Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão 25
2017HistóriaFilosofia

(FUVEST - 2017)Em relao tica e justia na vida poltica da Grcia Clssica, correto afirmar:

Questão 26
2017História

(FUVEST - 2017)Em uma significativa passagem da tragdia Macbeth, de Shakespeare, seu personagem principal declara: Ouso tudo o que prprio de um homem; quem ousa fazer mais do que isso no o . De acordo com muitos intrpretes, essa postura revela, com extraordinria clareza, toda a audcia da experincia renascentista. Com relao cultura humanista, correto afirmar que

Questão 27
2017História

(FUVEST - 2017) Os ensaios sediciosos do final do sculo XVIII anunciam a eroso de um modo de vida. A crise geral do Antigo Regime desdobra-se nas reas perifricas do sistema atlntico pois essa a posio da Amrica portuguesa , apontando para a emergncia de novas alternativas de ordenamento da vida social. Istvn Jancs, A Seduo da Liberdade. In: Fernando Novais,Histria da Vida Privada no Brasil, v.1.So Paulo: Companhia das Letras, 1997. Adaptado. A respeito das rebelies contra o poder colonial portugus na Amrica, no perodo mencionado no texto, correto afirmar que,

Questão 28
2017História

(FUVEST - 2017) Encontram-se assinaladas no mapa, sobre as fronteiras dos pases atuais, as rotas eurasianas de comrcio a longa distncia que, no incio da Idade Moderna, cruzavam o Imprio Otomano, demarcado pelo quadro. A respeito dessas rotas, das regies que elas atravessavam e das relaes de poder que elas envolviam, correto afirmar que

Questão 29
2017História

(FUVEST - 2017) Nveis per capita de industrializao, 1750-1913 (Reino Unido em 1900 = 100) Ronald Findlay e Kevin ORourke. Power and Plenty: Trade, War, and the World Economy in the Second Millennium. Princeton: Princeton University Press, 2007. Adaptado. Com base na tabela, correto afirmar:

Questão 29
2017Geografia

(FUVEST - 2017) Com base na tabela, correto afirmar:

Questão 30
2017História

(FUVEST - 2017) No Brasil, do mesmo modo que em muitos outros pases latinoamericanos, as dcadas de 1870 e 1880 foram um perodo de reforma e de compromisso com as mudanas. De maneira geral, podemos dizer que tal movimento foi uma reao s novas realidades econmicas e sociais resultantes do desenvolvimento capitalista no s como fenmeno mundial mas tambm em suas manifestaes especificamente brasileiras. Emlia Viotti da Costa, Brasil: a era da reforma, 18701889. In: Leslie Bethell, Histria da Amrica Latina, v.5. So Paulo: Edusp, 2002. Adaptado. A respeito das mudanas ocorridas na ltima dcada do Imprio do Brasil, cabe destacar a reforma

Questão 31
2017Geografia

(FUVEST 2017)Leia o texto e observe a imagem. A partir do texto e da imagem, pode-se afirmar corretamente que

Questão 31
2017HistóriaSociologia

(FUVEST 2017) Leia o texto e observe a imagem. A partir do texto e da imagem, podese afirmar corretamente que

Questão 32
2017História

(FUVEST - 2017) Mas o pecado maior contra a Civilizao e o Progresso, contra o Bom Senso e o Bom Gosto e at os Bons Costumes, que estaria sendo cometido pelo grupo de regionalistas a quem se deve a ideia ou a organizao deste Congresso, estaria em procurar reanimar no s a arte arcaica dos quitutes finos e caros em que se esmeraram, nas velhas casas patriarcais, algumas senhoras das mais ilustres famlias da regio, e que est sendo esquecida pelos doces dos confeiteiros franceses e italianos, como a arte popular como a do barro, a do cesto, a da palha de Ouricuri, a de piaava, a dos cachimbos e dos santos de pau, a das esteiras, a dos ex-votos, a das redes, a das rendas e bicos, a dos brinquedos de meninos feitos de sabugo de milho, de canudo de mamo, de lata de doce de goiaba, de quenga de coco, de cabaa - que , no Nordeste, o preparado do doce, do bolo, do quitute de tabuleiro, feito por mos negras e pardas com uma percia que iguala, e s vezes excede, a das sinhs brancas. Gilberto Freyre. Manifesto regionalista (7 ed.). Recife: FUNDAJ, Ed. Massangana, 1996. De acordo com o texto de Gilberto Freyre, o Manifesto regionalista, publicado em 1926,

Questão 33
2017História

(FUVEST 2017) No nos esqueamos de que este um tempo de abertura. Vivemos sob o signo da anistia que esquecimento, ou devia ser. Tempo que pede conteno e pacincia. Sofremos todo mpeto agressivo. Adocemos os gestos. O tempo de perdo. (...) Esqueamos tudo isto, mas cuidado! No nos esqueamos de enfrentar, agora, a tarefa em que fracassamos ontem e que deu lugar a tudo isto. No nos esqueamos de organizar a defesa das instituies democrticas contra novos golpistas militares e civis para que em tempo algum do futuro ningum tenha outra vez de enfrentar e sofrer, e depois esquecer os conspiradores, os torturadores, os censores e todos os culpados e coniventes que beberam nosso sangue e pedem nosso esquecimento. Darcy Ribeiro. Rquiem, Ensaios inslitos. Porto Alegre: LPM, 1979. O texto remete anistia e reflexo sobre os impasses da abertura poltica no Brasil, no perodo final do regime militar, implantado com o golpe de 1964. Com base nessas referncias, escolha a alternativa correta.

Questão 34
2017HistóriaGeografia

(FUVEST 2017) Um elemento essencial para a evoluo da dieta humana foi a transio para a agricultura como o modo primordial de subsistncia. A Revoluo Neoltica estreitou dramaticamente o nicho alimentar ao diminuir a variedade de mantimentos disponveis; com a virada para a agricultura intensiva, houve um claro declnio na nutrio humana. Por sua vez, a industrializao recente do sistema alimentar mundial resultou em uma outra transio nutricional, na qual as naes em desenvolvimento esto experimentando, simultaneamente, subnutrio e obesidade. George J. Armelagos, Brain Evolution, the Determinates of Food Choice, and the Omnivores Dilemma, Critical Reviews in Food Science and Nutrition, 2014. Adaptado. A respeito dos resultados das transformaes nos sistemas alimentares descritas pelo autor, correto afirmar:

Questão 35
2017Geografia

(FUVEST 2017)Vrias cidades europeias sofreram inundaes em 2016. A inundao do rio Sena, em Paris, Frana, excedeu o leito do rio em mais de 6 metros, mas no ultrapassou a inundao histrica de 1910, quando o rio extravasou 8 metros. As figuras mostram as transformaes do curso do rio Sena e de seu entorno, ocupado pelo homem, desde o passado no Neoltico at os dias atuais. De acordo com as informaes apresentadas, correto afirmar:

Questão 36
2017Geografia

(FUVEST 2017) Cada vez mais pessoas fogem da guerra, do terror e da miséria econômica que assolam algumas nações do Oriente Médio e da África. Elas arriscam suas vidas para chegar à Europa. Segundo estimativas da Agência da ONU para Refugiados, até novembro de 2015, mais de 850 mil refugiados e imigrantes haviam chegado por mar à Europa naquele ano. Garton Ash, Timothy. Europa e a volta dos muros. O Estado de S. Paulo, 29/11/2015. Adaptado. Sobre a questão dos refugiados, no final de 2015, considere as três afirmações seguintes: A criação de fronteiras políticas no continente africano, resultantes da partilha colonial, incrementou os conflitos étnicos, corroborando o elevado número de refugiados, como nos casos do Sudão e Sudão do Sul. Além das mortes em conflito armado, da intensificação da pobreza e da insegurança alimentar, a guerra civil na Síria levou um contingente expressivo de refugiados para a Europa. A política do apartheid teve grande influência na Nigéria, país de origem do maior número de refugiados do continente africano, em decorrência desse movimento separatista. Está correto o que se afirma em

Questão 37
2017Geografia

(FUVEST 2017)Anamorfose geográfica representa superfícies dos países em áreas proporcionais a uma determinada quantidade. Observe as seguintes anamorfoses: Nas alternativas apresentadas, os títulos que identificam de forma correta as anamorfoses I e II são, respectivamente: