Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 6
2008BiologiaPortuguês

(FUVEST - 2008 - 1 FASE)Considere o dilogo abaixo, extrado do texto O sonho, de autoria do poeta e dramaturgo sueco August Strindberg (1849 -1912): Ins: - s capaz de me dizer por que que as flores crescem no estrume? O Vidraceiro: - Crescem melhor assim porque tm horror ao estrume. A idia delas afastarem-se, o mais depressa possvel, e aproximarem-se da luz, a fim de desabrocharem... e morrerem. O texto acima descreve, em linguagem figurada, o crescimento das flores. Segundo o conceito de nutrio vegetal, correto afirmar que o estrume

Questão 6
2008História

(FUVEST 2008)A extino do trfico de escravos africanos no Brasil ocorreu em 1850. Com relao a esse marco histrico, a) explique o papel da Inglaterra nessa deciso. b) relacione-o com a chegada de imigrantes.

Questão 6
2008Matemática

(FUVEST - 2008)So dados, no plano cartesiano de origem O, a circunferncia de equao , o ponto P (1, ) e a reta s que passa por P e paralela ao eixo y. Seja E o ponto de ordenada positiva em que a reta s intercepta a circunferncia. Assim sendo, determine a) a reta tangente circunferncia no ponto E. b) o ponto de encontro das alturas do tringulo OPE

Questão 6
2008Português

(FUVEST 2008) I. No deis aos ces o que santo, nem atireis aos porcos as vossas prolas (...). (Mateus, 7:6) II. Voc pode atirar prolas aos porcos. Mas no adianta nada atirar prolas aos gatos, aos ces ou s galinhas porque isso no tem nenhum significado estabelecido. Millr Fernandes, Millr definitivo: a bblia do caos. a) Considerando-se que o texto II tem como referncia o texto I, qual a expresso que, de acordo com Millr Fernandes, tem um significado estabelecido? b) No texto I, os significados dos segmentos no deis aos ces o que santo e nem atireis aos porcos as vossas prolas reforam-se mutuamente ou se contradizem? Justifique sucintamente sua resposta.

Questão 7
2008Português

(FUVEST 2008) Considere os dois trechos de Machado de Assis relacionados a Iracema, publicados na poca em que apareceu esse romance de Alencar, e responda ao que se pede. a) A poesia americana est completamente nobilitada; os maus poetas j no podem conseguir o descrdito desse movimento, que venceu com o autor de I - Juca Pirama, e acaba de vencer com o autor de Iracema. Adaptado de Machado de Assis, Crtica literria. Machado de Assis refere-se, nesse trecho, a um movimento literrio chamado, na poca, de poesia americana ou escola americana. Sob que outro nome veio a ser conhecido esse movimento? Quais eram seus principais objetivos? b) Tudo em Iracema nos parece primitivo; a ingenuidade dos sentimentos, o pitoresco da linguagem, tudo, at a parte narrativa do livro, que nem parece obra de um poeta moderno, mas uma histria de bardo* indgena , contada aos irmos, porta da cabana, aos ltimos raios do sol que se entristece. Adaptado de Machado de Assis, Crtica literria. *bardo: poeta herico, entre os celtas e glios; por extenso, qualquer poeta, trovador etc. No trecho, Machado de Assis afirma que a narrao de Iracema no parece ter sido feita por um poeta moderno, mas, sim, por um bardo indgena. Essa afirmao se justifica? Explique sucintamente.

Questão 7
2008História

(FUVEST 2008)A vitria do regime republicano no Brasil (1889) e a conseqente derrubada da monarquia podem ser explicadas, levando-se em conta diversos fatores. Entre eles, explique a) a importncia do Partido Republicano. b) o papel dos militares apoiados nas idias positivistas.

Questão 7
2008Matemática

(FUVEST - 2008)Em um jogo entre Pedro e Jos, cada um deles lana, em cada rodada, um mesmo dado honesto uma nica vez. O dado cbico, e cada uma de suas 6 faces estampa um nico algarismo de maneira que todos os algarismos de 1 a 6 estejam representados nas faces do dado. Um participante vence, em uma certa rodada, se a diferena entre seus pontos e os pontos de seu adversrio for, no mnimo, de duas unidades. Se nenhum dos participantes vencer, passa-se a uma nova rodada. Dessa forma, determine a probabilidade de a) Pedro vencer na primeira rodada. b) nenhum dos dois participantes vencer na primeira rodada. c) um dos participantes vencer at a quarta rodada.

Questão 7
2008Geografia

(FUVEST - 2008 - 2fase) Com referncia biodiversidade, existem no mundo 17 pases classificados como megadiversos. Dentre eles, destacam-se: Tailndia, Indonsia, Gabo, Congo, Colmbia e Brasil. Considerando as relaes entre biodiversidade, economia e geopoltica, a) explique, utilizando-se de dois argumentos, por que a biodiversidade tornou-se um elemento importante, do ponto de vista econmico, no mundo atual. b) esclarea, utilizando-se de dois argumentos, a importncia geopoltica da Amaznia.

Questão 7
2008Geografia

(FUVEST - 2008 - 1 FASE) O vulcanismo um dos processos da dinmica terrestre que sempre encantou e amedrontou a humanidade, existindo diversos registros histricos referentes a esse processo. Sabe-se que as atividades vulcnicas trazem novos materiais para locais prximos superfcie terrestre. A esse respeito, pode-se afirmar corretamente que o vulcanismo

Questão 7
2008Biologia

(FUVEST - 2008 - 2 FASE)A revista PESQUISA FAPESP, de setembro de 2007, publicou matria com o ttulo Memrias Pstumas, que destaca a importncia do conhecimento sobre a ecologia e o desenvolvimento de diversas espcies de insetos, para se desvendarem mortes misteriosas. a) Como a ocorrncia de moscas e besouros, que se desenvolvem nos corpos em decomposio, pode ser til para estimar o tempo decorrido desde a morte? b) Os cientistas entrevistados para tal matria afirmam que os insetos podem revelar que, apesar de um corpo ter sido encontrado no Rio de Janeiro, a morte no ocorreu nessa cidade. Como isso possvel?

Questão 8
2008Português

(FUVEST 2008) Sou o Descobridor da Natureza. Sou o Argonauta* das sensaes verdadeiras. Trago ao Universo um novo Universo Porque trago ao Universo ele-prprio. Alberto Caeiro, Poesia. *Argonauta: tripulante lendrio da nau mitolgica Argo; por extenso, navegador ousado. Nos versos acima, Alberto Caeiro define-se a si mesmo de um modo que tanto indica sua semelhana como sua diferena em relao a um tipo de personagem de grande importncia na Histria de Portugal. a) Em sua definio de si mesmo, a que tipo de personagem da Histria portuguesa assemelha-se o poeta? Explique brevemente. b) Considerados no contexto geral da poesia de Alberto Caeiro, que diferena esses versos assinalam entre o poeta e o referido tipo de personagem histrica de Portugal? Explique sucintamente.

Questão 8
2008Biologia

(FUVEST - 2008 - 2 FASE)A figura abaixo mostra o esquema de um ovo de galinha, contendo um embrio, aps 13 dias de incubao. a) Explique a importncia da casca do ovo e da bolsa amnitica para o sucesso do desenvolvimento da ave. b) Na semente das angiospermas, existe um tecido cuja funo equivalente do contedo do saco vitelnico. Identifique esse tecido vegetal e explique sua funo.

Questão 8
2008História

(FUVEST 2008)Canudos no se rendeu. Exemplo nico em toda a Histria, resistiu at ao esgotamento completo. [...] Caiu no dia 5, ao entardecer, quando caram os seus ltimos defensores, que todos morreram. Eram quatro apenas: um velho, dois homens feitos e uma criana, na frente dos quais rugiam raivosamente cinco mil soldados. Euclides da Cunha, Os Sertes. Relacione o movimento de Canudos com a) os problemas econmico-sociais da regio. b) a crena religiosa e a luta poltica da populao.

Questão 8
2008BiologiaQuímica

(FUVEST - 2008 - 1 FASE)Para indicar a acidez de uma soluo, usa-se o pH, que informa a concentrao de ons H+ que se encontram na soluo. A gua pura tem pH igual a 7, o que significa que existe 1 mol de H+ para cada 107 litros. Do mesmo modo, numa soluo de pH igual a 3 existe 1 mol de H+ para cada 103 litros. Se determinada soluo tem pH igual a 6, pode-se concluir que a concentrao de ons H+ nessa soluo

Questão 8
2008Matemática

(FUVEST - 2008) Um poste vertical tem base quadrada de lado 2. Uma corda de comprimento 5 est esticada e presa a um ponto P do poste, situado altura 3 do solo e distando 1 da aresta lateral. A extremidade livre A da corda est no solo, conforme indicado na figura. A corda ento enrolada ao longo das faces 1 e 2, mantendo-se esticada e com a extremidade A no solo, at que a corda toque duas arestas da face 2 em pontos R e B, conforme a figura. Nessas condies, a) Calcule PR. b) Calcule AB.

NOVIDADES
Kuadro