Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2002História

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Nas primeiras dcadas do sculo XIX, com as independncias das Amricas, parecia aos contemporneos que o colonialismo terminara. Mas, nas ltimas dcadas do mesmo sculo, as potncias europias estavam guerreando e negociando entre si a partilha da frica e da sia. Explique os interesses econmicos e os argumentos poltico-ideolgicos presentes a) na superao do velho colonialismo. b) na constituio do neocolonialismo.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) O ferro-gusa, produzido pela reduo do xido de ferro em alto-forno, bastante quebradio, tendo baixa resistncia a impactos. Sua composio mdia a seguinte: Para transformar o ferro-gusa em ao, preciso mudar sua composio, eliminando alguns elementos e adicionando outros. Na primeira etapa desse processo, magnsio pulverizado adicionado massa fundida de ferro-gusa, ocorrendo a reduo do enxofre. O produto formado removido. Em uma segunda etapa, a massa fundida recebe, durante cerca de 20 minutos, um intenso jato de oxignio, que provoca a formao de CO, SiO2, MnO e P4O10, os quais tambm so removidos. O grfico ao lado mostra a variao da composio do ferro, nessa segunda etapa, em funo do tempo de contacto com o oxignio. Para o processo de produo do ao: a) Qual equao qumica representa a transformao que ocorre na primeira etapa? Escreva-a. b) Qual dos trs elementos, Si, Mn ou P, reage mais rapidamente na segunda etapa do processo? Justifique. c) Qual a velocidade mdia de consumo de carbono, no intervalo de 8 a 12 minutos?

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um jovem sobe correndo, com velocidade constante, do primeiro ao segundo andar de um shopping, por uma larga escada rolante de descida, ou seja, sobe na contramo. No instante em que ele comea a subir, uma senhora, que est no segundo andar, toma a mesma escada para descer normalmente, mantendo-se sempre no mesmo degrau. Ambos permanecem sobre essa escada durante 30 s, at que a senhora, de massa Ms = 60 kg, desa no primeiro andar e o rapaz, de massa Mj = 80 kg, chegue ao segundo andar, situado 7,0 m acima do primeiro. Supondo desprezveis as perdas por atrito, determine: a) A potncia P, em watts, que a senhora cede ao sistema da escada rolante, enquanto permanece na escada. b) O nmero N de degraus que o jovem de fato subiu para ir do 1o ao 2o andar, considerando que cada degrau mede 20 cm de altura. c) O trabalho T, em joules, realizado pelo jovem, para ir do 1o ao 2o andar, na situao descrita.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Pedaos de fio de cobre, oxidados na superfcie pelo ar atmosfrico, so colocados em um funil com papel de filtro. Sobre este metal oxidado, despeja-se soluo aquosa concentrada de amnia. Do funil, sai uma soluo azul, contendo o on , e que recolhida num bquer. a) Escreva as equaes qumicas balanceadas representando as transformaes que ocorrem desde o cobre puro at o on. b) Faa um esquema da montagem experimental e indique nele os materiais de laboratrio empregados, os reagentes utilizados e os produtos formados.

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um astrnomo, ao estudar uma estrela dupla E1-E2, observou que ambas executavam um movimento em torno de um mesmo ponto P, como se estivessem ligadas por uma barra imaginria. Ele mediu a distncia Dentre elas e o perodo T de rotao das estrelas, obtendo T = 12 dias. Observou, ainda, que o raio R1, da trajetria circular de E1, era trs vezes menor do que o raio R2, da trajetria circular de E2. Observando essas trajetrias, ele concluiu que as massas das estrelas eram tais que M1 = 3 M2. Alm disso, sups que E1 e E2 estivessem sujeitas apenas fora gravitacional entre elas. A partir das medidas e das consideraes do astrnomo: a) Indique as posies em que E1 e E2 estariam, quinze dias aps uma observao em que as estrelas foram vistas, como est representado no esquema da folha de respostas. Marque e identifique claramente as novas posies de E1 e E2 no esquema da folha de respostas. b) Determine a razo entre os mdulos das velocidades lineares das estrelas E2 e E1. c) Escreva a expresso da massa M1 da estrela E1, em funo de T, D e da constante universal da gravitao G.

Questão
2002Química

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) As equaes abaixo representam, de maneira simplificada, o processo de tingimento da fibra de algodo. Certo corante pode ser preparado pela reao de cloreto de benzenodiaznio com anilina: A fixao deste corante ou de outro do mesmo tipo, fibra de algodo (celulose), no se faz de maneira direta, mas, sim, atravs da triclorotriazina. Abaixo est representada a reao do corante com a triclorotriazina. O produto orgnico dessa ltima reao que se liga aos grupos OH da celulose, liberando HCl. Dessa maneira, a) escreva a frmula estrutural do composto que, ao reagir com o cloreto de benzenodiaznio, forma o corante crisoidina, cuja estrutura molecular : b) escreva a frmula estrutural do produto que se obtm quando a crisoidina e a triclorotriazina reagem na proporo estequiomtrica de 1 para 1. c) mostre como uma molcula de crisoidina se liga celulose, um polmero natural, cuja estrutura molecular est esquematicamente representada na pgina ao lado.

Questão
2002Física

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um espectrmetro de massa foi utilizado para separar os ons e , de mesma carga eltrica e massas diferentes, a partir do movimento desses ons em um campo magntico de intensidade B, constante e uniforme. Os ons partem de uma fonte, com velocidade inicial nula, so acelerados por uma diferena de potencial V0 e penetram, pelo ponto P, em uma cmara, no vcuo, onde atua apenas o campo B (perpendicular ao plano do papel), como na figura. Dentro da cmara, os ons so detectados no ponto P1, a uma distncia D1 = 20 cm do ponto P, como indicado na figura. Sendo a razo entre as massas dos ons e , igual a 1,44, determine: a) A razo entre as velocidades com que os ons e penetram na cmara, no ponto A. b) A distncia D2, entre o ponto P e o ponto P2, onde os ons so detectados. (Nas condies dadas, os efeitos gravitacionais podem ser desprezados).

Questão
2002Matemática

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Um bloco retangular (isto , um paraleleppedo reto-retngulo) de base quadrada de lado 4 cm e altura cm , com de seu volume cheio de gua, est inclinado sobre uma das arestas da base, formando um ngulo de 30 com o solo (ver seo lateral abaixo). Determine a altura h do nvel da gua em relao ao solo.

Questão
2002História

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Andava o conde de Nassau to ocupado em fabricar a sua nova cidade, que para estimular os moradores a fazerem casas, ele mesmo, com muita curiosidade, lhe andava fazendo as medidas, e endireitando as ruas para ficar a povoao mais vistosa. Frei Manuel Calado. O valoroso Lucideno e triunfo da liberdade, 1648. Com base no texto, responda: a) Quem foi o conde de Nassau? b) Qual o projeto apresentado no texto? Explique.

Questão
2002Português

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) E no h melhor resposta que o espetculo da vida: v-la desfiar seu fio, que tambm se chama vida, ver a fbrica que ela mesma, teimosamente, se fabrica, v-la brotar como h pouco em nova vida explodida; mesmo quando assim pequena a exploso, como a ocorrida; mesmo quando uma exploso como a de h pouco, franzina; mesmo quando a exploso de uma vida severina. (Joo Cabral de Melo Neto, Morte e vida severina) a) A fim de obter um efeito expressivo, o poeta utiliza, em a fbrica e se fabrica, um substantivo e um verbo que tm o mesmo radical. Cite da estrofe outro exemplo desse mesmo recurso expressivo. b) A expressividade dos seis ltimos versos decorre, em parte, do jogo de oposies entre palavras. Cite desse trecho um exemplo em que a oposio entre as palavras seja de natureza semntica.

Questão
2002História

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) A servido e a relao feudo-vasslica constituem as duas instituies fundamentais do sistema feudal, tal como este se formou e desenvolveu na Idade Mdia Ocidental. Explique a origem e o funcionamento: a) da servido b) da vassalagem, ou da relao feudo-vasslica.

Questão
2002Português

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Nas frases abaixo, h falta de paralelismo sinttico. Reescreva-as, mantendo seu sentido e fazendo apenas as alteraes necessrias para que se estabelea o paralelismo. a) Funcionrios cogitam uma nova greve e isolar o governador. b) Essa reforma agrria, por um lado, fixa o homem no campo, mas no lhe fornece os meios de subsistncia e de produzir.

Questão
2002Português

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Dilogo ultra-rpido Eu queria propor-lhe uma troca de idias ... Deus me livre! (Mrio Quintana) No dilogo acima, a personagem que responde: Deus me livre! cria um efeito de humor com o sentido implcito de sua frase fulminante. a) Continue a frase Deus me livre!, de modo que a personagem explicite o que estava implcito nessa frase. b) Transforme o dilogo acima em um nico perodo, utilizando apenas o discurso indireto e conservando o sentido do texto.

Questão
2002Português

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) O que di nem a frase (Quem paga seu salrio sou eu), mas a postura arrogante. Voc fala e o aluno nem presta ateno, como se voc fosse uma empregada. (Adaptado de entrevista dada por uma professora. Folha de S. Paulo, 03/06/01) a) A quem se refere o pronome voc, tal como foi usado pela professora? Esse uso prprio de que variedade lingstica? b) No trecho como se voc fosse uma empregada, fica pressuposto algum tipo de discriminao social? Justifique sua resposta.

Questão
2002História

(FUVEST - 2002 - 2 FASE) Se , como se diz comumente, pelo estudo do passado que se pode compreender o presente, utilize seu conhecimento de Histria para comentar criticamente a) a manchete de capa da revista poca/Globo, em outubro de 2001: A Globalizao do Medo. Viver ficou perigoso b) o ataque terrorista ao Pentgono e ao W.T.C., em 11 de setembro do mesmo ano.

NOVIDADES
Kuadro