Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
ITA
IME
IME
ENEM
ENEM
FUVEST
FUVEST
UNICAMP
UNICAMP
UNESP
UNESP
ESPCEX
ESPCEX
AFA
AFA
Questão 88
2013Inglês

(FUVEST 2013) Time was, advertising was a relatively simple undertaking: buy some print space and airtime, create the spots, and blast them at a captive audience. Todayits chaos: while passive viewers still exist, mostly we pick and choose what to consume, ignoring ads with a touch of the DVR remote. Ads are forced to become more like content, and the best aim to engage consumers so much that they pass the material on to friends by email, Twitter, Facebook who will pass it on to friends, who will you get the picture. In the industry, viral has become a usefully vague way to describe any campaign that spreads from person to person, acquiring its own momentum. Its not that online advertising has eclipsed TV, but it has become its full partner and in many ways the more substantive one, a medium in which the audience must be earned, not simply bought. Newsweek, March 26 April 2, 2012. Adaptado Afirma-se, no texto, que, diferentemente da TV, na publicidade online a audiência tem de ser

Questão 89
2013Inglês

(FUVEST 2013) Missing Out: In Praise of the Unlived Life is Adam Phillipss 17th book and is a characteristic blend of literary criticism and philosophical reflection packaged around a central idea. The theme here is missed opportunities, roads not taken, alternative versions of our lives and ourselves, all of which, Phillips argues, exert a powerful hold over our imaginations. Using a series of examples and close readings of authors including Philip Larkin and Shakespeare, the booksuggests that a broader understanding of lifes inevitable disappointments and thwarted desires can enable us to live fuller, richer lives. Good things come to those who wait. Does he see himself as a champion of frustration? Im not on the side of frustration exactly, so much as the idea that one has to be able to bear frustration in order for satisfaction to be realistic. Im interested in how the culture of consumer capitalism depends on the idea that we cant bear frustration, so that every time we feel a bit restless or bored or irritable, we eat, or we shop. guardian.co.uk, 1 June 2012. Adaptado. Segundo o texto, o livro Missing Out: In Praise of the Unlived Life sugere que

Questão 90
2013Inglês

(FUVEST 2013) Missing Out: In Praise of the Unlived Life is Adam Phillipss 17th book and is a characteristic blend of literary criticism and philosophical reflection packaged around a central idea. The theme here is missed opportunities, roads not taken, alternative versions of our lives and ourselves, all of which, Phillips argues, exert a powerful hold over our imaginations. Using a series of examples and close readings of authors including Philip Larkin and Shakespeare, the booksuggests that a broader understanding of lifes inevitable disappointments and thwarted desires can enable us to live fuller, richer lives. Good things come to those who wait. Does he see himself as a champion of frustration? Im not on the side of frustration exactly, so much as the idea that one has to be able to bear frustration in order for satisfaction to be realistic. Im interested in how the culture of consumer capitalism depends on the idea that we cant bear frustration, so that every time we feel a bit restless or bored or irritable, we eat, or we shop. guardian.co.uk, 1 June 2012. Adaptado. No texto, em resposta à pergunta Does he see himself as a champion of frustration?, o autor do livro argumenta ser necessário que as pessoas

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) Uma das primeiras estimativas do raio da Terra atribuda a Eratstenes, estudioso grego que viveu, aproximadamente, entre 275 a.C. e 195 a.C. Sabendo que em Assu, cidade localizada no sul do Egito, ao meio dia do solstcio de vero, um basto vertical no apresentava sombra, Eratstenes decidiu I investigar o que ocorreria, nas mesmas condies, em Alexandria, cidade no norte do Egito. O estudioso observou que, em Alexandria, ao meio dia do solstcio de vero, um basto vertical apresentava sombra e determinou o ngulo entre as direes do basto e de incidncia dos raios de sol. O valor do raio da Terra, obtido a partir de e da distncia entre Alexandria e Assu foi de, aproximadamente, 7500 km. O ms em que foram realizadas as observaes e o valor aproximado de so

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) Na figura abaixo, est representado o ciclo celular. Na fase S, ocorre sntese de DNA; na fase M, ocorre a mitose e, dela, resultam novas clulas, indicadas no esquema pelas letras C. Considerando que, em G1, existe um par de alelos Bb, quantos representantes de cada alelo existiro ao final de S e de G2 e em cada C?

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) Um fton, com quantidade de movimento na direo e sentido do eixo x, colide com um eltron em repouso. Depois da coliso, o eltron passa a se mover com quantidade de movimento , no plano xy, como ilustra a figura .Dos vetores abaixo, o nico que poderia representar a direo e sentido da quantidade de movimento do fton, aps a coliso,

Questão
2013Biologia

(FUVEST - 2013) A figura representa uma hiptese das relaes evolutivas entre algunsgrupos animais. De acordo com essa hiptese, a classificao dos animais em Vertebrados e Invertebrados:

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) Um raio proveniente de uma nuvem transportou para o solo uma carga de 10 C sob uma diferena de potencial de 100 milhes de volts. A energia liberada por esse raio

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) No circuito da figura, a diferena de potencial, em mdulo, entre os pontos A e B de

Questão
2013Redação

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) A extremidade de uma fibra tica adquire o formato arredondado de uma microlente ao ser aquecida por um laser, acima da temperatura de fuso. A figura abaixo ilustra o formato da microlente para tempos de aquecimento crescentes (t1 t2 t3). Considere as afirmaes: I. O raio de curvatura da microlente aumenta com tempos crescentes de aquecimento. II. A distncia focal da microlente diminui com tempos crescentes de aquecimento. III. Para os tempos de aquecimento apresentados na figura, a microlente convergente. Est correto apenas o que se afirma em

Questão
2013BiologiaQuímica

(FUVEST 2013 - 2 fase)Observe a imagem, que apresenta uma situao de intensa poluio do ar que danifica veculos, edifcios, monumentos, vegetao e acarreta transtornos ainda maiores para a populao. Trata-se de chuvas com poluentes cidos ou corrosivos produzidos por reaes qumicas na atmosfera. Com base na figura e em seus conhecimentos, a) identifique, em A, dois xidos que se destacam e, em B, os cidos que geram a chuva cida, originados na transformao qumica desses xidos. Responda no quadro da pgina de respostas. b) explique duas medidas adotadas pelo poder pblico para minimizar o problema da poluio atmosfrica na cidade de So Paulo.

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) Uma flauta andina, ou flauta de p, constituda por uma srie de tubos de madeira, de comprimentos diferentes, atados uns aos outros por fios vegetais. As extremidades inferiores dos tubos so fechadas. A frequncia fundamental de ressonncia em tubos desse tipo corresponde ao comprimento de onda igual a 4 vezes o comprimento do tubo. Em uma dessas flautas, os comprimentos dos tubos correspondentes, respectivamente, s notas Mi (660 Hz) e L (220 Hz) so, aproximadamente,

Questão
2013Física

(Fuvest 2013 1 fase) O pndulo de um relgio constitudo por uma haste rgida com um disco de metal preso em uma de suas extremidades. O disco oscila entre as posies A e C, enquanto a outra extremidade da haste permanece imvel no ponto P. A figura abaixo ilustra o sistema. A fora resultante que atua no disco quando ele passa por B, com a haste na direo vertical, (Note e adote: g a acelerao local da gravidade.)

Questão
2013RedaçãoPortuguês

(FUVEST - 2013) Vivendo e... Eu sabia fazer pipa e hoje no sei mais. Duvido que se hoje pegasse uma bola de gude conseguisse equilibr-la na dobra do dedo indicador sobre a unha do polegar, quanto mais jog-la com a1preciso que tinha quando era garoto. (...) Juntando-se as duas mos de um determinado jeito, com os polegares para dentro, e assoprando pelo buraquinho, tirava-se um silvo bonito que inclusive variava de tom conforme o posicionamento das mos. Hoje no sei mais que jeito esse. Eu sabia a2frmula de fazer cola caseira. Algo envolvendo farinha e gua e3muita confuso na cozinha, de onde ramos expulsos sob ameaas. Hoje no sei mais. A gente comeava a contar depois de ver um relmpago e11o nmero a que chegasse quando ouvia a trovoada, multiplicado por outro nmero, dava a4distncia exata do relmpago. No me lembro mais dos nmeros. (...) 12Lembro o orgulho com que consegui, pela primeira vez, cuspir corretamente pelo espao adequado entre os dentes de cima e a ponta da lngua de modo que o cuspe ganhasse distncia e pudesse ser mirado. Com prtica, conseguia-se controlar a5trajetria elptica da cusparada com uma6mnima margem de erro. Era7puro instinto. Hoje o mesmo feito requereria8complicados clculos de balstica, e eu provavelmente s acertaria a frente da minha camisa. Outra9habilidade perdida. Na verdade, deve-se revisar aquela antiga frase. vivendo e .................... . No falo daquelas13coisas que deixamos de fazer porque no temos mais as condies fsicas e a coragem de antigamente, como subir em bonde andando mesmo porque14no h mais bondes andando. Falo da sabedoria desperdiada, das10artes que nos abandonaram. Algumas at teis. Quem nunca desejou ainda ter o cuspe certeiro de garoto para acertar em algum alvo contemporneo, bem no olho, e depois sair correndo? Eu j. Lus F. Verssimo, Comdias para se ler na escola. A palavra que o cronista omite no ttulo, substituindo-a por reticncias, ele a emprega no ltimo pargrafo, na posio marcada como pontilhado. Tendo em vista o contexto, conclui-se que se trata da palavra

NOVIDADES
Kuadro