Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão
2017Química

(FUVEST 2017 - 2 fase)O biogs, produzido por digesto anaerbia de resduos orgnicos, contm principalmente metano e dixido de carbono, alm de outros gases em pequenas quantidades, como o caso do sulfeto de hidrognio. Para que o biogs seja utilizado como combustvel, necessrio purificlo, aumentando o teor de metano e eliminando os demais componentes, que diminuem o seu poder calorfico e causam danos s tubulaes. Considere uma amostra de biogs cuja composio, em massa, seja 64,0 % de metano (CH4), 32,0 % de dixido de carbono (CO2) e 4,0 % de sulfeto de hidrognio (H2S). a) Calcule a energia liberada na combusto de um quilograma dessa amostra de biogs. b) Calcule o ganho de energia, por quilograma, se for utilizado biogs totalmente isento de impurezas, em lugar da amostra que contm os outros gases. c) Alm de aumentar o poder calorfico, a purificao do biogs representa uma diminuio do dano ambiental provocado pela combusto. Explique por qu. d) Em aterros sanitrios, ocorre a formao de biogs, que pode ser recolhido. Em um aterro sanitrio, tubos foram introduzidos para captao dos gases em duas diferentes profundidades, como mostrado na figura. Em qual dos tubos, A ou B, recolhido biogs com maior poder calorfico? Explique.

Questão
2017Biologia

(FUVEST 2017)Os primeiros vertebrados que conquistaram definitivamente o ambiente terrestre foram os I , que possuem II , aquisição evolutiva que permitiu o desenvolvimento do embrião fora da água. Indique a alternativa que completa corretamente essa frase.

Questão
2017Química

(FUVEST 2017 - 2 fase) O Brasil produziu, em 2014, 14 milhes de toneladas de minrio de nquel. Apenas uma parte desse minrio processada para a obteno de nquel puro. Uma das etapas do processo de obteno do nquel puro consiste no aquecimento, em presena de ar, do sulfeto de nquel (), contido no minrio, formando xido de nquel (NiO) e dixido de enxofre (). O xido de nquel , ento, aquecido com carvo, em um forno, obtendo-se o nquel metlico. Nessa ltima etapa, forma se, tambm, dixido de carbono (). a) Considere que apenas 30 % de todo o minrio produzido em 2014 foram destinados ao processo de obteno de nquel puro e que, nesse processo, a massa de nquel puro obtida correspondeu a 1,4 % da massa de minrio utilizada. Calcule a massa mnima de carvo, em quilogramas, que foi necessria para a obteno dessa quantidade de nquel puro b) Cada um dos gases produzidos nessas etapas de obteno do nquel puro causa um tipo de dano ambiental. Explique esse fato para cada um desses gases.

Questão
2017Química

(FUVEST- 2017)No preparo de certas massas culinrias, como pes, comum adicionar-se um fermento que, dependendo da receita, pode ser o qumico, composto principalmente por hidrogenocarbonato de sdio (NaHCO3), ou o fermento biolgico, formado por leveduras. Os fermentos adicionados, sob certas condies, so responsveis pela produo de dixido de carbono, o que auxilia a massa a crescer. Para explicar a produo de dixido de carbono, as seguintes afirmaes foram feitas. Tanto o fermento qumico quanto o biolgico reagem com os carboidratos presentes na massa culinria, sendo o dixido de carbono um dos produtos dessa reao. O hidrogenocarbonato de sdio, presente no fermento qumico, pode se decompor com o aquecimento, ocorrendo a formao de carbonato de sdio (Na2CO3), gua e dixido de carbono. As leveduras, que formam o fermento biolgico, metabolizam os carboidratos presentes na massa culinria, produzindo, entre outras substncias, o dixido de carbono. Para que ambos os fermentos produzam dixido de carbono, necessrio que a massa culinria seja aquecida a temperaturas altas (cerca de 200C), alcanadas nos fornos domsticos e industriais. Dessas afirmaes, as que explicam corretamente a produo de dixido de carbono pela adio de fermento massa culinria so, apenas,

Questão
2017Química

(FUVEST 2017 - 2 fase) Atualmente, possvel criar peas a partir do processo de impresso 3D. Esse processo consiste em depositar finos fios de polmero, uns sobre os outros, formando objetos tridimensionais de formas variadas. Um dos polmeros que pode ser utilizado tem a estrutura mostrada a seguir: Na impresso de esferas macias idnticas de 12,6 g, foram consumidos, para cada uma, 50 m desse polmero, na forma de fios cilndricos de 0,4 mm de espessura. Para uso em um rolamento, essas esferas foram tratadas com graxa. Aps certo tempo, durante a inspeo do rolamento, as esferas foram extradas e, para retirar a graxa, submetidas a procedimentos diferentes. Algumas dessas esferas foram colocadas em um frasco ao qual foi adicionada uma mistura de gua e sabo (procedimento A), enquanto outras esferas foram colocadas em outro frasco, ao qual foi adicionado removedor, que uma mistura de hidrocarbonetos lquidos (procedimento B). a) Em cada um dos procedimentos, A e B, as esferas ficaram no fundo do frasco ou flutuaram? Explique sua resposta. b) Em qual procedimento de limpeza, A ou B, pode ter ocorrido dano superfcie das esferas? Explique.

Questão
2017Biologia

(FUVEST 2017) Procurando bem Todo mundo tem pereba Marca de bexiga ou vacina E tem piriri, tem lombriga, tem ameba Só a bailarina que não tem Edu Lobo e Chico Buarque, Ciranda da bailarina. (FUVEST 2017)A bailarina dos versos não contrai as doenças causadas por dois parasitas de importância para a saúde pública: a lombriga (Ascaris lumbricoides) e a ameba (Entamoeba histolytica). Todo mundo, porém, pode-se prevenir contra essas parasitoses, quando

Questão
2017Redação

REDAÇÃO Examine o texto* abaixo, para fazer sua redação. Resposta à pergunta: O que é Esclarecimento? Esclarecimento é a saída do homem de sua menoridade, da qual ele próprio é culpado. A menoridade é a incapacidade de servir-se de seu próprio entendimento sem direção alheia. O homem é o próprio culpado dessa menoridade quando ela não é causada por falta de entendimento mas, sim, por falta de determinação e de coragem para servir-se de seu próprio entendimento sem a tutela de um outro. Sapere aude!** Ousa fazer uso de teu próprio entendimento! Eis o lema do Esclarecimento. A preguiça e a covardia são as causas de que a imensa maioria dos homens, mesmo depois de a natureza já os ter libertado da tutela alheia, permaneça de bom grado a vida inteira na menoridade. É por essas mesmas causas que, com tanta facilidade, outros homens se colocam como seus tutores. É tão cômodo ser menor. Se tenho um livro que faz as vezes de meu entendimento, se tenho um diretor espiritual que assume o lugar de minha consciência, um médico que por mim escolhe minha dieta, então não preciso me esforçar. Não tenho necessidade de pensar, se é suficiente pagar. Outros se encarregarão, em meu lugar, dessas ocupações aborrecidas. A imensa maioria da humanidade considera a passagem para a maioridade, além de difícil, perigosa, porque aqueles tutores de bom grado tomaram-na sob sua supervisão. Depois de terem, primeiramente, emburrecido seus animais domésticos e impedido cuidadosamente essas dóceis criaturas de darem um passo sequer fora do andador de crianças em que os colocaram, seus tutores mostram-lhes, em seguida, o perigo que é tentarem andar sozinhos. Ora, esse perigo não é assim tão grande, pois aprenderiam muito bem a andar, finalmente, depois de algumas quedas. Basta uma lição desse tipo para intimidar o indivíduo e deixá-lo temeroso de fazer novas tentativas. Immanuel Kant * Para o excerto aqui apresentado, foram utilizadas as traduções de Floriano de Sousa Fernandes, Luiz Paulo Rouanet e Vinicius de Figueiredo. ** apere aude: cit. lat. de Horácio, que significa Ousa saber. Estes são os parágrafos iniciais de um célebre texto de Kant, nos quais o pensador define o Esclarecimento como a saída do homem de sua menoridade, o que este alcançaria ao tornar-se capaz de pensar de modo livre e autônomo, sem a tutela de um outro. Publicado em um periódico, no ano de 1784, o texto dirigia-se aos leitores em geral, não apenas a especialistas. Em perspectiva histórica, o Esclarecimento, também chamado de Iluminismo ou de Ilustração, consiste em um amplo movimento de ideias, de alcance internacional, que, firmando-se a partir do século XVIII, procurou estender o uso da razão, como guia e como crítica, a todos os campos da atividade humana. Passados mais de dois séculos desde o início desse movimento, são muitas as interrogações quanto ao sentido e à atualidade do Esclarecimento. Com base nas ideias presentes no texto de Kant, acima apresentado, e valendo-se tanto de outras informações que você julgue pertinentes quanto dos dados de sua própria observação da realidade, redija uma dissertação em prosa, na qual você exponha o seu ponto de vista sobre o tema:O homem saiu de sua menoridade? Instruções: A dissertação deve ser redigida de acordo com a norma-padrão da língua portuguesa. Escreva, no mínimo, 20 linhas, com letra legível. Não ultrapasse o espaço de 30 linhas da folha de redação. Dê um título a sua redação.

Questão
2017Física

(Fuvest 20171 fase) As figuras representam arranjos de fios longos, retilneos, paralelos e percorridos por correntes eltricas de mesma intensidade. Os fios esto orientados perpendicularmente ao plano desta pgina e dispostos segundo os vrtices de um quadrado. A nica diferena entre os arranjos est no sentido das correntes: os fios so percorridos por correntes que entram ()ou saem () do plano da pgina. O campo magntico total nulo no centro do quadrado apenas em

Questão
2017Biologia

(FUVEST 2017) Nos heredogramas apresentados nas alternativas, ocorrem pessoas que têm alterações na formação do esmalte dos dentes ( e ). Os heredogramas em que as alterações do esmalte dos dentes têm herança ligada ao cromossomo X, dominante e recessiva, estão representados, respectivamente, em

Questão
2017Química

(FUVEST- 2017) Nas mesmas condies de presso e temperatura, 50 L de gs propano (C3H8) e 250 L de ar foram colocados em um reator, ao qual foi fornecida energia apenas suficiente para iniciar a reao de combusto. Aps algum tempo, no mais se observou a liberao de calor, o que indicou que a reao havia-se encerrado.Com base nessas observaes experimentais, trs afirmaes foram feitas: I. Se tivesse ocorrido apenas combusto incompleta, restaria propano no reator. II. Para que todo o propano reagisse, considerando a combusto completa, seriam necessrios, no mnimo, 750 L de ar. III. provvel que, nessa combusto, tenha se formado fuligem. Est correto apenas o que se afirma em Note e adote: - Composio aproximada do ar em volume: 80% de N2 e 20% de O2.

Questão 1
2016Geografia

(FUVEST 2016 - 2 fase) Considere a matriz energtica mundial. a) Identifique, com base no quadro acima, uma fonte de energia que considerada a maior responsvel tanto pelo efeito estufa quanto pela formao da chuva cida. Justifique sua resposta. b) Identifique a principal fonte de energia usada nas usinas hidreltricas, no Brasil, e explique uma vantagem quanto ao uso desse recurso natural. c) Identifique, com base no quadro acima, as fontes de energia usadas nas usinas termeltricas, no Brasil, e explique uma desvantagem de ordem econmica que elas apresentam.

Questão 1
2016Matemática

(FUVEST - 2016 - 1a FASE) De 1869 at hoje, ocorreram as seguintes mudanas de moeda no Brasil: (1) em 1942, foi criado o cruzeiro, cada cruzeiro valendo mil ris; (2) em 1967, foi criado o cruzeiro novo, cada cruzeiro novo valendo mil cruzeiros; em 1970, o cruzeiro novo voltou a se chamar apenas cruzeiro; (3) em 1986, foi criado o cruzado, cada cruzado valendo mil cruzeiros; (4) em 1989, foi criado o cruzado novo, cada um valendomil cruzados; em1990, o cruzado novo passou a se chamar novamente cruzeiro; (5) em 1993, foi criado o cruzeiro real, cada um valendo mil cruzeiros; (6) em 1994, foi criado o real, cada um valendo 2.750 cruzeiros reais. Quando morreu, em 1869, Brs Cubas possua 300 contos. Se esse valor tivesse ficado at hoje em uma conta bancria, sem receber juros e sem pagar taxas, e se, a cada mudana de moeda, o depsito tivesse sido normalmente convertido para a nova moeda, o saldo hipottico dessa conta seria, aproximadamente, de um dcimo de

Questão 1
2016Biologia

(FUVEST - 2016) Determinada planta do cerrado abriga formigas, cigarrinhas, predadores e parasitas de cigarrinhas e tambm herbvoros que causam dano foliar. Os grficos abaixo mostram os resultados de estudo sobre relaes entre os animais e entre eles e a planta. Grfico I: Nmero mdio de cigarrinhas, em plantas com e sem formigas, ao longo de duas semanas. Grfico II: Nmero mdio de predadores e parasitas das cigarrinhas, em plantas com e sem formigas, ao longo de duas semanas Grfico III: Porcentagem de dano foliar em plantas com e sem associao entre formigas e cigarrinha Com base nos resultados representados nos grficos, responda: a) A associao entre formigas e cigarrinhas benfica ou prejudicial para alguma dessas populaes de insetos? Cite o(s) grfico(s) que permite(m) tal concluso. b) A associao entre formigas e cigarrinhas benfica ou prejudicial para a planta? Justifique sua resposta

Questão 1
2016História

(FUVEST - 2016- 2 FASE) a) Utilize a coluna Perodos e outras duas sua escolha, e elabore um grfico representando, de modo aproximado e simultneo, os dados da tabela. b) Relacione os nmeros apresentados nas duas colunas escolhidas com outros aspectos da economia colonial do Brasil do sculo XVIII.

Questão 1
2016Física

(FUVEST 2016 - 2 FASE) Duas pequenas esferas, E1e E2, feitas de materiais isolantes diferentes, inicialmente neutras, so atritadas uma na outra durante 5 s e ficam eletrizadas. Em seguida, as esferas so afastadas e mantidas a uma distncia de 30 cm, muito maior que seus raios. A esfera E1 ficou com carga eltrica positiva de 0,8 nC. Determine a) a diferena N entre o nmero de prtons e o de eltrons da esfera E1, aps o atrito; b) o sinal e o valor da carga eltrica Q de E2, aps o atrito; c) a corrente eltrica mdia I entre as esferas durante o atrito; d) o mdulo da fora eltrica F que atua entre as esferas depois de afastadas.