Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
ITA
IME
IME
ENEM
ENEM
FUVEST
FUVEST
UNICAMP
UNICAMP
UNESP
UNESP
ESPCEX
ESPCEX
AFA
AFA
Questão 8
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) No quadriltero plano ABCD, os ngulos e so retos, AB=AD=1, BC=CD=2 e uma diagonal. O cosseno do ngulo vale

Questão 8
2016Português

(FUVEST 2016 - 2 fase) Leia estes dois excertos das obras indicadas e responda ao que se pede. (...) Ao sair do Tejo, estando a Maria encostada borda do navio, o Leonardo fingiu que passava distrado por junto dela, e com o ferrado sapato assentou-lhe uma valente pisadela no p direito. A Maria, como se j esperasse por aquilo, sorriu-se como envergonhada do gracejo, e deu-lhe tambm em ar de disfarce um tremendo belisco nas costas da mo esquerda. Era isto uma declarao em forma, segundo os usos da terra: levaram o resto do dia de namoro cerrado; ao anoitecer passou-se a mesma cena de pisadela e belisco, com a diferena de serem desta vez um pouco mais fortes; e no dia seguinte estavam os dois amantes to extremosos e familiares, que pareciam s-lo de muitos anos. Manuel Antnio de Almeida, Memrias de um sargento de milcia Na ocasio em que Lonie partia pelo brao do amante, acompanhada at o porto por um squito de lavadeiras, a Rita, no ptio, beliscou a coxa de Jernimo e soprou-lhe meia voz: - No lhe caia o queixo!... .. O cavouqueiro teve um desdenhoso sacudir dombos. - Aquela pra c nem pintada! E, para deixar bem patente as suas preferncias, virou o p do lado e bateu com o tamanco na canela da mulata. - Olha o bruto! ... queixou-se esta, levando a mo ao lugar da pancada. Sempre h de mostrar que galego! Alusio Azevedo, O cortio. a) Embora os excertos pertenam a romances de diferentes estilos de poca um romntico e outro, naturalista , bastante visvel que, neles, o modo de representar as relaes de carter ertico apresenta vrias semelhanas. Essa similaridade sobretudo pontual, isto , mais concentrada nesses excertos, ou, ao contrrio, ela continua a ocorrer, ao longo dos romances? Explique resumidamente. b) Em ambos os excertos, assim como no conjunto das obras a que pertencem, notria a predisposio a retratar as personagens de origem portuguesa de um modo bastante peculiar, influenciado por uma determinada corrente de opinio, existente no contexto histrico-social dos perodos em que as obras foram escritas. Identifique esse modo de representar tais personagens e a corrente de opinio que o influencia. Explique sucintamente

Questão 9
2016FísicaMatemática

(FUVEST - 2016 - 2a FASE) Uma bola de bilhar, inicialmente em repouso em um ponto P, situado na borda de uma mesa de bilhar com formato circular, recebe uma tacada e se desloca em um movimento retilneo. A bola atinge a borda no ponto e refletida elasticamente, sem deslizar. Chame de Q o ponto da borda diametralmente oposto a P e de a medida do ngulo. a) Para qual valor de , aps a primeira reflexo, a trajetria da bola ser paralela ao dimetro ? b) Para qual valor de , aps a primeira reflexo, a trajetria da bola ser perpendicular a ? c) Supondo agora que , encontre uma expresso, em funo de , para a medida do ngulo agudo formado pela reta que contm Pe Q e pela reta que contm a trajetria da bola aps a primeira reflexo na borda.

Questão 9
2016Português

(FUVEST 2016 - 2 fase) Leia este texto. Mas o meu novssimo amigo, debruado da janela, batia as palmas como Cato para chamar os servos, na Roma simples. E gritava: - Ana Vaqueira! Um copo de gua, bem lavado, da fonte velha! Pulei, imensamente divertido: - Oh Jacinto! E as guas carbonatadas? E as fosfatadas? E as esterilizadas? E as sdicas?... O meu Prncipe atirou os ombros com um desdm soberbo. E aclamou a apario de um grande copo, todo embaciado pela frescura nevada da gua refulgente, que uma bela moa trazia num prato. Eu admirei sobretudo a moa... Que olhos, de um negro to lquido e srio! No andar, no quebrar da cinta, que harmonia e que graa de ninfa latina! E apenas pela porta desaparecera a esplndida apario: - Oh Jacinto, eu daqui a um instante tambm quero gua! E se compete a esta rapariga trazer as coisas, eu, de cinco em cinco minutos, quero uma coisa!... Que olhos, que corpo... Caramba, menino! Eis a poesia, toda viva, da serra... O meu Prncipe sorria, com sinceridade: - No! No nos iludamos, Z Fernandes, nem faamos Arcdia. uma bela moa, mas uma bruta... No h ali mais poesia, nem mais sensibilidade, nem mesmo mais beleza do que numa linda vaca turina. Merece o seu nome de Ana Vaqueira. Trabalha bem, digere bem, concebe bem. Para isso a fez a Natureza, assim s e rija (...). Ea de Queirs, A cidade e as serras a) No perodo em que Jacinto passa a viver na serra, tornam-se relativamente frequentes, no romance, as referncias cultura da Antiguidade Clssica. Consideradas no contexto da obra, o que conotam as referncias que o narrador, no excerto, faz a aspectos dessa cultura? b) Considerando-a no contexto em que aparece, explique a expresso nem faamos Arcdia, empregada por Jacinto

Questão 9
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) Use as propriedades do logaritmo para simplificar a expresso O valor de

Questão 10
2016Português

(FUVEST 2016 - 2 fase) Leia o texto. (...) Muita gente o tinha odiado. E ele odiara a todos. Apanhara na polcia, um homem ria quando o surravam. Para ele este homem que corre em sua perseguio na figura dos guardas. Se o levarem, o homem rir de novo. No o levaro. Vm em seus calcanhares, mas no o levaro. Pensam que ele vai parar junto ao grande elevador. Mas Sem-Pernas no para. Sobe para o pequeno muro, volve o rosto para os guardas que ainda correm, ri com toda a fora do seu dio, cospe na cara de um que se aproxima estendendo os braos, se atira de costas no espao como se fosse um trapezista de circo. A praa toda fica em suspenso por um momento. Se jogou, diz uma mulher, e desmaia. Sem-Pernas se rebenta na montanha como um trapezista de circo que no tivesse alcanado o outro trapzio. O cachorro late entre as grades do muro. Jorge Amado, Capites da Areia. Para responder ao que se pede, atente para as informaes referentes localizao espacial dessa cena, na qual se narram a perseguio e a morte de Sem-Pernas a) A cena se passa diante do conhecido Elevador Lacerda (foto acima), que vem a ser um dos mais famosos cartes-postais de Salvador, Bahia. Qual o efeito de sentido introduzido na cena por essa caracterstica da localizao espacial? b) Observe que o Elevador Lacerda, de uso pblico, situa-se no desnvel brusco e pronunciado que, em Salvador, separa a Cidade Alta (parte mais moderna da cidade, considerada seu centro econmico) da Cidade Baixa (sobretudo porturia e popular). Que sentido essa caracterstica do espao confere cena?

Questão 10
2016MatemáticaGeografia

(FUVEST - 2016 - 2a FASE) Dois avies vo de Braslia a Moscou. O primeiro voa diretamente para o norte, at atingir o paralelo de Moscou, quando ento muda o rumo para o leste, seguindo para o seu destino final. O segundo voa para o leste at atingir o meridiano de Moscou, tomando ento o rumo norte at chegar a esta cidade. a) Desprezando as variaes de altitude, qual avio ter percorrido a maior distncia em relao ao solo? Justifique sua resposta. b) Calcule a diferena entre as distncia percorridas, supondo que a Terra seja esfrica. Note e adote: cos 56 = 0,56; sen 56 = 0,83; cos 16 = 0,96; sen 16 = 0,28 Latitude e longitude de Braslia : 16S e 48W Latitude e longitude de Moscou: 56N e 37E Raio da Terra: 6,400 km

Questão 10
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) Cada aresta do tetraedro regular ABCD mede 10. Por um ponto P na aresta , passa o plano paralelo s arestas e . Dado que AP=3, o quadriltero determinado pelas intersees de com as arestas do tetraedro tem rea igual a

Questão 11
2016MatemáticaQuímica

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) Dispe-se de 2 litros de uma soluo aquosa de soda custica que apresenta pH 9. O volume de gua, em litros, que deve ser adicionado a esses 2 litros para que a soluo resultante apresente pH 8

Questão 12
2016FísicaMatemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) Quando a Lua est em quarto crescente ou quarto minguante, o tringulo formado pela Terra, pelo Sol e pela Lua retngulo, com a Lua no vrtice do ngulo reto. O astrnomo grego Aristarco, do sculo III a.C., usou este fato para obter um valor aproximado da razo entre as distncias da Terra Lua, , e da Terra ao Sol, . possvel estimar a medida do ngulo , relativo ao vrtice da Terra, nessas duas fases, a partir da observao de que o tempo t1, decorrido de uma lua quarto crescente a uma lua quarto minguante, um pouco maior do que o tempo t2, decorrido de uma lua quarto minguante a uma lua quarto crescente. Supondo que a Lua descreva em torno da Terra um movimento circular uniforme, tomando t1 = 14,9 diase t2 = 14,8 dias , conclui-se que a razo seria aproximadamente dada por

Questão 13
2016Química

(FUVEST - 2016 - 1 FASE) Existem vrios modelos para explicar as diferentes propriedades das substncias qumicas, em termos de suas estruturas submicroscpicas. Considere os seguintes modelos: I. molculas se movendo livremente; II. ons positivos imersos em um mar de eltrons deslocalizados; III. ons positivos e negativos formando uma grande rede cristalina tridimensional. Assinale a alternativa que apresenta substncias que exemplificam, respectivamente, cada um desses modelos.

Questão 14
2016Química

(FUVEST - 2016 - 1 FASE) Uma estudante recebeu uma amostra de cido benzoico slido contendo impurezas. Para purific-lo, ela optou por efetuar uma recristalizao. No procedimento adotado, o slido deve ser dissolvido em um solvente aquecido, e a soluo assim obtida deve ser resfriada. Sendo as impurezas mais solveis temperatura ambiente, ao final devem ser obtidos cristais de cido benzoico puro. Para escolher o solvente apropriado para essa purificao, a estudante fez testes de solubilidade com etanol, gua e heptano. Inicialmente, os testes foram efetuados temperatura ambiente, e a estudante descartou o uso de etanol. A seguir, efetuou testes a quente, e o heptano no se mostrou adequado. Nos testes de solubilidade, a estudante observou a formao de sistema heterogneo quando tentou dissolver o cido benzoico impuro em

Questão 15
2016Química

(FUVEST - 2016 - 1 FASE) O biogs pode substituir a gasolina na gerao de energia. Sabe-se que 60%, em volume, do biogs so constitudos de metano, cuja combusto completa libera cerca de 900 kJ/mol. Uma usina produtora gera 2.000 litros de biogs por dia. Para produzir a mesma quantidade de energia liberada pela queima de todo o metano contido nesse volume de biogs, ser necessria a seguinte quantidade aproximada (em litros) de gasolina: Note e adote: - Volume molar nas condies de produo de biogs: 24 L / mol; - energia liberada na combusto completa da gasolina: 4,5 x 104 kJ / L.

Questão 17
2016Química

(FUVEST - 2016 - 1 FASE) Para que um planeta abrigue vida nas formas que conhecemos, ele deve apresentar gravidade adequada, campo magntico e gua no estado lquido. Alm dos elementos qumicos presentes na gua, outros tambm so necessrios. A deteco de certas substncias em um planeta pode indicar a presena dos elementos qumicos necessrios vida. Observaes astronmicas de cinco planetas de fora do sistema solar indicaram, neles, a presena de diferentes substncias, conforme o quadro a seguir: Considerando as substncias detectadas nesses cinco planetas, aquele em que h quatro elementos qumicos necessrios para que possa se desenvolver vida semelhante da Terra

Questão 18
2016Química

(FUVEST - 2016 - 1 FASE) Um dirigvel experimental usa hlio como fluido ascensional e octano(C8H18) como combustvel em seu motor, para propulso. Suponha que, no motor, ocorra acombusto completa do octano: Para compensar a perda de massa do dirigvel medida que o combustvel queimado, parteda gua contida nos gases de exausto do motor condensada e armazenada como lastro. Orestante do vapor de gua e o gs carbnico so liberados para a atmosfera.. Qual a porcentagem aproximada da massa de vapor de gua formado que deve ser retidapara que a massa de combustvel queimado seja compensada? Note e adote: - Massa molar (g/mol) : H2O =18; O2= 32; CO2= 44; C8H18= 114.

NOVIDADES
Kuadro