Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão
1999Português

(Fuvest 1999) A frase em que a grafia está inteiramente correta é:

Questão
1999Matemática

(Fuvest 1999) Um estudante terminou um trabalho que tinha n páginas. Para numerar todas essas páginas, iniciando com a página 1, ele escreveu 270 algarismos. Então o valor de n é:

Questão
1999Biologia

(FUVEST 1999) Um horticultor deseja obter indivíduos geneticamente idênticos (clones) auma samambaia comercialmente valiosa. Para alcançar esse objetivo ele deve

Questão
1999Português

(Fuvest -1999) Existe, hoje, uma percepo disseminada pela intelectualidade e por boa parte da opinio pblica mundial de uma grande e acelerada mudana operando em vrias dimenses da sociedade moderno-contempornea. No h, certamente, consenso sobre esse fenmeno, variando definies, terminologia e, sobretudo, avaliaes positivas, negativas ou matizadas. De qualquer modo, h uma tendncia macia para reconhecer o carter ampliado das mudanas econmicas e tecnolgicas que afetariam, com maior ou menor impacto, todas as sociedades do planeta, justificando o termo globalizao mesmo quando se critica a sua possvel banalizao como instrumento de conhecimento. Gilberto Velho, Revista de Cultura Brasileira, 03/98, n 1. Em relao s mudanas econmicas e tecnolgicas mencionadas no texto, correto afirmar que

Questão
1999História

(Fuvest 1999) Ao povo dei tanto privilégio quanto lhe bastasse, nada tirando ou acrescentando à sua honra; Quanto aos que tinham poder e eram famosos por sua riqueza, também tive cuidado para que não sofressem nenhum dano... e não permiti que nenhum dos dois lados triunfasse injustamente. Sobre esse texto, é correto afirmar que seu autor,

Questão
1999Matemática

(Fuvest 1999) A diferença entre 1/3 e seu valor aproximado 0,333 é igual a x% do valor exato. Então o valor de x é:

Questão
1999Português

(Fuvest 1999) Transforma-se o amador na cousa amada, por virtude do muito imaginar; no tenho, logo, mais que desejar, pois em mim tenho a parte desejada. Se nela est minhalma transformada, que mais deseja o corpo de alcanar? Em si somente pode descansar, pois consigo tal alma est liada. Mas esta linda e pura semideia, que, como um acidente em seu sujeito, assi co a alma minha se conforma, est no pensamento como ideia: e o vivo e puro amor de que sou feito, como a matria simples busca a forma. (Cames, ed. A. J. da Costa Pimpo) A relao semntica expressa pelo termo LOGO no verso No tenho, LOGO, mais que desejar ocorre igualmente em:

Questão
1999Matemática

(Fuvest 1999) O número de faces triangulares de uma pirâmide é 11. Pode-se, então, afirmar que esta pirâmide possui

Questão
1999Português

(Fuvest 1999) O espectador de olhar imediatista talvez tenha dificuldade para apreender a principal qualidade de KENOMA. Tal mérito não ocupa a tela de modo escancarado, mas por meio do acúmulo de imagens. É preciso aceitar o ritmo cadenciado e os silêncios da narrativa para perceber a sintonia da direção com o ambiente retratado - um grotão esquecido do Brasil, registrado por uma câmera realista, às vezes documental, mas com toques lúdicos. Mérito significativo em se tratando de um relato de investigação sobre uma realidade social e geográfica distante dos realizadores. Ainda mais em uma época tomada por filmes cujo ritmo acelerado impede a permanência das imagens na retina e a apreensão de seus significados após a sessão. (ÉPOCA, 31/08/98, p. 89) O termo MÉRITO em Tal MÉRITO não ocupa... refere-se a

Questão
1999Química

(Fuvest 1999) O esquema simplificado a seguir mostra como se pode obter ácido nítrico, HNO3, a partir de ar e água: Nesse esquema, água, NH3 e NO2 sofrem, respectivamente, (Obs: desproporcionamento = oxidação e redução simultânea do mesmo elemento numa dada substância.)

Questão
1999Matemática

(Fuvest 1999) O gráfico pode representar a função f(x) =

Questão
1999Física

(Fuvest 1999) Um disco de raio r gira com velocidade angular constante. Na borda do disco, está presa uma placa fina de material facilmente perfurável. Um projétil é disparado com velocidade em direção ao eixo do disco, conforme mostra a figura, e fura a placa no ponto A. Enquanto o projétil prossegue sua trajetória sobre o disco, a placa gira meia circunferência, de forma que o projétil atravessa mais uma vez o mesmo orifício que havia perfurado. Considere a velocidade do projétil constante e sua trajetória retilínea. O módulo da velocidade do projétil é:

Questão
1999Física

(Fuvest 1999) Um balão de pesquisa, cheio de gás hélio, está sendo preparado para sua decolagem. A massa do balão vazio (sem gás) é MB e a massa do gás hélio no balão é M. O balão está parado devido às cordas que o prendem ao solo. Se as cordas forem soltas, o balão iniciará um movimento de subida vertical com aceleração de 0,2 m/s2. Para que o balão permaneça parado, sem a necessidade das cordas, deve-se adicionar a ele um lastro de massa igual a:

Questão
1999Matemática

(Fuvest 1999) Se as matrizes A e B indicadas na figura adiante são tais que AB = BA, pode-se afirmar que

Questão
1999Física

(Fuvest 1999) Na figura, estão representadas as velocidades em função do tempo, desenvolvidas por um atleta, em dois treinos A e B, para uma corrida de 100 m rasos. Com relação aos tempos gastos pelo atleta para percorrer os 100 m, podemos afirmar que, aproximadamente,