Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2012Química

(FUVEST - 2012)Na obra O poço do Visconde, de Monteiro Lobato,há o seguinte diálogo entre o Visconde de Sabugosa ea boneca Emília: - Senhora Emília, explique-me o que é hidrocarboneto. A atrapalhadeira não se atrapalhou e respondeu: - São misturinhas de uma coisa chamada hidrogênio com outra coisa chamada carbono. Os carocinhos de um se ligam aos carocinhos de outro. Nesse trecho, a personagem Emília usa o vocabulárioinformal que a caracteriza. Buscando-se umaterminologia mais adequada ao vocabulário utilizado emQuímica, devem-se substituir as expressõesmisturinhas, coisa e carocinhos, respectivamente,por:

Questão
2012Química

(FUVEST - 2012)Água e etanol misturam-se completamente, emquaisquer proporções. Observa-se que o volume finalda mistura é menor do que a soma dos volumes deetanol e de água empregados para prepará-la. O gráficoa seguir mostra como a densidade varia em função daporcentagem de etanol (em volume) empregado parapreparar a mistura (densidades medidas a 20 C). Se 50 mL de etanol forem misturados a 50 mL de água,a 20 C, o volume da mistura resultante, a essa mesmatemperatura, será de, aproximadamente,

Questão
2012Biologia

(FUVEST - 2012)Ao longo da evolução dos vertebrados, a

Questão
2012Biologia

(FUVEST - 2012)Dez copos de vidro transparente, tendo no fundoalgodão molhado em água, foram mantidos em localiluminado e arejado. Em cada um deles, foi colocadauma semente de feijão. Alguns dias depois, todas assementes germinaram e produziram raízes, caules efolhas.Cinco plantas foram, então, transferidas para cincovasos com terra e as outras cinco foram mantidas noscopos com algodão. Todas permaneceram no mesmolocal iluminado, arejado e foram regadas regularmentecom água destilada.Mantendo-se as plantas por várias semanas nessascondições, o resultado esperado e a explicação corretapara ele são:

Questão
2012Química

(FUVEST - 2012)A isomerizao cataltica de parafinas de cadeiano ramificada, produzindo seus ismeros ramificados, um processo importante na indstria petroqumica. A uma determinada temperatura e presso, napresena de um catalisador, o equilbrio atingido aps certo tempo, sendo a constante deequilbrio igual a 2,5. Nesse processo, partindoexclusivamente de 70,0 g de n-butano, ao se atingir asituao de equilbrio, x gramas de n-butano tero sidoconvertidos em isobutano. O valor de x

Questão
2012Química

(FUVEST - 2012) As frmulas estruturais de alguns componentes de leos essenciais, responsveis pelo aroma de certas ervas e flores, so: Dentre esses compostos, so ismeros:

Questão 1
2011Biologia

(FUVEST - 2011) Os nfrons so as unidades funcionais dos rins, responsveis pela filtrao do sangue e pela formao da urina. a) Complete a Tabela na folha de respostas, comparando as concentraes de aminocidos, glicose e ureia, no sangue que chega ao nfron, com as concentraes dessas substncias na urina e no sangue que deixa o nfron, em uma pessoa saudvel. Marque com X os espaos da Tabela correspondentes s alternativas corretas. b) Cerca de 30% da gua presente no sangue que chega ao nfron passa para a cpsula renal, onde se inicia a filtrao. Entretanto, a quantidade de gua no sangue que sai do nfron praticamente igual quantidade de gua do sangue que chega a ele. Explique como ocorre a recomposio da quantidade de gua no sangue.

Questão 1
2011História

(FUVEST 2011) Se utilizssemos, numa conversa com homens medievais, a expresso Idade Mdia, eles no teriam ideia do que isso poderia significar. Eles, como todos os homens de todos os perodos histricos, se viam vivendo na poca contempornea. De fato, falarmos em Idade Antiga ou Mdia representa uma rotulao posterior, uma satisfao da necessidade de se dar nome aos momentos passados. No caso do que chamamos de Idade Mdia, foi o sculo XVI que elaborou tal conceito. Ou melhor, tal preconceito, pois o termo expressava um desprezo indisfarado pelos sculos localizados entre a Antiguidade Clssica e o prprio sculo XVI. Hilrio Franco Jnior, A Idade Mdia. Nascimento do Ocidente. 3 ed. So Paulo: Brasiliense, s.d. [1986]. p.17. Adaptado. A partir desse trecho, responda: a) Em que termos a expresso Idade Mdia pode carregar consigo um valor depreciativo? b) Como o perodo comumente abarcado pela expresso Idade Mdia poderia ser analisado de outra maneira, isto , sem um julgamento de valor?

Questão 1
2011Português

(FUVEST 2011) Examine esta propaganda de uma empresa de certificação digital (mecanismo de segurança que garante autenticidade, confidenciabilidade e integridade às informações eletrônicas). a) Aponte a relação de sentido que existe entre a mensagem verbal e a imagem. b) Forme uma frase correta e coerente com base em um verbo derivado da palavra burocracia. c) Estar com os dias contados é uma das dezenas de locuções formadas a partir do substantivo dia. Crie uma frase em que apareça uma dessas locuções (sem repetir, é claro, a locução utilizada na propaganda acima).

Questão 1
2011Matemática

(FUVEST 2011) Determine o conjunto de todos os nmeros reais x para os quais vale a desigualdade

Questão 1
2011Física

(Fuvest 2011 - 2 fase) Um forno solar simples foi construído com uma caixa de isopor, forrada internamente com papel alumínio e fechada com uma tampa de vidro de 40 cm 50 cm. Dentro desse forno, foi colocada uma pequena panela contendo 1 xícara de arroz e 300 ml de água à temperatura ambiente de 25 C. Suponha que os raios solares incidam perpendicularmente à tampa de vidro e que toda a energia incidente na tampa do forno a atravesse e seja absorvida pela água. Para essas condições, calcule: a) A potência solar total P absorvida pela água. b) A energia E necessária para aquecer o conteúdo da panela até 100 C. c) O tempo total T necessário para aquecer o conteúdo da panela até 100 C e evaporar 1/3 da água nessa temperatura (cozer o arroz). NOTE E ADOTE Potência solar incidente na superfície da Terra: 1 kW/m2 Densidade da água: 1g/cm3 Calor específico da água: 4 J/(g C) Calor latente de evaporação da água: 2200 J/g Desconsidere as capacidades caloríficas do arroz e da panela.

Questão 1
2011Química

(FUVEST 2011 - 2 fase) Os componentes principais dos leos vegetais so os triglicerdeos, que possuem a seguinte frmula genrica: Nessa frmula, os grupos R, R e R representam longas cadeias de carbono, com ou sem ligaes duplas. A partir dos leos vegetais, pode-se preparar sabo ou biodiesel, por hidrlise alcalina ou transesterificao, respectivamente. Para preparar sabo, tratam-se os triglicerdeos com hidrxido de sdio aquoso e, para preparar biodiesel, com metanol ou etanol. a) Escreva a equao qumica que representa a transformao de triglicerdeos em sabo. b) Escreva uma equao qumica que representa a transformao de triglicerdeos em biodiesel.

Questão 2
2011BiologiaHistória

(FUVEST - 2011) A passagem do modo de vida caador-coletor para um modo de vida mais sedentrio aconteceu h cerca de 12 mil anos e foi causada pela domesticao de animais e de plantas. Com base nessa informao, correto afirmar que

Questão 2
2011Biologia

(FUVEST - 2011) H doenas hereditrias que so causadas por mutaes no DNA mitocondrial. a) O risco de ocorrerem meninas e meninos afetados por essas doenas igual na prole de mulheres afetadas e na prole de homens afetados? Justifique sua resposta. b) Uma mutao no DNA mitocondrial pode estar presente nos espermatozoides dos afetados? Justifique sua resposta.

Questão 2
2011Física

(Fuvest 2011 - 2 fase) Num espetáculo de circo, um homem deita-se no chão do picadeiro e sobre seu peito é colocada uma tábua, de 30 cm 30 cm, na qual foram cravados 400 pregos, de mesmo tamanho, que atravessam a tábua. No clímax do espetáculo, um saco com 20 kg de areia é solto, a partir do repouso, de 5 m de altura em relação à tábua, e cai sobre ela. Suponha que as pontas de todos os pregos estejam igualmente em contato com o peito do homem. Determine: a) A velocidade do saco de areia ao tocar a tábua de pregos. b) A força média total aplicada no peito do homem se o saco de areia parar 0,05 s após seu contato com a tábua. c) A pressão, em N/cm2 , exercida no peito do homem por cada prego, cuja ponta tem 4 mm2 de área. NOTE E ADOTE Aceleração da gravidade no local: g = 10 m/s2 Despreze o peso da tábua com os pregos. Não tente reproduzir esse número de circo!

NOVIDADES
Kuadro