Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2011Física

(FUVEST - 2020 - 2 fase) Os modelos permitem-nos fazer previses sobre situaes reais, sendo, em geral, simplificaes, vlidas em certas condies, de questes complexas. Por exemplo, num jogo de futebol, a trajetria da bola, aps o chute, e o dbito cardaco dos jogadores podem ser descritos por modelos. Trajetria da bola: quando se despreza a resistncia do ar, a trajetria da bola chutada, sob a ao da gravidade (g=10 m/s2), dada porem que v0a velocidade escalar inicial (em m/s), o ngulo de elevao (em radianos) e h a altura (em m) da bola a uma distncia d (em m), do local do chute, conforme figura abaixo. Dbito cardaco (DC): est relacionado ao volume sistlico VS (volume de sangue bombeado a cada batimento) e frequncia cardaca FC pela frmula DC = VS x FC. Utilize esses modelos para responder s seguintes questes: a) Durante uma partida, um jogador de futebol quer fazer um passe para um companheiro a 32 m de distncia. Seu chute produz uma velocidade inicial na bola de 72 km/h. Calcule os valores denecessrios para que o passe caia exatamente nos ps do companheiro. b) Dois jogadores, A e B, correndo moderadamente pelo campo, tm frequncia cardaca de 120 batimentos por minuto. O jogador A tem o volume sistlico igual a 4/5 do volume sistlico do jogador B. Os dois passam a correr mais rapidamente. A frequncia cardaca do jogador B eleva-se para 150 batimentos por minuto. Para quanto subir a frequncia cardaca do jogador A se a variao no dbito cardaco (DCfinal-DCinicial)de ambos for a mesma?

Questão
2011Biologia

(FUVEST - 2011) No heredograma abaixo, o smbolo (QUADRADO PINTADO DE PRETO) representa um homem afetado por uma doena gentica rara, causada por mutao num gene localizado no cromossomo X. Os demais indivduos so clinicamente normais. As probabilidades de os indivduos 7, 12 e 13 serem portadores do alelo mutante so, respectivamente,

Questão
2011HistóriaGeografia

(FUVEST 2011 - 2 fase)Viver numa grande cidade implica o reconhecimento de mltiplos sinais. Trata-se de uma atividade do olhar, de uma identificao visual, de um saber adquirido, portanto. Se o olhar do transeunte, que fixa fortuitamente uma mulher bonita e viva ou um grupo de moas voltando do trabalho, pressupe um conhecimento da cor do luto e das vestimentas operrias, tambm o olhar do assaltante ou o do policial, buscando ambos a sua presa, implica um conhecimento especfico da cidade. Maria Stella Bresciani, Londres e Paris no sculo XIX: o espetculo da pobreza. So Paulo: Brasiliense, 1982, p.16. Adaptado. O texto mostra como o forte crescimento territorial e demogrfico de algumas cidades europeias, no sculo XIX, redefiniu formas de convivncia e sociabilidade de seus habitantes as quais, em alguns casos, persistem at hoje. a) Cite e explique dois motivos do crescimento de cidades como Londres e Paris, no sculo XIX. b) Indique e analise uma caracterstica, dentre as mencionadas no texto, que se faa presente em grandes cidades atuais.

Questão
2011Geografia

(FUVEST - 2011 - 2 fase) Com base na tabela e em seus conhecimentos: a) Analise a presena de mo de obra familiar nos Estados de So Paulo e do Rio Grande do Sul, relacionando-a com as atividades agropecurias predominantes em cada um deles. b) Tendo em vista o fato de que a mo de obra familiar majoritria no Brasil, analise os dados de pessoal ocupado nos estabelecimentos rurais no Estado de So Paulo, considerando as transformaes agrrias ocorridas, nesse estado, a partir dos anos 1950.

Questão
2011HistóriaGeografia

(FUVEST 2011 - 2 fase) O processo de formao de cidades brasileiras esteve associado, entre outras situaes, existncia de aldeamento indgena, estao de sade, arraial de minerao, capela, forte, assentamento de imigrantes, rota de tropeiros ou, ainda, construo de cidades planejadas. Com base no mapa e em seus conhecimentos: a) Preencha, no quadro presente na folha de respostas, a legenda correta para o mapa acima. b) Identifique e explique duas razes para a construo de Braslia, capital do pas, que uma cidade planejada.

Questão
2011MatemáticaPortuguês

(FUVEST - 2011) Poema ZEN, Pedro Xisto, 1966. Diagrama referente ao Poema ZEN. Observe as figuras acima e assinale a alternativa correta.

Questão
2011HistóriaGeografia

(FUVEST 2011 - 2 fase)Desde a Antiguidade at a poca helnica, e durante a Idade Mdia (em algumas culturas, at hoje) se conferiu aos terremotos, como a todos os fenmenos cuja causa se desconhecia, uma explicao mstica. Os filsofos da antiga Grcia foram os primeiros a aventar causas naturais dos terremotos; no entanto, durante o perodo medieval, explicaes desse tipo foram formalmente proibidas por serem consideradas herticas, e a nica causa aceita na Europa era a da clera divina. Somente em princpios do sculo XVII que se voltou a especular acerca das causas naturais de tais fenmenos. Alejandro Nava, Terremotos. 4 ed. Mxico: FCE, 2003, p.24-25. Traduzido e adaptado. O texto menciona mudanas, da Antiguidade at o incio do sculo XVII, na explicao dos fenmenos naturais. Hoje em dia, tambm preciso considerar que as consequncias dos terremotos no dependem s de sua magnitude, mas tambm do grau de desenvolvimento social do local onde ocorrem, como foi possvel notar nos terremotos de 2010 no Haiti. a) Identifique e explique as mudanas que, no contexto intelectual do sculo XVII, contriburam para que os terremotos e outros fenmenos naturais deixassem de ser vistos apenas como fenmenos msticos. b) No caso do Haiti, a pobreza do pas ampliou o efeito devastador do fenmeno natural. Explique, historicamente, essa pobreza e seu impacto no agravamento das consequncias dos terremotos.

Questão
2011Biologia

(FUVEST - 2011) Ao noticiar o desenvolvimento de mecanismos de preveno contra a esquistossomose, um texto jornalstico trouxe a seguinte informao: Protena do parasita da doena ensina organismo a se defender dele. Folha de S. Paulo, 06/08/2010. Traduzindo a notcia em termos biolgicos, correto afirmar que uma protena, presente

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Um laboratrio qumico descartou um frasco de ter, sem perceber que, em seu interior, havia ainda um resduo de 7,4 g de ter, parte no estado lquido, parte no estado gasoso. Esse frasco, de 0,8 L de volume, fechado hermeticamente, foi deixado sob o sol e, aps um certo tempo, atingiu a temperatura de equilbrio T = 37 o C, valor acima da temperatura de ebulio do ter. Se todo o ter no estado lquido tivesse evaporado, a presso dentro do frasco seria.

Questão
2011Geografia

(FUVEST - 2011 - 2 fase) A eroso dos solos um grave problema ambiental e socioeconmico. A intensidade dos processos erosivos, por sua vez, relaciona-se a fatores naturais e ao humana. a) Identifique e explique dois fatores que contribuem para a eroso dos solos, sendo um deles natural e outro decorrente da ao humana. b) Identifique e explique um problema socioeconmico relacionado eroso dos solos em reas urbanas.

Questão
2011QuímicaGeografia

(FUVEST - 2011) O acidente ocorrido em abril de 2010, em uma plataforma de petrleo no Golfo do Mxico, colocou em risco o delicado equilbrio do ecossistema da regio. Alm da tentativa de conteno, com barreiras fsicas, de parte do leo derramado, foram utilizados dispersantes qumicos. Dispersantes so compostos que contm, em uma mesma molcula, grupos compatveis com leo (lipoflicos) e com gua (hidroflicos). Levando em conta as informaes acima e com base em seus conhecimentos, indique a afirmao correta.

Questão
2011BiologiaQuímica

(FUVEST 2011 - 2 fase) Duas enzimas, M e N, agem sobre o mesmo substrato e tm sua atividade influenciada pelo pH, conforme indica o grfico abaixo. Utilizando as Tabelas I e II impressas na folha de respostas, esquematize um experimento para verificar a influncia de diferentes temperaturas, entre 20 C e 60 C, na atividade dessas enzimas. a) Complete a Tabela I, indicando, para cada um dos seis tubosteste: i. valor do pH; ii. ausncia () ou presena de enzima (M e/ou N); iii. ausncia () ou presena (+) de substrato; iv. valor da temperatura. b) Para verificar se os resultados observados nos tubosteste so devidos ao enzimtica ou, exclusivamente, ao efeito da temperatura, indique como deve ser o controle do experimento, completando a Tabela II, de acordo com as instrues do item a.

Questão
2011Matemática

(FUVEST - 2011- 2 fase) a) Sendo ݅ a unidade imaginria, determine as partes real e imaginria do nmero complexo b) Determine um polinmio de grau 2, com coeficientes inteiros, que tenha z0como raiz. c) Determine os nmeros complexosw tais quez0.wtenha mdulo igual a e tais que as partes real e imaginria de z0.wsejam iguais. d) No plano complexo, determine o nmero complexoz1 que o simtrico de z0com relao reta de equao y-x=0.

Questão
2011Matemática

(FUVEST - 2011) No plano cartesiano 0xy, considera a parbola P de equao y = -4x + 8x + 12 e a reta r da equao y = 3x + 6. Determine: a) Os pontos A e B, de interseco da parbola P com o eixo coordenado 0x, bem como o vrtice V da parbola P. b) O ponto C, da abscissa positiva, que pertence interseco de P com a reta r. c) A rea do quadriltero de vrtices A, B, C e V.

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Um slido branco apresenta as seguintes propriedades: I. solvel em gua. II. Sua soluo aquosa condutora de corrente eltrica. III. Quando puro, o slido no conduz corrente eltrica. IV. Quando fundido, o lquido puro resultante no conduz corrente eltrica. Considerando essas informaes, o slido em questo pode ser:

NOVIDADES
Kuadro