Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 1
2003Geografia

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Leia o roteiro de viagem. Partiremos da cidade de (I), importante centro industrial do pas, para (II), localizada num vale que foi ocupado pela cafeicultura, no sculo XIX, e que atualmente se destaca no setor aeroespacial. Na manh seguinte, visitaremos (III), importante cidade no Imprio, encravada em uma bela serra, na qual pernoitaremos. Depois viajaremos por uma regio planltica at chegarmos a (IV), Patrimnio da Humanidade, apesar dos problemas de degradao urbana que ameaam a perda desse ttulo. De l, seguiremos para (V), exemplo de metrpole planejada no Brasil. Por fim, rumaremos em direo sudoeste, chegando ao planalto ocidental onde veremos importantes reas agrcolas at chegarmos a (VI) que, alm de abrigar um destacado campus universitrio, est na borda do aqfero Guarani. Esse ser o ltimo ponto de visitao antes de retornarmos ao ponto de partida. a) Localize e enumere corretamente no mapa da folha de respostas as cidades referidas no texto com algarismos romanos de I a VI. b) Discorra sobre duas caractersticas do processo de ocupao da regio do planalto ocidental onde se situa o importante centro universitrio.

Questão 1
2003Física

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )A figura na folha de respostas representa, na linguagem da ptica geomtrica, uma lente L de eixo E e centro C, um objeto O com extremidades A e B, e sua imagem I com extremidades A e B. Suponha que a lente L seja girada de um ngulo em torno de um eixo perpendicular ao plano do papel e fique na posio L* indicada na figura. Responda as questes, na figura da folha de respostas, utilizando os procedimentos e as aproximaes da ptica geomtrica. Faa as construes auxiliares a lpis e apresente o resultado final utilizando caneta. a) Indique com a letra F as posies dos focos da lente L. b) Represente, na mesma figura, a nova imagem I* do objeto O, gerada pela lente L*, assinalando os extremos de I* por A* e por B*. .

Questão 1
2003Química

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Em 1861, o pesquisador Kekul e o professor secundrio Loschmidt apresentaram, em seus escritos, as seguintes frmulas estruturais para o cido actico ( ): Mais tarde, Lewis introduziu uma maneira, ainda utilizada, de representar estruturas moleculares. Nas frmulas de Lewis, o total de eltrons de valncia dos tomos contribui para as ligaes qumicas, bem como para que cada tomo passe a ter configurao de gs nobre. a) Faa uma legenda para as frmulas de Kekul e Loschmidt, indicando as figuras utilizadas para representar os tomos de C, H e O. b) Escreva a frmula de Lewis do cido actico. c) Mostre, usando frmulas estruturais, as interaes que mantm prximas duas molculas de cido actico.

Questão 1
2003Português

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )BR. Contribuindo para o cinema brasileiro rodar cada vez melhor. A Petrobras Distribuidora sempre investiu na cultura do Pas e acreditou no potencial do cinema brasileiro. E a Mostra BR de Cinema um exemplo disso. Sucesso de pblico e crtica, hoje a Mostra j est na sua 26 edio e sua qualidade reconhecida por cineastas do mundo todo. E voc tem um papel muito importante nesta histria: toda vez que abastecer em um Posto BR estar contribuindo tambm para o cinema brasileiro rodar cada vez mais. (Adaptado do Catlogo da 26 Mostra BR de Cinema out/2002) Considerando os elementos visuais e verbais que constituem este anncio, identifique no texto a) a palavra que estabelece de modo mais eficaz uma relao entre patrocinado e patrocinador. Justifique sua resposta. b) duas possveis leituras da frase E voc tem um papel muito importante nesta histria.

Questão 1
2003Matemática

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )a) Quantos mltiplos de 9 h entre 100 e 1000? b) Quantos mltiplos de 9 ou 15 h entre 100 e 1000?

Questão 1
2003Português

(FUVEST - 2003 - 1a Fase) Leia o texto a seguir: Zo Uma cascavel, nas encolhas*. Sua massa infame. Crime: prenderam, na gaiola da cascavel, um ratinho branco. O pobrinho se comprime num dos cantos do alto da parede de tela, no lugar mais longe que pde. Olha para fora, transido, arrepiado, no ousando choramingar. Periodicamente, treme. A cobra ainda dorme. * Meu Deus, que pelo menos a morte do ratinho branco seja instantnea! * Tenho de subornar um guarda, para que liberte o ratinho branco da jaula da cascavel. Talvez ainda no seja tarde. * Mas, ainda que eu salve o ratinho branco, outro ter de morrer em seu lugar. E, deste outro, terei sido eu o culpado. (*) nas encolhas = retrada, imvel (Fragmentos extrados de Ave, palavra, de Guimares Rosa) A situao do ratinho branco, preso na gaiola da cascavel, provocou no narrador

Questão 2
2003Português

(FUVEST - 2003 - 1a Fase) Leia o texto a seguir: Zo Uma cascavel, nas encolhas*. Sua massa infame. Crime: prenderam, na gaiola da cascavel, um ratinho branco. O pobrinho se comprime num dos cantos do alto da parede de tela, no lugar mais longe que pde. Olha para fora, transido, arrepiado, no ousando choramingar. Periodicamente, treme. A cobra ainda dorme. * Meu Deus, que pelo menos a morte do ratinho branco seja instantnea! * Tenho de subornar um guarda, para que liberte o ratinho branco da jaula da cascavel. Talvez ainda no seja tarde. * Mas, ainda que eu salve o ratinho branco, outro ter de morrer em seu lugar. E, deste outro, terei sido eu o culpado. (*) nas encolhas = retrada, imvel (Fragmentos extrados de Ave, palavra, de Guimares Rosa) Por meio de frases como A cobra ainda dorme, Talvez ainda no seja tarde e ainda que eu salve o ratinho branco, o narrador

Questão 2
2003Português

(FUVEST - 2003 - 2 FASE ) Conta-me Cladio Mello e Souza. Estando em um caf de Lisboa a conversar com dois amigos brasileiros, foram eles interrompidos pelo garom, que perguntou, intrigado: - Que raio de lngua essa que esto a a falar, que eu percebo(*) tudo? ______________________ (*) percebo = compreendo (Rubem Braga) a) A graa da fala do garom reside num paradoxo. Destaque dessa fala as expresses que constituem esse paradoxo. Justifique. b) Transponha a fala do garom para o discurso indireto. Comece com: O garom lhes perguntou, intrigado, que raio de lngua....

Questão 2
2003História

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Observe o mapa e explique: a) Por que no esto representados todos os continentes? b) Quais os conhecimentos necessrios na poca, final do sculo 15, para se confeccionar um mapa com essas caractersticas?

Questão 2
2003Física

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Um recipiente cilndrico contm 1,5 L (litro) de gua temperatura de 40C. Uma tampa, colocada sobre a superfcie da gua, veda o lquido e pode se deslocar verticalmente sem atrito. Um aquecedor eltrico E, de 1800 W, fornece calor gua. O sistema est isolado termicamente de forma que o calor fornecido gua no se transfere ao recipiente. Devido ao peso da tampa e presso atmosfrica externa, a presso sobre a superfcie da gua permanece com o valor P0=1,00Pa. Ligando-se o aquecedor, a gua esquenta at atingir, depois de um intervalo de tempo tA, a temperatura de ebulio (100C). A seguir a gua passa a evaporar, preenchendo a regio entre a superfcie da gua e a tampa, at que, depois de mais um intervalo de tempo tB, o aquecedor desligado. Neste processo, 0,27 mol de gua passou ao estado de vapor. Determine a) o intervalo de tempo tA, em segundos, necessrio para levar a gua at a ebulio. b) o intervalo de tempo tB, em segundos, necessrio para evaporar 0,27 mol de gua. c) o trabalho , em joules, realizado pelo vapor de gua durante o processo de ebulio.

Questão 2
2003Biologia

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )A seqncia de eventos cromossmicos que ocorrem na duplicao de uma clula somtica animal est representada nos desenhos abaixo. a) Em qual das fases representadas ocorre a duplicao do DNA? b) Considere um gene autossmico H. Quantas cpias desse gene existem no final da fase A? Na fase B? Na fase C? Na fase D? Em cada uma das clulas formadas na fase E?

Questão 2
2003Geografia

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )A explorao dos recursos naturais ocupa posio de destaque na Regio Norte do pas. Aponte e explique uma caracterstica da minerao de ferro relacionada a) atividade econmica. b) aos impactos ambientais que acarreta.

Questão 2
2003Matemática

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Um caminho transporta mas, pras e laranjas, num total de 10.000 frutas. As frutas esto condicionadas em caixas (cada caixa s contm um tipo de fruta), sendo que cada caixa de mas, pras e laranjas, tem, respectivamente 50 mas, 60 pras e 100 laranjas e custam, respectivamente, 20, 40 e 10 reais. Se a carga do caminho tem 140 caixas e custa 3300 reais, calcule quantas mas, pras e laranjas esto sendo transportadas.

Questão 2
2003Química

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Uma mistura de cloreto de sdio e nitrato de sdio, de massa 20,20 g, foi dissolvida em gua suficiente. A essa soluo adicionaram-se 250 mL de soluo aquosa de nitrato de prata de concentrao 0,880 mol/L. Separou-se o slido formado, por filtrao, e no filtrado mergulhou-se uma placa de cobre metlico de massa igual a 20,00 g. Aps certo tempo, observou-se depsito prateado sobre a placa e colorao azul na soluo. A placa seca pesou 21,52 g. O esquema desse procedimento : a) Escreva a equao balanceada que representa a reao qumica que ocorre na etapa B. b) Qual a quantidade, em mols, do depsito prateado formado sobre a placa de cobre? Mostre os clculos. c) Qual a quantidade, em mols, de nitrato de prata em 250 mL da soluo precipitante? Mostre os clculos. d) Qual a massa de nitrato de sdio na mistura original? Mostre os clculos. Dados: massas molares (g/mol) Ag.....108 Cu.....64 NaCl.....58

Questão 3
2003Geografia

(FUVEST - 2003 - 2 FASE )Leia a letra da msica Mano na porta do bar: Voc viu aquele mano na porta do bar, Ultimamente andei ouvindo ele reclamar Que a sua falta de dinheiro era problema, Que a sua vida pacata j no vale a pena, Queria ter um carro confortvel, Queria ser um cara mais notado . Tudo bem, at a nada posso dizer, Um cara de destaque tambm quero ser (...) A lei da selva, consumir necessrio; Compre mais, compre mais, Supere seu adversrio. O seu status depende da tragdia de algum. isso, capitalismo selvagem. Mano Brown. CD Racionais MCs. Faixa 3, Zimbabwe, So Paulo, s/d. a) Qual a crtica expressa em relao sociedade atual? b) Relacione a letra da msica a um aspecto do cotidiano da periferia urbana das metrpoles brasileiras. Discorra sobre esse aspecto.

NOVIDADES
Kuadro