Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão
2015Geografia

(FUVEST 2015 - 2 FASE) Considere o texto abaixo para responder questo. O que houve em Canudos e continua a acontecer hoje, no campo como nas grandes cidades brasileiras, foi o choque do Brasil oficial e mais claro com o Brasil real e mais escuro (...). Euclides da Cunha, formado, como todos ns, pelo Brasil oficial, de repente, ao chegar ao serto, viu‐se ofuscado pelo Brasil real de Antnio Conselheiro e seus seguidores. Sua intuio de escritor de gnio e seu nobre carter de homem de bem colocaram‐no imediatamente ao lado do Conselheiro, para honra e glria do escritor. De modo que, entre outros erros e contradies, s lhe ocorreu, alm da corajosa denncia do crime, pregar uma modernizao que consistiria, finalmente, em conformar o Brasil real pelos moldes do Brasil oficial. Isto , uma modernizao falsificadora e falsa, que, como a que esto tentando fazer agora, talvez pior do que uma invaso declarada. Esta apenas destri e assola, enquanto a falsa modernizao, no campo como na cidade, descaracteriza, assola, destri e avilta o povo do Brasil real. Ariano Suassuna. Folha de S. Paulo, 30/11/1999. Adaptado. a) Identifique e explique dois elementos da questo agrria brasileira contempornea que justificam a expresso falsa modernizao no campo. b) Descreva uma caracterstica comu

Questão
2015Redação

(FUVEST 2015) Tendo em conta as sugestões desses textos abaixo, além de outras informações que julgue relevantes, redija uma dissertação em prosa, na qual você exponha seu ponto de vista sobre o tema Camarotização da sociedade brasileira: a segregação das classes sociais e a democracia.

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase)A figura abaixo mostra o grfico da energia potencial gravitacional U deuma esfera em uma pista, em funo da componente horizontal x da posio da esfera napista. A esfera colocada em repouso na pista, na posio de abscissa x = x1, tendo energia mecnica E 0. A partir dessa condio, sua energia cintica tem valor: Note e adote: - desconsidere efeitos dissipativos.

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) Quando comearam a ser produzidos em larga escala, em meados dosculo XX, objetos de plstico eram considerados substitutos de qualidade inferior para objetosfeitos de outros materiais. Com o tempo, essa concepo mudou bastante. Por exemplo,canecas eram feitas de folha de flandres, uma liga metlica, mas, hoje, tambm so feitas deloua ou de plstico. Esses materiais podem apresentar vantagens e desvantagens para sua utilizao em canecas, como as listadas a seguir: I. ter boa resistncia a impactos, mas no poder ser levado diretamente ao fogo; II. poder ser levado diretamente ao fogo, mas estar sujeito a corroso; III. apresentar pouca reatividade qumica, mas ter pouca resistncia a impactos. Os materiais utilizados na confeco de canecas os quais apresentam as propriedades I, II e IIIso, respectivamente,

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)Considere a rvore filogentica abaixo. Essa rvore representa a simplificao de uma das hipteses para as relaes evolutivas entre os grupos a que pertencem os animais exemplificados. Os retngulos correspondem a uma ou mais caractersticas que so compartilhadas pelos grupos representados acima de cada um deles na rvore e que no esto presentes nos grupos abaixo deles. A presena de notocorda, de tubo nervoso dorsal, de vrtebras e de ovo amnitico corresponde, respectivamente, aos retngulos

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015)Cinco cremes dentais de diferentes marcas tm os mesmos componentes em suas formulaes, diferindo, apenas, na porcentagem de gua contida em cada um. A tabela a seguir apresenta massas e respectivos volumas (medidos a 25 C) desses cremes dentais. Supondo que a densidade desses cremes dentais varie apenas em funo da porcentagem de gua, em massa, contida em cada um, pode-se dizer que a marca que apresenta maior porcentagem de gua em sua composio :

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase)Dispe-se de vrias lmpadas incandescentes de diferentes potncias, projetadas para serem utilizadas em 110 V de tenso. Elas foram acopladas, como nas figuras I, II e III abaixo, e ligadas em 220 V. Em quais desses circuitos, as lmpadas funcionaro como se estivessem individualmente ligadas a uma fonte de tenso de 110 V.

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) O eugenol, extrado de plantas, pode ser transformado em seu ismero isoeugenol, muito utilizado na indstria de perfumes. A transformao pode ser feita em soluo alcolica de KOH. Foram feitos trs experimentos de isomerizao, mesma temperatura, empregando-se massas iguais de eugenol e volumes iguais de solues alcolicas de KOH de diferentes concentraes. O grfico a seguir mostra a porcentagem de converso do eugenol em isoeugenol em funo do tempo, para cada experimento. Experimento Concentrao de KOH (mol/L) I 6,7 II 4,4 III 2,3 Analisando-se o grfico, pode-se concluir corretamente que

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase)Luz solar incide verticalmente sobre o espelho esfrico convexo visto na figura abaixo. Os raios refletidos nos pontos A, B e C do espelho tm, respectivamente, ngulos de reflexo,e, tais que:

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) Solues aquosas de cido clordrico, HCl (aq), e de cido actico, H3CCOOH (aq),ambas de concentrao 0,10 mol/L, apresentam valores de pH iguais a 1,0 e 2,9, respectivamente. Em experimentos separados, volumes iguais de cada uma dessas solues foram titulados com uma soluo aquosa de hidrxido de sdio, NaOH (aq), de concentrao adequada. Nessas titulaes, a soluo de NaOH foi adicionada lentamente ao recipiente contendo a soluo cida, at reao completa. Sejam V1o volume da soluo de NaOH para reao completa com a soluo de HCle V2o volume da soluo de NaOH para reao completa com a soluo de H3CCOOH. A relao entre V1e V2

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)Num determinado lago, a quantidade dos organismos do fitoplncton controlada por um crustceo do gnero Artemia, presente no zooplncton. Graas a esse equilbrio, a gua permanece transparente. Depois de um ano muito chuvoso, a salinidade do lago diminuiu, o que permitiu o crescimento do nmero de insetos do gnero Trichocorixa, predadores de Artemia. A transparncia da gua do lago diminuiu. Considere as afirmaes: I. A predao provocou o aumento da populao dosprodutores II. A predao provocou a diminuio da populao dos consumidores secundrios III. A predao provocou a diminuio da populao dos consumidores primrios. Est correto o que se afirma apenas em:

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)A energia entra na biosfera majoritariamente pelafotossntese. Por esse processo,

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)No processo de sntese de certa protena, os RNA transportadores responsveis pela adio dos aminocidos serina, asparagina e glutamina a um segmento da cadeia polipeptdica tinham os anticdons UCA, UUA e GUC, respectivamente. No gene que codifica essa protena, a sequncia de bases correspondente a esses aminocidos :

Questão
2015Geografia

(FUVEST - 2015 - 2 FASE) Observe o mapa a seguir. a) Aponte, sobre a regio rtica, um interesse geoeconmico, indicando trs pases nele envolvidos. b) Explique a ocorrncia de um impacto ambiental relacionado a uma importante atividade econmica desenvolvida nessa regio.

Questão
2015Português

(Fuvest 2015) E Jernimo via e escutava, sentindo ir-se-lhe toda a alma pelos olhos enamorados. Naquela mulata estava o grande mistrio, a sntese das impresses que ele recebeu chegando aqui: ela era a luz ardente do meio-dia; ela era o calor vermelho das sestas da fazenda; era o aroma quente dos trevos e das baunilhas, que o atordoara nas matas brasileiras; era a palmeira virginal e esquiva que se no torce a nenhuma outra planta; era o veneno e era o acar gostoso; era o sapoti mais doce que o mel e era a castanha do caju, queabre feridas com o seu azeite de fogo; ela era a cobra verde e traioeira, a lagarta viscosa, a murioca doida, que esvoaava havia muito tempo em torno do corpo dele, assanhando-lhe os desejos, acordando-lhe as fibras embambecidas pela saudade da terra, picando-lhe as artrias, para lhe cuspir dentro do sangue uma centelha daquele amor setentrional, uma nota daquela msica feita de gemidos de prazer, uma larva daquela nuvem de cantridas que zumbiam em torno da Rita Baiana e espalhavam-se pelo ar numa fosforescncia afrodisaca. Alusio Azevedo, O cortio. Em que pese a oposio programtica do Naturalismo ao Romantismo, verifica-se no excerto e na obra a que pertence a presena de uma linha de continuidade entre o movimento romntico e a corrente naturalista brasileira, a saber, a: