Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão 23
2017Inglês

(FUVEST 2017) A study carried out by Lauren Sherman of the University of California and her colleagues investigated how use of the like button in social media affects the brains of teenagers lying in body scanners. Thirty-two teens who had Instagram accounts were asked to lie down in a functional magnetic resonance imaging (fMRI) scanner. This let Dr. Sherman monitor their brain activity while they were perusing both their own Instagram photos and photos that they were told had been added by other teenagers in the experiment. In reality, Dr. Sherman had collected all the other photos, which included neutral images of food and friends as well as many depicting risky behaviours like drinking, smoking and drug use, from other peoples Instagram accounts. The researchers told participants they were viewing photographs that 50 other teenagers had already seen and endorsed with a like in the laboratory. The participants were more likely themselves to like photos already depicted as having been liked a lot than they were photos depicted with fewer previous likes. When she looked at the fMRI results, Dr. Sherman found that activity in the nucleus accumbens, a hub of reward circuitry in the brain, increased with the number of likes that a photo had. The Economist, June 13, 2016. Adaptado. Conforme o texto, a região do cérebro que se mostrou mais ativa, quando da análise dos resultados da ressonância, corresponde a um sistema de

Questão 24
2017História

(FUVEST - 2017)Esta imagem integra o manuscrito de uma das mais notveis obras da cultura medieval. A alternativa que melhor caracteriza o documento :

Questão 25
2017HistóriaFilosofia

(FUVEST 2017)Em relação à ética e à justiça na vida política da Grécia Clássica, é correto afirmar:

Questão 26
2017História

(FUVEST - 2017)Em uma significativa passagem da tragdia Macbeth, de Shakespeare, seu personagem principal declara: Ouso tudo o que prprio de um homem; quem ousa fazer mais do que isso no o . De acordo com muitos intrpretes, essa postura revela, com extraordinria clareza, toda a audcia da experincia renascentista. Com relao cultura humanista, correto afirmar que

Questão 27
2017História

(FUVEST - 2017) Os ensaios sediciosos do final do sculo XVIII anunciam a eroso de um modo de vida. A crise geral do Antigo Regime desdobra-se nas reas perifricas do sistema atlntico pois essa a posio da Amrica portuguesa , apontando para a emergncia de novas alternativas de ordenamento da vida social. Istvn Jancs, A Seduo da Liberdade. In: Fernando Novais,Histria da Vida Privada no Brasil, v.1.So Paulo: Companhia das Letras, 1997. Adaptado. A respeito das rebelies contra o poder colonial portugus na Amrica, no perodo mencionado no texto, correto afirmar que,

Questão 28
2017História

(FUVEST 2017) Encontram-se assinaladas no mapa, sobre as fronteiras dos pases atuais, as rotas eurasianas de comrcio a longa distncia que, no incio da Idade Moderna, cruzavam o Imprio Otomano, demarcado pelo quadro. A respeito dessas rotas, das regies que elas atravessavam e das relaes de poder que elas envolviam, correto afirmar que

Questão 28
2017Geografia

(FUVEST 2017)Encontram-se assinaladas no mapa, sobre as fronteiras dos países atuais, as rotas eurasianas de comércio a longa distância que, no início da Idade Moderna, cruzavam o Império Otomano, demarcado pelo quadro. A respeito dessas rotas, das regiões que elas atravessavam e das relações de poder que elas envolviam, é correto afirmar que

Questão 29
2017História

(FUVEST - 2017) Nveis per capita de industrializao, 1750-1913 (Reino Unido em 1900 = 100) Ronald Findlay e Kevin ORourke. Power and Plenty: Trade, War, and the World Economy in the Second Millennium. Princeton: Princeton University Press, 2007. Adaptado. Com base na tabela, correto afirmar:

Questão 29
2017Geografia

(FUVEST 2017)Com base na tabela, é correto afirmar:

Questão 30
2017História

(FUVEST - 2017) No Brasil, do mesmo modo que em muitos outros pases latinoamericanos, as dcadas de 1870 e 1880 foram um perodo de reforma e de compromisso com as mudanas. De maneira geral, podemos dizer que tal movimento foi uma reao s novas realidades econmicas e sociais resultantes do desenvolvimento capitalista no s como fenmeno mundial mas tambm em suas manifestaes especificamente brasileiras. Emlia Viotti da Costa, Brasil: a era da reforma, 18701889. In: Leslie Bethell, Histria da Amrica Latina, v.5. So Paulo: Edusp, 2002. Adaptado. A respeito das mudanas ocorridas na ltima dcada do Imprio do Brasil, cabe destacar a reforma

Questão 31
2017Geografia

(FUVEST 2017)Leia o texto e observe a imagem. A partir do texto e da imagem, pode-se afirmar corretamente que

Questão 31
2017HistóriaSociologia

(FUVEST 2017) Leia o texto e observe a imagem. A partir do texto e da imagem, podese afirmar corretamente que

Questão 32
2017História

(FUVEST - 2017) Mas o pecado maior contra a Civilizao e o Progresso, contra o Bom Senso e o Bom Gosto e at os Bons Costumes, que estaria sendo cometido pelo grupo de regionalistas a quem se deve a ideia ou a organizao deste Congresso, estaria em procurar reanimar no s a arte arcaica dos quitutes finos e caros em que se esmeraram, nas velhas casas patriarcais, algumas senhoras das mais ilustres famlias da regio, e que est sendo esquecida pelos doces dos confeiteiros franceses e italianos, como a arte popular como a do barro, a do cesto, a da palha de Ouricuri, a de piaava, a dos cachimbos e dos santos de pau, a das esteiras, a dos ex-votos, a das redes, a das rendas e bicos, a dos brinquedos de meninos feitos de sabugo de milho, de canudo de mamo, de lata de doce de goiaba, de quenga de coco, de cabaa - que , no Nordeste, o preparado do doce, do bolo, do quitute de tabuleiro, feito por mos negras e pardas com uma percia que iguala, e s vezes excede, a das sinhs brancas. Gilberto Freyre. Manifesto regionalista (7 ed.). Recife: FUNDAJ, Ed. Massangana, 1996. De acordo com o texto de Gilberto Freyre, o Manifesto regionalista, publicado em 1926,

Questão 33
2017História

(FUVEST 2017) Não nos esqueçamos de que este é um tempo de abertura. Vivemos sob o signo da anistia que é esquecimento, ou devia ser. Tempo que pede contenção e paciência. Sofremos todo ímpeto agressivo. Adocemos os gestos. O tempo é de perdão. (...) Esqueçamos tudo isto, mas cuidado! Não nos esqueçamos de enfrentar, agora, a tarefa em que fracassamos ontem e que deu lugar a tudo isto. Não nos esqueçamos de organizar a defesa das instituições democráticas contra novos golpistas militares e civis para que em tempo algum do futuro ninguém tenha outra vez de enfrentar e sofrer, e depois esquecer os conspiradores, os torturadores, os censores e todos os culpados e coniventes que beberam nosso sangue e pedem nosso esquecimento. Darcy Ribeiro. Réquiem, Ensaios insólitos. Porto Alegre: LPM, 1979. O texto remete à anistia e à reflexão sobre os impasses da abertura política no Brasil, no período final do regime militar, implantado com o golpe de 1964. Com base nessas referências, escolha a alternativa correta.

Questão 34
2017HistóriaFilosofia

(FUVEST 2017) Um elemento essencial para a evoluo da dieta humana foi a transio para a agricultura como o modo primordial de subsistncia. A Revoluo Neoltica estreitou dramaticamente o nicho alimentar ao diminuir a variedade de mantimentos disponveis; com a virada para a agricultura intensiva, houve um claro declnio na nutrio humana. Por sua vez, a industrializao recente do sistema alimentar mundial resultou em uma outra transio nutricional, na qual as naes em desenvolvimento esto experimentando, simultaneamente, subnutrio e obesidade. George J. Armelagos, Brain Evolution, the Determinates of Food Choice, and the Omnivores Dilemma, Critical Reviews in Food Science and Nutrition, 2014. Adaptado. A respeito dos resultados das transformaes nos sistemas alimentares descritas pelo autor, correto afirmar:

NOVIDADES
Kuadro