Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
ITA
IME
IME
ENEM
ENEM
FUVEST
FUVEST
UNICAMP
UNICAMP
UNESP
UNESP
ESPCEX
ESPCEX
AFA
AFA
Questão
2014Química

(FUVEST 2014 - 2 fase)Nos anos de 1970, o uso do inseticida DDT, tambm chamado de 1,1,1-tricloro-2,2-bis (para-clorofenil)etano, foi proibido em vrios pases. Essa proibio se deveu toxicidade desse inseticida, que solvel no tecido adiposo dos animais. Para monitorar sua presena em um ambiente marinho do litoral canadense, amostras de ovos de gaivotas, recolhidos nos ninhos, foram analisadas. O grfico ao lado mostra a variao da concentrao de DDE (um dos produtos gerados pela degradao do DDT) nos ovos, ao longo dos anos. a) No perodo de 1970 a 1985, foi observada uma diminuio significativa da concentrao de DDE nos ovos das gaivotas. A partir de 1970, quanto tempo levou para que houvesse uma reduo de 50% na concentrao de DDE? b) O DDE formado, a partir do DDT, pela eliminao de HCl. Escreva, usando frmulas estruturais, a equao qumica que representa a formao do DDE a partir do DDT. c) Um estudo realizado no litoral dos EUA mostrou que a concentrao total de DDT e de seus derivados na gua do mar era cerca de ppm; no fitoplncton, ppm; em peixes pequenos, 0,5 ppm; em peixes grandes, 2 ppm; e, em aves marinhas, 25 ppm. D uma explicao para o fato de a concentrao dessas substncias aumentar na ordem apresentada.

Questão
2014Física

(FUVEST 2014 - 1 FASE) O resultado do exame de audiometria de uma pessoa mostrado nas figuras abaixo. Os grficos representam o nvel de intensidade sonora mnima I, em decibis (dB), audvel por suas orelhas direita e esquerda, em funo da frequncia f do som, em kHz. A comparao desse resultado com o de exames anteriores mostrou que, com o passar dos anos, ela teve perda auditiva. Com base nessas informaes, foram feitas as seguintes afirmaes sobre a audio dessa pessoa: Ela ouve sons de frequncia de 6 kHz e intensidade de 20 dB com a orelha direita, mas no com a esquerda. Um sussurro de 15 dB e frequncia de 0,25 kHz ouvido por ambas as orelhas. A diminuio de sua sensibilidade auditiva, com o passar do tempo, pode ser atribuda a degeneraes dos ossos martelo, bigorna e estribo, da orelha externa, onde ocorre a converso do som em impulsos eltricos. correto apenas o que se afirma em

Questão
2014Geografia

(FUVEST 2014 - 2 fase) O perfil topogrfico, abaixo, apresenta alguns aspectos estruturais da vegetao nativa e do comportamento dos totais anuais de chuva em um segmento que se estende do litoral at os contrafortes da Serra da Mantiqueira. Com base nessas informaes e em seus conhecimentos, atenda ao que se pede. a) Das sees numeradas de 1 a 18, considere as que correspondem Serra do Mar, identificando aquela onde, tendo em vista os fatores naturais, os processos erosivos podem ser mais frequentes e intensos. Justifique. b) Observe que, na encosta escarpada da Serra da Mantiqueira, a estatura da vegetao aumenta em direo s partes mais baixas. Identifique duas causas desse fenmeno. Explique.

Questão
2014Química

(FUVEST - 2014) A aparelhagem esquematizada na figura abaixo pode ser utilizada para identificar gases ou vapores produzidos em transformaes qumicas. No frasco 1, cristais azuis de CoC2 anidro adquirem colorao rosa em contato com vapor dgua. No frasco 2, a soluo aquosa saturada de Ca(OH)2 turva-se em contato com CO2(g). Utilizando essa aparelhagem em trs experimentos distintos, um estudante de Qumica investigou os produtos obtidos em trs diferentes processos: I. aquecimento de CaCO3 puro; II. combusto de uma vela; III. reao de raspas de Mg(s) com HC(aq). O aparecimento de colorao rosa nos cristais de CoC2 anidro e a turvao da soluo aquosa de Ca(OH)2 foram observados, simultaneamente, em

Questão
2014Biologia

(FUVEST 2014) As plantas podem reproduzir-se sexuada ou assexuadamente, e cada um desses modos de reprodução tem impacto diferente sobre a variabilidade genética gerada. Analise as seguintes situações: plantação de feijão para subsistência, em agricultura familiar; plantação de variedade de cana-de-açúcar adequada à região, em escala industrial; recuperação de área degradada, com o repovoamento por espécies de plantas nativas. Com base na adequação de maior ou menor variabilidade genética para cada situação, a escolha da reprodução assexuada é a indicada para

Questão
2014FísicaMatemática

(FUVEST 2014 - 2 FASE) Um corpo de massa M desliza sem atrito, sujeito a uma fora gravitacional vertical uniforme, sobre um escorregador logartmico: suas coordenadas (x, y) no plano cartesiano, que representam distncias medidas em metros, pertencem ao grfico da funo f(x) = log_{\frac{1}{2}}x+4. O corpo comea sua trajetria, em repouso, no ponto A, de abscissa x =1, e atinge o cho no ponto B, de ordenada y = 0, conforme figura ao lado. No levando em conta as dimenses do corpo e adotando 10 m/scomo o valor da acelerao da gravidade, a) encontre a abscissa do ponto B; b) escreva uma expresso para a energia mecnica do corpo em termos de sua massa M, de sua altura y e de sua velocidade escalar v; c) obtenha a velocidade escalar v como funo da abscissa do ponto ocupado pelo corpo; d) encontre a abscissa do ponto a partir do qual b maior do que.

Questão
2014Química

(FUVEST 2014 - 2 fase) O observatrio de Mauna Loa, no Hava, faz medies dirias da concentrao de dixido de carbono na atmosfera terrestre. No dia 09 de maio de 2013, a concentrao desse gs atingiu a marca de 400 ppm. O grfico abaixo mostra a curva de crescimento da concentrao de dixido de carbono ao longo dos anos (curva B) e, tambm, a curva que seria esperada, considerando o CO2 gerado pelo consumo de combustveis fsseis (curva A). ] a) Escreva a equao qumica balanceada que representa a reao que ocorre no motor de um carro movido a gasolina (), e que resulta na liberao de e vapor de gua para a atmosfera. b) A concentrao de na atmosfera, na poca pr-industrial, era de 280,0 ppm. Adotando o valor de 400,4 ppm para a concentrao atual, calcule a variao percentual da concentrao de em relao ao valor da poca pr-industrial. c) D uma explicao para o fato de os valores observados (representados na curva B) serem menores do que os valores esperados (representados na curva A).

Questão
2014Física

(FUVEST 2014 - 1 FASE)Partculas com carga eltrica positiva penetram em uma cmara em vcuo,onde h, em todo seu interior, um campo eltrico de mdulo E e um campo magntico demdulo B, ambos uniformes e constantes, perpendiculares entre si, nas direes e sentidosindicados na figura. As partculas entram na cmara com velocidades perpendiculares aoscampos e de mdulos v1 (grupo 1), v2 (grupo 2) e v3 (grupo 3). As partculas do grupo 1 tm suatrajetria encurvada em um sentido, as do grupo 2, em sentido oposto, e as do grupo 3 no tmsua trajetria desviada. A situao est ilustrada na figura abaixo. Considere as seguintes afirmaes sobre as velocidades das partculas de cada grupo: I. v1 v2 e v1 E/B II. v1 v2 e v1 E/B III. v3 = E/B Note e adote: Os mdulos das foras eltrica (FE) e magntica (FM) so: FE = qE FM = qvB Est correto apenas o que se afirma em

Questão
2014Biologia

(FUVEST 2014) Na telefonia celular, a voz é transformada em sinais elétricos que caminham como ondas de rádio. Como a onda viaja pelo ar, o fio não é necessário. O celular recebe esse nome porque as regiões atendidas pelo serviço foram divididas em áreas chamadas células. Cada célula capta a mensagem e a transfere diretamente para uma central de controle. www.física.cdcc.usp.br. Acessado em 22/07/2013. Adaptado. No que se refere à transmissão da informação no sistema nervoso, uma analogia entre a telefonia celular e o que ocorre no corpo humano

Questão
2014Redação

(FUVEST 2014)

Questão
2014Física

(FUVEST 2014 - 2 FASE) H um ponto no segmento de reta unindo o Sol Terra, denominado Ponto de Lagrange . Um satlite artificial colocado nesse ponto, em rbita ao redor do Sol, permanecer sempre na mesma posio relativa entre o Sol e a Terra. Nessa situao, ilustrada na figura acima, a velocidade angular orbital do satlite em torno do Sol ser igual da Terra, . a) em funo da constante gravitacional G, da massa do Sol e da distncia R entre a Terra e o Sol; b) O valor de em rad/s; c) A expresso do mdulo da fora gravitacional resultante que age sobre o satlite, em funo de G, , , m, R e d, sem e m, respectivamente, as massas da Terra e do satlite e d a distncia entre a Terra e o satlite. Note e adote: . O mdulo da fora gravitacional F entre dois corpos de massas e , sendo r a distncia entre eles, dado por . Considere as rbitas circulares

Questão
2014Biologia

(FUVEST 2014) Analise o gráfico abaixo: Com base nos dados do gráfico, podeͲse afirmar, corretamente, que,

Questão
2014Química

(FUVEST - 2014) A tabela abaixo apresenta informaes sobrecinco gases contidos em recipientes separados e selados. Qual recipiente contm a mesma quantidade de tomos que um recipiente selado de 22,4 L, contendo H2, mantido a 2 atm e 273 K?

Questão
2014Biologia

(FUVEST 2014) No processo tradicional, o etanol é produzido a partir do caldo da cana-de-açúcar por fermentação promovida por leveduras naturais, e o bagaço de cana é desprezado. Atualmente, leveduras geneticamente modificadas podem ser utilizadas em novos processos de fermentação para a produção de biocombustíveis. Por exemplo, no processo A, o bagaço de cana, após hidrólise da celulose e da hemicelulose, também pode ser transformado em etanol. No processo B, o caldo de cana, rico em sacarose, é transformado em farneseno que, após hidrogenação das ligações duplas, se transforma no diesel de cana. Esses três processos de produção de biocombustíveis podem ser representados por: Com base no descrito acima, é correto afirmar:

Questão
2014Física

(FUVEST 2014 - 2 FASE) Um continer com equipamentos cientficos mantido em uma estao de pesquisa na Antrtida. Ele feito com material de boa isolao trmica e possvel, com um pequeno aquecedor eltrico, manter sua temperatura interna constante, Ti = 20C, quando a temperatura externa Te = 40C. As paredes, o piso e o teto do continer tm a mesma espessura, = 26 cm, e so de um mesmo material, de condutividade trmica k = 0,05 J/(s.m.C). Suas dimenses internas so 2 3 4 m3. Para essas condies, determine a) a rea A da superfcie interna total do continer; b) a potncia P do aquecedor, considerando ser ele a nica fonte de calor; c) a energia E, em kWh, consumida pelo aquecedor em um dia.

NOVIDADES
Kuadro