Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão 53
2004Geografia

(FUVEST - 2004 - 1a fase) O conhecimento tradicional prprio de comunidades locais desperta a ateno de empresas transnacionais no Brasil, devido

Questão 54
2004Geografia

(FUVEST - 2004 - 1a fase) O cartograma representa a hidrovia Paran-Paraguai, parcialmente implementada. Para o Brasil, a concluso da obra

Questão 55
2004Geografia

(FUVEST - 2004 - 1a fase) A partir da dcada de oitenta do sculo XX, programas agrcolas promoveram o desenvolvimento da regio centro-oeste do Brasil. Isso foi realizado com grande aplicao de capital e utilizao de tcnicas agrcolas avanadas. Podemos afirmar que a substituio das formaes do cerrado pela agricultura mecanizada, entre outras caractersticas,

Questão 56
2004Geografia

(FUVEST - 2004 - 1a fase) O Campus da USP Butant dista, aproximadamente, 23 km do Campus da USP Zona Leste e 290 km do Campus da USP Ribeiro Preto, em linha reta. Para representar essas distncias em mapas, com dimenses das pginas desta prova, as escalas que mostraro mais detalhes sero, respectivamente,

Questão 57
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Joo est parado em um posto de gasolina quando v o carro deseu amigo, passando por um ponto P, na estrada, a 60 km/h. Pretendendo alcan-lo, Jooparte com seu carro e passa pelo mesmo ponto P, depois de 4 minutos, j a 80 km/h. Considere que ambos dirigem com velocidades constantes. Medindo o tempo, a partir de suapassagem pelo ponto P, Joo dever alcanar seu amigo, aproximadamente, em

Questão 58
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Um recipiente de isopor, que um bom isolante trmico, tem em seu interior gua e gelo emequilbrio trmico. Num dia quente, a passagem de calor por suas paredes pode ser estimada,medindo-se a massa de gelo Q presente no interior do isopor, ao longo de algumas horas,como representado no grfico. Esses dados permitem estimar a transferncia de calor peloisopor, como sendo, aproximadamente, de Calor latente de fuso do gelo 320 kJ/kg

Questão 59
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Um cilindro contm uma certa massa M0 de um gs a T0 = 7C (280 K) epresso P0. Ele possui uma vlvula de segurana que impede a presso interna de alcanarvalores superiores a P0. Se essa presso ultrapassar P0, parte do gs liberada para oambiente. Ao ser aquecido at T = 77C (350 K), a vlvula do cilindro libera parte do gs,mantendo a presso interna no valor P0. No final do aquecimento, a massa de gs quepermanece no cilindro , aproximadamente, de

Questão 60
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Um jovem, em uma praia do Nordeste, v a Lua a Leste,prxima ao mar. Ele observa que a Lua apresenta sua metade superior iluminada, enquanto a metade inferior permanece escura. Essa mesma situao, vista do espao, a partir de um satlite artificial da Terra, que se encontra no prolongamento do eixo que passa pelos plos, est esquematizada (parcialmente) na figura, onde J a posio do jovem. Pode-se concluir que, nesse momento, a direo dos raios solares que se dirigem para a Terra melhor representada por

Questão 61
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Dois discos, A e B, de mesma massa M, deslocam-se com velocidades VA =V0 e VB = 2V0, como na figura, vindo a chocar-se um contra o outro. Aps o choque, que no elstico, o disco B permanece parado. Sendo E1 a energia cintica total inicial (E1 = 5MV0/2) , a energia cintica total E2, aps o choque, :

Questão 62
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Nos manuais de automveis, a caracterizao dosmotores feita em cv (cavalo-vapor). Essa unidade, proposta no tempodas primeiras mquinas a vapor, correspondia capacidade de umcavalo tpico, que conseguia erguer, na vertical, com auxlio de umaroldana, um bloco de 75 kg, com velocidade de mdulo 1,0 m/s. Para subir uma ladeira com aclive de 10%, como a da figura, um carrode 1 000 kg, mantendo uma velocidade constante de mdulo 15 m/s(54 km/h), desenvolve uma potncia til que, em cv, , aproximadamente,de: (Adote g=10 m/s.)

Questão 63
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Pequenas esferas, carregadas com cargas eltricas negativas de mesmo mdulo Q, esto dispostas sobre um anel isolante e circular, como indicado na figura 1. Nessa configurao, a intensidade da fora eltrica que age sobre uma carga de prova negativa, colocada no centro do anel (ponto P), F1. Se forem acrescentadas sobre o anel trs outras cargas de mesmo mdulo Q, mas positivas, como na figura 2, a intensidade da fora eltrica no ponto P passar a ser :

Questão 64
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Seis pilhas iguais, cada uma com diferena de potencial V, esto ligadas a um aparelho, com resistncia eltrica R, na forma esquematizada na figura. Nessas condies, a corrente medida pelo ampermetro A, colocado na posio indicada, igual a

Questão 65
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Dois anis circulares iguais, A e B, construdos com fio condutor, esto frente a frente. O anel A est ligado a um gerador, que pode lhe fornecer uma corrente varivel. Quando a corrente i que percorre A varia como no Grfico I, uma corrente induzida em B e surge, entre os anis, uma fora repulsiva, (representada como positiva), indicada no Grfico II. Considere agora a situao em que o gerador fornece ao anel A uma corrente como indicada no Grfico III. Nesse caso, a fora entre os anis pode ser representada por

Questão 66
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Um alto-falante fixo emite um som cuja frequncia F,expressa em Hz, varia em funo do tempo t na forma F (t) = 1 000 + 200t.Em determinado momento, o alto-falante est emitindo um som comuma frequncia F1 = 1 080 Hz.Nesse mesmo instante, uma pessoa P, parada a uma distncia D = 34 mdo alto-falante, est ouvindo um som com uma frequncia F2, aproximadamente,igual a:

Questão 67
2004Física

(FUVEST - 2004 - 1a fase) Desejando fotografar a imagem, refletida por um espelho plano vertical, de uma bola, colocada no ponto P, uma pequena mquina fotogrfica posicionada em O, como indicado na figura, registrando uma foto. Para obter outra foto, em que a imagem refletida da bola aparea com dimetro duas vezes menor, dentre as posies indicadas, a mquina poder ser posicionada somente em A figura, vista de cima, esquematiza a situao, estando os pontos representados no plano horizontal que passa pelo centro da bola.