pineno resultou em apenas um composto como produto. a) Esclareça se a amostra que havia no laboratório era do alfapineno ou do beta-pineno. Explique seu raciocínio. b) Mostre a fórmula estrutural do composto formado

Questão 5
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2a fase) Para responder aos itens a) e b), considere a figura correspondente. a) Num tetraedro 0 ABC, os ngulos e medem 90. Sendo e as medidas dos ngulos e , respectivamente, expresse o cosseno do ngulo em funo de e . b) Um navio parte do ponto de latitude 0e longitude 0e navega at chegar a um ponto de latitude 45sul e longitude 45oeste, seguindo a trajetria que minimiza a distncia percorrida. Admita que a Terra seja esfrica de raio R = 6000 km. Qual foi a distncia percorrida pelo navio?

Questão 5
2018Física

(FUVEST -2018 - 1 FASE ) Ondas na superfcie de lquidos tm velocidades que dependem da profundidade do lquido e da acelerao da gravidade, desde que se propaguem em guas rasas. O grfico representa o mdulo v da velocidade da onda em funo da profundidade h da gua. Uma onda no mar, onde a profundidade da gua 4,0 m, tem comprimento de onda igual a 50 m. Na posio em que a profundidade da gua 1,0 m, essa onda tem comprimento de onda, em m, aproximadamente igual a

Questão 6
2018História

(FUVEST - 2018) Come anans, mastiga perdiz. Teu dia est prestes, burgus. Vladimir Maiakvski. Come anans, 1917. Cidado fiscal de rendas! Desculpe a liberdade. Obrigado... No se incomode... Estou vontade. A matria que me traz algo extraordinria: O lugar do poeta da sociedade proletria. Ao lado dos donos de terras e de vendas estou tambm citado por dbitos fiscais. Voc me exige 500 rublos por 6 meses e mais (...) Cidado fiscal de rendas, eu encerro. Pago os 5 e risco todos os zeros. Tudo o que quero um palmo de terra ao lado dos mais pobres camponeses e obreiros. Porm se vocs pensam que se trata apenas de copiar palavras a esmo, eis aqui, camaradas, minha pena, podem escrever vocs mesmo! Vladimir Maiakvski. Conversa sobre poesia com o fiscal de rendas, 1926. a) Indique duas caractersticas da produo cultural na Rssia, nos anos posteriores Revoluo de 1917. b) Identifique e comente uma crtica e uma proposta de mudana presentes nos dois poemas.

Questão 6
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2a fase) Considere a funo real definida por. a) Qual o domnio de ? b) Encontre o(s) valor(es) de xpara o(s) qual(is) f(x) = 0.

Questão 6
2018Português

(FUVEST -2018 - 2 FASE) Leia o texto. A complicada arte de ver Ela entrou, deitouse no div e disse: Acho que estou ficando louca. Eu fiquei em silncio aguardando que ela me revelasse os sinais da sua loucura. Um dos meus prazeres cozinhar. Vou para a cozinha, corto as cebolas, os tomates, os pimentes uma alegria! Entretanto, faz uns dias, eu fui para a cozinha para fazer aquilo que j fizera centenas de vezes: cortar cebolas. Ato banal sem surpresas. Mas, cortada a cebola, eu olhei para ela e tive um susto. Percebi que nunca havia visto uma cebola. Aqueles anis perfeitamente ajustados, a luz se refletindo neles: tive a impresso de estar vendo a roscea de um vitral de catedral gtica. De repente, a cebola, de objeto a ser comido, se transformou em obra de arte para ser vista! E o pior que o mesmo aconteceu quando cortei os tomates, os pimentes... Agora, tudo o que vejo me causa espanto. Ela se calou, esperando o meu diagnstico. Eu me levantei, fui estante de livros e de l retirei as Odes Elementares, de Pablo Neruda. Procurei a Ode Cebola e lhe disse: Essa perturbao ocular que a acometeu comum entre os poetas. Veja o que Neruda disse de uma cebola igual quela que lhe causou assombro: Rosa de gua com escamas de cristal. No, voc no est louca. Voc ganhou olhos de poeta... Os poetas ensinam a ver Rubem Alves, Folha de S.Paulo, 26/10/2004. Adaptado. a) Segundo a concepo do autor, como a poesia pode ser entendida? b) Reescreva o trecho Agora, tudo o que vejo me causa espanto., substituindo o termo sublinhado por Naquela poca e empregando a primeira pessoa do plural. Faa as adaptaes necessrias

Questão 6
2018Biologia

(FUVEST 2018 - Segunda Fase) O grfico representa modificaes eltricas da membrana de um neurnio (potencial de membrana), mostrando o potencial de ao gerado por um estmulo, num dado momento. a) Identifique, nesse grfico, as fases indicadas pelas letras X, Y, W e Z. b) A esclerose mltipla uma doena autoimune, em que ocorre dano bainha de mielina. Que efeito tem essa desmielinizao sobre a conduo do impulso nervoso?

Questão 6
2018Geografia

(Fuvest Segunda Fase - 2018 - dia 3)

Questão 6
2018Física

(FUVEST -2018 - 1 FASE ) Uma caminhonete, de massa 2.000 kg, bateu na traseira de um sed, de massa 1.000 kg, que estava parado no semforo, em uma rua horizontal. Aps o impacto, os dois veculos deslizaram como um nico bloco. Para a percia, o motorista da caminhonete alegou que estava a menos de 20 km/h quando o acidente ocorreu. A percia constatou, analisando as marcas de frenagem, que a caminhonete arrastou o sed, em linha reta, por uma distncia de 10 m. Com este dado e estimando que o coeficiente de atrito cintico entre os pneus dos veculos e o asfalto, no local do acidente, era 0,5, a percia concluiu que a velocidade real da caminhonete, em km/h, no momento da coliso era, aproximadamente,

Questão 6
2018Física

(FUVEST - 2018 - 2 FASE) Uma espira quadrada, de lado L, constituda por barras rgidas de material condutor, de resistncia eltrica total R, se desloca no plano xy com velocidade constante, na direo do eixo x. No instante t = 0, representado na figura, a espira comea a entrar em uma regio do espao, de seo reta quadrada, de lado 2L, onde h um campo magntico perpendicular a ; a velocidade da espira mantida constante por meio da ao de um agente externo. O campo uniforme, constante e tem a direo do eixo z, entrando no plano xy. a) A figura da pgina de respostas representa a situao para o instante t1= L/(2v). Indique nessa figura o sentido da corrente eltrica i1que circula pela espira e determine o seu valor. b) Determine a corrente i2na espira para o instante t2= (3L)/(2v). c) Determine a fora eletromagntica (mdulo, direo e sentido) que atua na espira no instante t3= (5L)/(2v).

Questão 6
2018Química

(FUVEST - 2018 2 fase)No acidente com o csio-137 ocorrido em 1987 em Goinia, a cpsula, que foi aberta inadvertidamente, continha 92 g de cloreto de csio-137. Esse istopo do csio sofre decaimento do tipo beta para brio-137, com meia-vida de aproximadamente 30 anos. Considere que a cpsula tivesse permanecido intacta e que hoje seu contedo fosse dissolvido em soluo aquosa diluda de cido clordrico suficiente para a dissoluo total. a) Com base nos dados de solubilidade dos sais, proponha um procedimento qumico para separar o brio do csio presentes nessa soluo. b) Determine a massa do sal de brio seco obtido ao final da separao, considerando que houve recuperao de 100 % do brio presente na soluo.

Questão 6
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2 FASE) Uma cerca tem formato de um polgono regular de lados, cada lado com comprimento . A gua Estrela pasta amarrada cerca por uma corda, tambm de comprimento , no exterior da regio delimitada pelo polgono. Calcule a rea disponvel para pasto supondo que: a) a extremidade da corda presa cerca est fixada num dos vrtices do polgono; b) a extremidade da corda pudesse deslizar livremente ao longo de todo o permetro da cerca.

Questão 7
2018Física

(FUVEST -2018 - 1 FASE ) O projeto para um balano de corda nica de um parque de diverses exige que a corda do brinquedo tenha um comprimento de 2,0 m. O projetista tem que escolher a corda adequada para o balano, a partir de cinco ofertas disponveis no mercado, cada uma delas com distintas tenses de ruptura. A tabela apresenta essas opes Ele tem tambm que incluir no projeto uma margem de segurana; esse fator de segurana tipicamente 7, ou seja, o balano dever suportar cargas sete vezes a tenso no ponto mais baixo da trajetria. Admitindo que uma pessoa de 60 kg, ao se balanar, parta do repouso, de uma altura de 1,2 m em relao posio de equilbrio do balano, as cordas que poderiam ser adequadas para o projeto so

NOVIDADES
Kuadro