Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Os grficos, apresentados ao lado, caracterizam a potncia P, em watt, e a luminosidade L, em lmen, em funo da tenso, para uma lmpada incandescente. Para iluminar um salo, um especialista programou utilizar 80 dessas lmpadas, supondo que a tenso disponvel no local seria de 127 V. Entretanto, ao iniciar-se a instalao, verificou-se que a tenso no local era de 110 V. Foi necessrio, portanto, um novo projeto, de forma a manter a mesma luminosidade no salo, com lmpadas desse mesmo tipo. Para esse novo projeto, determine: a) O nmero N de lmpadas a serem utilizadas. b) A potncia adicional PA, em watts, a ser consumida pelo novo conjunto de lmpadas, em relao que seria consumida no projeto inicial.

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um selecionador eletrosttico de clulas biolgicas produz, a partir da extremidade de um funil, um jato de gotas com velocidade V0yconstante. As gotas, contendo as clulas que se quer separar, so eletrizadas. As clulas selecionadas, do tipo K, em gotas de massa Me eletrizadas com carga -Q, so desviadas por um campo eltrico uniforme E, criado por duas placas paralelas carregadas, de comprimento L0. Essas clulas so recolhidas no recipiente colocado em PK, como na figura. Para as gotas contendo clulas do tipo K, utilizando em suas respostas apenas Q, M, E, Lo, H e V0ydetermine: a) A acelerao horizontal Axdessas gotas, quando elas esto entre as placas. b) A componente horizontal Vxda velocidade com que essas gotas saem, no ponto A, da regio entre as placas. c) A distncia DK, indicada no esquema, que caracteriza a posio em que essas gotas devem ser recolhidas. (Nas condies dadas, os efeitos gravitacionais podem ser desprezados).

Questão
2002Geografia

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Durante o conflito com o Afeganisto, as foras militares terrestres dos Estados Unidos penetraram em reas de difcil acesso devido s caractersticas do relevo. Explique os processos que modelaram o relevo dessas reas, focalizando: a) sua gnese. b) o intemperismo predominante na regio.

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) As caractersticas de uma pilha, do tipo PX, esto apresentadas no quadro ao lado, tal como fornecidas pelo fabricante. Trs dessas pilhas foram colocadas para operar, em srie, em uma lanterna que possui uma lmpadaL, com resistncia constante RL = 3,0 Ω. Por engano, uma das pilhas foi colocada invertida, como representado abaixo: Determine: a) A corrente I em ampres, que passa pela lmpada, com a pilha 2 invertida, como na figura. b) A potncia P, em watts, dissipada pela lmpada, com a pilha 2 invertida, como na figura. c) A razo F = P/P0entre a potncia Pdissipada pela lmpada, com a pilha 2 invertida, e a potncia P0 que seria dissipada, se todas as pilhas estivessem posicionadas corretamente.

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um espectrmetro de massa foi utilizado para separar os ons e , de mesma carga eltrica e massas diferentes, a partir do movimento desses ons em um campo magntico de intensidade B, constante e uniforme. Os ons partem de uma fonte, com velocidade inicial nula, so acelerados por uma diferena de potencial V0 e penetram, pelo ponto P, em uma cmara, no vcuo, onde atua apenas o campo B (perpendicular ao plano do papel), como na figura. Dentro da cmara, os ons so detectados no ponto P1, a uma distncia D1 = 20 cm do ponto P, como indicado na figura. Sendo a razo entre as massas dos ons e , igual a 1,44, determine: a) A razo entre as velocidades com que os ons e penetram na cmara, no ponto A. b) A distncia D2, entre o ponto P e o ponto P2, onde os ons so detectados. (Nas condies dadas, os efeitos gravitacionais podem ser desprezados).

Questão
2002Geografia

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Observe a foto e analise a paisagem urbana muitas vezes presente em pases de industrializao tardia. Explique: a) A ocupao urbana. b) A situao ambiental.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) O transporte adequado de oxignio para os tecidos de nosso corpo essencial para seu bom funcionamento. Esse transporte feito atravs de uma substncia chamada oxi-hemoglobina, formada pela combinao de hemoglobina (Hb) e oxignio dissolvidos no nosso sangue. Abaixo esto representados, de maneira simplificada, os equilbrios envolvidos nesse processo: 100 mL de sangue contm por volta de 15 g de hemoglobina e 80 g de gua. Essa massa de hemoglobina (15 g) reage com cerca de 22,5 mL de oxignio, medidos nas condies ambiente de presso e temperatura. Considerando o exposto acima, a) calcule a quantidade, em mols, de oxignio que reage com a massa de hemoglobina contida em 100 mL de sangue. b) calcule a massa molar aproximada da hemoglobina. c) justifique, com base no princpio de Le Chtelier, aplicado aos equilbrios citados, o fato de o oxignio ser muito mais solvel no sangue do que na gua. Dado: volume molar de O2, nas condies ambiente de presso e temperatura: 25 L/mol

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Pedaos de fio de cobre, oxidados na superfcie pelo ar atmosfrico, so colocados em um funil com papel de filtro. Sobre este metal oxidado, despeja-se soluo aquosa concentrada de amnia. Do funil, sai uma soluo azul, contendo o on , e que recolhida num bquer. a) Escreva as equaes qumicas balanceadas representando as transformaes que ocorrem desde o cobre puro at o on. b) Faa um esquema da montagem experimental e indique nele os materiais de laboratrio empregados, os reagentes utilizados e os produtos formados.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) O ferro-gusa, produzido pela reduo do xido de ferro em alto-forno, bastante quebradio, tendo baixa resistncia a impactos. Sua composio mdia a seguinte: Para transformar o ferro-gusa em ao, preciso mudar sua composio, eliminando alguns elementos e adicionando outros. Na primeira etapa desse processo, magnsio pulverizado adicionado massa fundida de ferro-gusa, ocorrendo a reduo do enxofre. O produto formado removido. Em uma segunda etapa, a massa fundida recebe, durante cerca de 20 minutos, um intenso jato de oxignio, que provoca a formao de CO, SiO2, MnO e P4O10, os quais tambm so removidos. O grfico ao lado mostra a variao da composio do ferro, nessa segunda etapa, em funo do tempo de contacto com o oxignio. Para o processo de produo do ao: a) Qual equao qumica representa a transformao que ocorre na primeira etapa? Escreva-a. b) Qual dos trs elementos, Si, Mn ou P, reage mais rapidamente na segunda etapa do processo? Justifique. c) Qual a velocidade mdia de consumo de carbono, no intervalo de 8 a 12 minutos?

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Vinho contm cidos carboxlicos, como o tartrico e o mlico, ambos cidos fracos. Na produo de vinho, usual determinar a concentrao de tais cidos. Para isto, uma amostra de vinho titulada com soluo aquosa de hidrxido de sdio de concentrao conhecida. Se o vinho estiver muito cido, seu pH poder ser corrigido pela adio de uma bactria que transforma o cido mlico em cido lctico. Alm disso, tambm usual controlar a quantidade de dixido de enxofre, caso tenha sido adicionado como germicida. Para tanto, uma amostra de vinho titulada com soluo aquosa de iodo de concentrao conhecida. a) Qual dos indicadores da tabela abaixo dever ser utilizado na titulao cido-base? Justifique. b) Por que a transformao do cido mlico em cido lctico contribui para o aumento do pH do vinho? Explique. c) Qual a equao balanceada que representa a reao entre dixido de enxofre e iodo aquosos, em meio cido, e na qual se formam ons sulfato e iodeto? Escreva essa equao. Dados: Constantes de ionizao : cido mlico: K1 = 4 x 10-4; K2 = 8 x 10-6 cido lctico: K = 1 x 10-4

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) As equaes abaixo representam, de maneira simplificada, o processo de tingimento da fibra de algodo. Certo corante pode ser preparado pela reao de cloreto de benzenodiaznio com anilina: A fixao deste corante ou de outro do mesmo tipo, fibra de algodo (celulose), no se faz de maneira direta, mas, sim, atravs da triclorotriazina. Abaixo est representada a reao do corante com a triclorotriazina. O produto orgnico dessa ltima reao que se liga aos grupos OH da celulose, liberando HCl. Dessa maneira, a) escreva a frmula estrutural do composto que, ao reagir com o cloreto de benzenodiaznio, forma o corante crisoidina, cuja estrutura molecular : b) escreva a frmula estrutural do produto que se obtm quando a crisoidina e a triclorotriazina reagem na proporo estequiomtrica de 1 para 1. c) mostre como uma molcula de crisoidina se liga celulose, um polmero natural, cuja estrutura molecular est esquematicamente representada na pgina ao lado.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) A oxidao de ons de ferro (II), por perxido de hidrognio, H2O2 + 2 Fe2+ + 2 H+ 2 H2O + 2 Fe3+ foi estudada, a 25 C, com as seguintes concentraes iniciais: perxido de hidrognio .......... 1,00 x 10-5 mol/L ons de ferro (II) ..................... 1,00 x 10-5 mol/L cido clordrico........................ 1,00 mol/L A tabela seguinte traz as concentraes de ons de ferro (III), em funo do tempo de reao. a) Use a rea milimetrada da pgina ao lado para traar um grfico da concentrao de ons de ferro (III), em funo do tempo de reao. b) Complete a tabela com os valores da concentrao de perxido de hidrognio, em funo do tempo de reao. c) Use a mesma rea milimetrada e a mesma origem para traar a curva da concentrao de perxido de hidrognio, em funo do tempo de reao.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Aqueles polmeros, cujas molculas se ordenam paralelamente umas s outras, so cristalinos, fundindo em uma temperatura definida, sem decomposio. A temperatura de fuso de polmeros depende, dentre outros fatores, de interaes moleculares, devidas a foras de disperso, ligaes de hidrognio, etc., geradas por dipolos induzidos ou dipolos permanentes. Abaixo so dadas as estruturas moleculares de alguns polmeros. Cada um desses polmeros foi submetido, separadamente, a aquecimento progressivo. Um deles fundiu-se a 160 C, outro a 330 C e o terceiro no se fundiu, mas se decomps. Considerando as interaes moleculares, dentre os trs polmeros citados, a) qual deles se fundiu a 160 C? Justifique. b) qual deles se fundiu a 330 C? Justifique. c) qual deles no se fundiu? Justifique.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Kevlar um polmero de alta resistncia mecnica e trmica, sendo por isso usado em coletes prova de balas e em vestimentas de bombeiros. a) Quais as frmulas estruturais dos dois monmeros que do origem ao Kevlar por reao de condensao? Escreva-as. b) Qual o monmero que, contendo dois grupos funcionais diferentes, origina o polmero Kevlar com uma estrutura ligeiramente modificada? Escreva as frmulas estruturais desse monmero e do polmero por ele formado. c) Como conhecido o polmero sinttico, no aromtico, correspondente ao Kevlar?

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) A reao representada a seguir produz compostos que podem ter atividade antibitica: Tal tipo de reao pode ser empregado para preparar 9 compostos, a partir dos seguintes reagentes: Esses 9 compostos no foram sintetizados separadamente, mas em apenas 6 experimentos. Utilizando-se quantidades corretas de reagentes, foram ento preparadas as seguintes misturas: M1 = A1B1 + A1B2 + A1B3 M2 = A2B1 + A2B2 + A2B3 M3 = A3B1 + A3B2 + A3B3 M4 = A1B1 + A2B1 + A3B1 M5 = A1B2 + A2B2 + A3B2 M6 = A1B3 + A2B3 + A3B3 Dessas misturas, apenas M2 e M6 apresentaram atividade antibitica. a) Qual o grupo funcional, presente nos compostos do tipo A, responsvel pela formao dos 9 compostos citados? Que funo orgnica definida por esse grupo? b) Qual a frmula estrutural do composto que apresentou atividade antibitica?

NOVIDADES
Kuadro