Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
ITA
IME
IME
ENEM
ENEM
FUVEST
FUVEST
UNICAMP
UNICAMP
UNESP
UNESP
ESPCEX
ESPCEX
AFA
AFA
Questão 1
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2a fase) Em uma competio de vlei, esto inscritos 5 times. Pelo regulamento, todos os times devem se enfrentar apenas uma vez e, ao final da competio, eles sero classificados pelo nmero de vitrias. Dois ou mais times com o mesmo nmero de vitrias tero a mesma classificao. Em cada jogo, os times tm probabilidade de vencer. a) Explique por que 2 times no podem empatar na classificao com 4 vitrias cada um. b) Qual a probabilidade de que o primeiro classificado termine a competio com 4 vitrias? c) Qual a probabilidade de que os 5 times terminem empatados na classificao?

Questão 1
2018Química

(FUVEST - 2018 2 fase)Pequenas mudanças na estrutura molecular das substâncias podem produzir grandes mudanças em seu odor. São apresentadas as fórmulas estruturais de dois compostos utilizados para preparar aromatizantes empregados na indústria de alimentos. Esses compostos podem sofrer as seguintes transformações: I. O álcool isoamílico pode ser transformado em um éster que apresenta odor de banana. Esse éster pode ser hidrolisado com uma solução aquosa de ácido sulfúrico, liberando odor de vinagre. II. O ácido butírico tem odor de manteiga rançosa. Porém, ao reagir com etanol, transforma-se em um composto que apresenta odor de abacaxi. a) Escreva a fórmula estrutural do composto que tem odor de banana e a do composto com odor de abacaxi. b) Escreva a equação química que representa a transformação em que houve liberação de odor de vinagre.

Questão 1
2018Inglês

(FUVEST 2018 2 Fase - 2 dia) Levando em considerao que o texto busca caracterizar dois tipos de personagens encontradas nas obras de fico, responda em portugus: a) Como o texto caracteriza a personagem esttica? b) O que torna atraente a personagem dinmica

Questão 1
2018Português

(FUVEST -2018 - 2 FASE) Examine a propaganda, a) Considerando o contexto da propaganda, existe alguma relao de sentido entre a imagem estilizada dos dedos e as palavras digital e diferena? Explique. b) Sem alterar o modo verbal, reescreva o trecho Venha para a biometria. Cadastre suas digitais., passando os verbos para a primeira pessoa do plural e fazendo as modificaes necessrias.

Questão 1
2018Física

(FUVEST - 2018 - 2 FASE) Ncleos atmicos podem girar rapidamente e emitir raios . Nesse processo, o ncleo perde energia, passando sucessivamente por estados de energia cada vez mais baixos, at chegar ao estado fundamental, que o estado de menor energia desse sistema. Nos laboratrios onde esses ncleos so estudados, detectores registram dados dos pulsos da radiao emitida, obtendo informaes sobre o perodo de rotao nuclear. A perda de energia devido emisso de radiao eletromagntica altera o perodo de rotao nuclear. O grfico mostra quatro valores do perodo de rotao de um dos istopos do ncleo de rbio (158Er) durante um certo intervalo de tempo, obtidos a partir de dados experimentais. Obtenha o valor da a) velocidade angular de rotao, , do ncleo no instante t = 8 x10-12s, em rad/s b) acelerao angular mdia, , do ncleo entre os instantes t = 2 x10-12s e t = 8 x10-12s, em rad/s2; c) acelerao centrpeta, ac, de uma poro de matria nuclear localizada a uma distncia R = 6 x10-15m do eixo de rotao nuclear para o instante t = 8 x10-12s d) energia, E, emitida pelo 158Er sob a forma de radiao eletromagntica entre os instantes t = 2 x10-12s e t = 8 x10-12s

Questão 2
2018Biologia

(FUVEST 2018 - Segunda Fase) Caminhando por uma floresta, um estudante deparou com diversidade de hbitats e de grupos de plantas: rvores altas, como a araucria (ou pinheiro-do-paran), e rvores frutferas menores, como a pitangueira, ambas crescendo sob pleno sol; tambm encontrou muitas samambaias nas partes mais sombreadas da floresta; nos locais permanentemente midos do solo, havia musgo. a) Relacione os hbitats das araucrias e dos musgos com os processos de absoro e conduo de gua nessas plantas. b) Na tabela da pgina de respostas, os grupos de plantas esto ordenados de acordo com seu surgimento na evoluo das plantas terrestres. Complete a tabela: entre as plantas observadas pelo estudante, identifique representantes dos grupos listados na tabela; aponte uma estrutura que represente novidade evolutiva, diferenciando cada grupo do anterior.

Questão 2
2018Geografia

(Fuvest Segunda Fase - 2018)

Questão 2
2018Física

(FUVEST -2018 - 1 FASE )Cmeras digitais, como a esquematizada na figura, possuem mecanismos automticos de focalizao. Em uma cmera digital que utilize uma lente convergente com 20 mm de distncia focal, a distncia, em mm, entre a lente e o sensor da cmera, quando um objeto a 2 m estiver corretamente focalizado, , aproximadamente,

Questão 2
2018História

(FUVEST - 2018) Integrante da poderosa famlia dos Habsburgos, Jos II foi coroado imperador da ustria em 1765, um dos mais vigorosos centros da cultura europeia no sculo XVIII. a) A partir de elementos representados na pintura, aponte e explique duas caractersticas das sociedades europeias no perodo. b) Explique por que Jos II considerado um dspota esclarecido.

Questão 2
2018Matemática

(FUVEST - 2018 - 2a fase) Considere as funesedefinidas por f(x) = senx e g(x) = cosx. Sendo f e g bijetoras, existem funes f-1e g-1tais que f-1f = ff-1= id e g-1g = gg-1= id, em que id a funo identidade. a) Para, mostre que. b) Mostre que.

Questão 2
2018Física

(FUVEST - 2018 - 2 FASE)Um grupo de alunos, em uma aula de laboratrio, eletriza um canudo de refrigerante por atrito, com um leno de papel. Em seguida, com o canudo, eles eletrizam uma pequena esfera condutora, de massa 9 g, inicialmente neutra, pendurada em um fio de seda isolante, de comprimento L, preso em um ponto fixo P. No final do processo, a esfera e o canudo esto com cargas de sinais opostos. a) Descreva as etapas do processo de eletrizao da esfera. Em seguida, os alunos colocam a esfera eletrizada (E1) em contato com outra esfera (E2), idntica primeira, eletricamente neutra e presa na extremidade de outro fio de seda isolante, tambm de comprimento L, fixo no ponto P. O sistema adquire a configurao ilustrada na figura, sendo d = 8 cm Para o sistema em equilbrio nessa configurao final, determine b) o mdulo da tenso em um dos fios isolantes; c) o mdulo da carga q2da esfera E2; d) a diferena N entre o nmero de eltrons e de prtons na esfera E2aps a eletrizao.

Questão 2
2018Português

(FUVEST -2018 - 2 FASE) Leia o texto e responda ao que se pede. Da idade No posso aprovar a maneira por que entendemos a durao da vida. Vejo que os filsofos lhe assinam* um limite bem menor do que o fazemos comumente. (...) Os [homens] que falam de uma certa durao normal da vida, estabelecem-na pouco alm. Tais ideias seriam admissveis se existisse algum privilgio capaz de os colocar fora do alcance dos acidentes, to numerosos, a que estamos todos expostos e que podem interromper essa durao com que nos acenam. E pura fantasia imaginar que podemos morrer de esgotamento em virtude de uma extrema velhice, e assim fixar a durao da vida, pois esse gnero de morte o mais raro de todos. E a isso chamamos morte natural como se fosse contrrio natureza um homem quebrar a cabea numa queda, afogar-se em algum naufrgio, morrer de peste ou de pleurisia; como se na vida comum no esbarrssemos a todo instante com esses acidentes. No nos iludamos com belas palavras; no denominemos natural o que apenas exceo e guardemos o qualificativo para o comum, o geral, o universal. Morrer de velhice coisa que se v raramente, singular e extraordinria e portanto menos natural do que qualquer outra. a morte que nos espera ao fim da existncia, e quanto mais longe de ns menos direito temos de a esperar. Michel de Montaigne, Ensaios. Editora 34. Trad. de Srgio Milliet *assinar: fixar, indicar. a) No texto, o autor retifica o que corriqueiramente se entende por morte natural? Justifique. b) A que palavra ou expresso se referem, respectivamente, os pronomes destacados no trecho Vejo que os filsofos lhe assinam um limite bem menor do que o fazemos comumente?

Questão 2
2018Química

(FUVEST - 2018 2 fase)A reação química de hidrólise de ésteres de ácidos carboxílicos é catalisada por ácidos e segue uma cinética de primeira ordem. Uma solução aquosa 0,1 mol/L de acetato de etila praticamente não apresenta hidrólise em pH = 7; porém, ao se adicionar HCl até a concentração de 0,1 mol/L, observa-se hidrólise, de modo que a concentração de éster cai pela metade a cada 17,5 horas, ou seja, o tempo de meia-vida da reação de hidrólise do acetato de etila é considerado constante e igual a 17,5 horas. A reação prossegue até praticamente todo o éster reagir. No quadriculado da folha de respostas, esboce os gráficos das concentrações de éster (acetato de etila), de álcool (etanol) e de HCl ao longo do tempo para essa reação, nomeando a curva referente a cada composto. Justifique sua resposta.

Questão 3
2018Geografia

(Fuvest Segunda Fase - 2018) a) Qual a regio brasileira com maior potencial heliotrmico para absoro de energia solar? Explique o potencial heliotrmico da regio Amaznica. b) Cite duas vantagens da gerao heliotrmica de eletricidade e explique uma dessas vantagens em comparao com outras fontes de energia utilizadas para esse fim

Questão 3
2018Português

(FUVEST -2018 - 2 FASE) Examine a transcrio do depoimento de Eduardo Koge, lder indgena de Tadarimana, MT. Ns vivemos aqui que nem gado. Tem a cerca e ns no podemos sair dessa cerca. Tem que viver s do que tem dentro da cerca. , ns vivemos que nem boi no curral. Paulo A. M. Isaac, Drama da educao escolar indgena BeBororo. a) Nos trechos Tem a cerca... e Tem que viver..., o verbo ter assume sentidos diferentes? Justifique. b) Reescreva, em um nico perodo, os trechos Ns vivemos aqui que nem gado e ns no podemos sair dessa cerca, empregando discurso indireto. Comece o perodo conforme indicado na pgina de respostas.

NOVIDADES
Kuadro