Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

Questão 6
2017Química

(FUVEST 2017 - 2 fase) Muitos medicamentos analgésicos contêm, em sua formulação, o ácido acetilsalicílico, que é considerado um ácido fraco (constante de ionização do ácido acetilsalicílico = 3,2 x 10-4). A absorção desse medicamento no estômago do organismo humano ocorre com o ácido acetilsalicílico em sua forma não ionizada. a) Escreva a equação química que representa a ionização do ácido acetilsalicílico em meio aquoso, utilizando fórmulas estruturais. b) Escreva a expressão da constante de equilíbrio para a ionização do ácido acetilsalicílico. Para isto, utilize o símbolo AA para a forma não ionizada e o símbolo AA-para a forma ionizada. c) Considere um comprimido de aspirina contendo 540 mg de ácido acetilsalicílico, totalmente dissolvido em água, sendo o volume da solução 1,5 L. Calcule a concentração, em mol/L, dos íons H+nessa solução. Em seus cálculos, considere que a variação na concentração inicial do fármaco, devido à sua ionização, é desprezível. d) No pH do suco gástrico, a absorção do fármaco será eficiente? Justifique sua resposta.

Questão 6
2017Matemática

(FUVEST 2017 - 2 FASE) Um analgsico aplicado via intravenosa. Sua concentrao no sangue, at atingir a concentrao nula, varia com o tempo de acordo com a seguinte relao: em que t dado em horas e c(t) dado em mg/L. As constantes ae kso positivas. a) Qual a concentrao do analgsico no instante inicial t = 0? b) Calcule as constantes a e k, sabendo que, no instante t = 2, a concentrao do analgsico no sangue metade da concentrao no instante inicial e que, no instante t = 8, a concentrao do analgsico no sangue nula.

Questão 6
2017Português

(FUVEST 2017 - 2 fase) Leia este texto, publicado em 1905. Por toda parte, a verbiagem,* oca, intil e v, a retrica [...] pomposa, a erudio mope, o aparato de sabedoria resumem toda a elaborao intelectual. [...] Aceitam-se e proclamam-se os mais altos representantes da intelectualidade: os retricos inveterados, cuja palavra abundante e preciosa impe-se como sinal de gnio, embora no se encontrem nos seus longos discursos e muitos volumes nem uma ideia original, nem uma s observao prpria. E disto ningum se escandaliza; o escndalo viria se houvera originalidade. Manoel Bomfim, A Amrica Latina: males de origem. Adaptado. *verbiagem: falatrio longo mas com pouco sentido ou utilidade; verborragia a) O sentido que se atribui, no texto, palavra retrica o de arte da eloquncia, arte de bem argumentar; arte da palavra (Houaiss)? Justifique. b) Mantendo-se o sentido que eles tm no contexto, que outra forma os verbos se encontrem e houvera poderiam assumir?

Questão 6
2017Biologia

(FUVEST- 2017) Em 1903, o botnico alemo Christen Raunkiaer props um sistema que reconhece cinco formas de vida para as plantas terrestres. Essas formas so classificadas de acordo com (i) a posio das gemas caulinares em relao ao solo e sua exposio a fatores ambientais e (ii) a permanncia ou no dessas gemas nas diferentes estaes do ano. Os esquemas I, II, III e IV representam as propores relativas das formas de vida das plantas presentes em quatro biomas terrestres (tundra, floresta temperada, floresta tropical e deserto). Complete a tabela da pgina de respostas, escrevendo o nome do bioma terrestre que corresponde a cada um dos esquemas, I, II, III e IV.

Questão 6
2017História

(FUVEST 2017 - Segunda Fase, 3odia) A construo da modernidade econmica no Ocidente teve como elementos determinantes a aquisio de caractersticas mentais e sociais totalmente estranhas ao mundo greco-romano: uma rdua e longa reapropriao civil do trabalho e a inveno de uma relao nunca antes experimentada entre trabalho dependente e liberdade pessoal, seja nas cidades que renasciam, seja nos campos depois do feudalismo. E tambm uma reconquista da dimenso fsica da natureza matria e movimento, em um novo quadro de experincias e conceitos como condio para uma aliana entre inteligncia e produtividade, entre conhecimento cientfico, saberes artesanais e inovaes tecnolgicas. Aldo Schiavone, Uma Histria rompida. Roma Antiga e Ocidente Moderno. A partir do texto, a) caracterize a relao entre trabalho e liberdade pessoal na Antiguidade Clssica; b) compare a natureza do conhecimento cientfico e das inovaes tecnolgicas do mundo greco-romano com a do mundo moderno.

Questão 6
2017Biologia

(FUVEST- 2017- 2 FASE) Uma determinada malformao ssea de mos e ps tem herana autossmica dominante. Entretanto, o alelo mutante que causa essa alterao ssea no se manifesta em 30% das pessoas heterozigticas, que, portanto, no apresentam os defeitos de mos e ps. Considere um casal em que a mulher heterozigtica e apresenta essa alterao ssea, e o homem homozigtico quanto ao alelo normal. a) Que gentipos podem ter as crianas clinicamente normais desse casal? Justifique sua resposta. b) Qual a probabilidade de que uma criana que esse casal venha a ter no apresente as alteraes de mos e ps? Justifique sua resposta

Questão 6
2017Geografia

(Fuvest Segunda Fase - 2017)Todos os que se iniciam no conhecimento das cincias da natureza mais cedo ou mais tarde, por um caminho ou por outro atingem a ideia de que a paisagem sempre uma herana. Na verdade, ela uma herana em todo o sentido da palavra: herana de processos fisiogrficos e biolgicos, e patrimnio coletivo dos povos que historicamente as herdaram como territrio de atuao de suas comunidades. AbSber, A. N. Os domnios de natureza no Brasil: potencialidades paisagsticas. Ateli Editorial, 2003. Adaptado a) Considerando o texto e as imagens, explique por que a paisagem herdada deve ser protegida das aes predatrias. b) Para alguns cientistas, as transformaes provocadas na superfcie do planeta pelas atividades humanas so significativas e irreversveis. Explique o porqu dessa irreversibilidade, considerando a diferena entre tempo geolgico e tempo histrico.

Questão 6
2017Português

(Fuvest 2017) Nasceu o dia e expirou. J brilha na cabana de Araqum o fogo, companheiro da noite. Correm lentas e silenciosas no azul do cu, as estrelas, filhas da lua, que esperam a volta da me ausente. Martim se embala docemente; e como a alva rede que vai e vem, sua vontade oscila de um a outro pensamento. L o espera a virgem loura dos castos afetos; aqui lhe sorri a virgem morena dos ardentes amores. Iracema recosta-se langue ao punho da rede; seus olhos negros e flgidos, ternos olhos de sabi, buscam o estrangeiro, e lhe entram nalma. O cristo sorri; a virgem palpita; como o sa, fascinado pela serpente, vai declinando o lascivo talhe, que se debrua enfim sobre o peito do guerreiro. Jos de Alencar, Iracema. correto afirmar que, no texto, o narrador

Questão 6
2017Física

(Fuvest 2017 2 fase) Os primeiros astronautas a pousar na Lua observaram a existncia de finas camadas de poeira pairando acima da superfcie lunar. Como no h vento na Lua, foi entendido que esse fenmeno estava ligado ao efeito fotoeltrico causado pela luz solar: eltrons so extrados dos gros de poeira do solo lunar ao receberem energia da radiao eletromagntica proveniente do Sol e, assim, os gros tornam-se positivamente carregados. O mesmo processo tambm arranca eltrons da superfcie lunar, contribuindo para a carga positiva do lado iluminado da superfcie da Lua. A altura de equilbrio acima da superfcie lunar dessas camadas depende da massa e da carga dos gros. A partir dessas informaes, determine a) o mdulo Fe da fora eletrosttica que age sobre cada gro em equilbrio da camada, sabendo que um gro de poeira tem massa m = 1,2 x10-14kg e que a acelerao da gravidade nas proximidades da superfcie da Lua gL = 1,6 m/s2; b) o mdulo E do campo eltrico na posio dessa camada de poeira, sabendo que a carga adquirida por um gro Q = 1,9 x10-15C. Uma caracterstica do efeito fotoeltrico a necessidade de os ftons da luz incidente terem uma energia mnima, abaixo da qual nenhum eltron arrancado do material. Essa energia mnima est relacionada estrutura do material e, no caso dos gros de poeira da superfcie lunar, igual a 8 x10-19J. c) Determine a frequncia mnima f dos ftons da luz solar capazes de extrair eltrons dos gros de poeira. Na superfcie da Lua, 5 x105 o nmero de ftons por segundo incidindo sobre cada gro de poeira e produzindo emisso de eltrons. d) Determine a carga q emitida em 2 s por um gro de poeira, devido ao efeito fotoeltrico, considerando que cada fton arranque apenas um eltron do gros.

Questão 7
2017Biologia

(FUVEST- 2017- 2 FASE) O grfico ilustra estimativas das reas continentais ocupadas por ecossistemas terrestres naturais (floresta primria e campos naturais), por ecossistemas de uso humano (floresta secundria e silvicultura, reas de pastagem e lavouras), pela gua em estado lquido, pelo gelo, alm de outras reas terrestres, desde o sculo XIV at o final do sculo XX. Observase que, a partir da Revoluo Industrial, iniciada em meados do sculo XVIII, a extenso das reas ocupadas por esses ecossistemas sofreu alteraes. a) A reduo de reas de florestas primrias, a partir da Revoluo Industrial, deveuse majoritariamente expanso das reas de lavoura no mundo. Os dados representados no grfico apoiam essa afirmao? Justifique sua resposta. b) Mantidas as condies ambientais deste incio do sculo XXI, o que se pode prever, quanto rea ocupada pelo gelo, no final do sculo

Questão 7
2017Português

(FUVEST 2017 - 2 fase) Considere o excerto em que Araripe Jnior, crtico associado ao Naturalismo, refere-se ao estilo praticado nesta terra, isto , no Brasil. O estilo, nesta terra, como o sumo da pinha, que, quando via, lasca, deforma-se, e, pelas fendas irregulares, poreja o mel dulcssimo, que as aves vm beijar; ou como o cido do anans do Amazonas, que desespera de sabor, deixando a lngua a verter sangue, picada e dolorida. a) O modo pelo qual o crtico explica a feio que o estilo assume nesta terra indica que ele compartilha com o Naturalismo um postulado fundamental. Qual esse postulado? Explique resumidamente. b) As caractersticas de estilo sugeridas pelo crtico, no excerto, aplicam-se ao romance O cortio, de Alusio Azevedo? Justifique sucintamente sua resposta

Questão 7
2017Português

(Fuvest 2017) Evidentemente, no se pode esperar que Dostoivski seja traduzido por outro Dostoivski, mas desde que o tradutor procure penetrar nas peculiaridades da linguagem primeira, aplique-se com afinco e faa com que sua criatividade orientada pelo original permita, paradoxalmente, afastar-se do texto para ficar mais prximo deste, um passo importante ser dado. Deixando de lado a fidelidade mecnica, frase por frase, tratando o original como um conjunto de blocos a serem transpostos, e transgredindo sem receio, quando necessrio, as normas do escrever bem, o tradutor poder traz-lo com boa margem de fidelidade para a lngua com a qual est trabalhando. Boris Schnaiderman, Dostoivski Prosa Poesia. De acordo com o texto, a boa traduo precisa

Questão 8
2017Português

(Fuvest 2017) Evidentemente, no se pode esperar que Dostoivski seja traduzido por outro Dostoivski, mas desde que o tradutor procure penetrar nas peculiaridades da linguagem primeira, aplique-se com afinco e faa com que sua criatividade orientada pelo original permita, paradoxalmente, afastar-se do texto para ficar mais prximo deste, um passo importante ser dado. Deixando de lado a fidelidade mecnica, frase por frase, tratando o original como um conjunto de blocos a serem transpostos, e transgredindo sem receio, quando necessrio, as normas do escrever bem, o tradutor poder traz-lo com boa margem de fidelidade para a lngua com a qual est trabalhando. Boris Schnaiderman, Dostoivski Prosa Poesia. Tendo em vista que algumas das recomendaes do autor, relativas prtica da traduo, fogem do senso comum, pode-se qualific-las com o seguinte termo, de uso relativamente recente:

Questão 8
2017Português

(FUVEST 2017 - 2 fase) Leia o trecho de Vidas secas, de Graciliano Ramos, para, em seguida, responder ao que se pede. A Fabiano parou, sentou-se, lavou os ps duros, procurando retirar das gretas fundas o barro que l havia. Sem se enxugar, tentou calar-se --- e foi uma dificuldade: os calcanhares das meias de algodo formaram bolos nos peitos dos ps e as botinas de vaqueta resistiram como virgens. Sinha Vitria levantou a saia, sentou-se no cho e limpou-se tambm. Os dois meninos entraram no riacho, esfregaram os ps, saram, calaram as chinelinhas e ficaram espiando os movimentos dos pais. Sinha Vitria aprontava-se e erguia-se, mas Fabiano soprava arreliado. Tinha vencido a obstinao de uma daquelas amaldioadas botinas; a outra emperrava, e ele, com os dedos nas alas, fazia esforos inteis. Sinha Vitria dava palpites que irritavam o marido. No havia meio de introduzir o diabo do calcanhar no taco. A um arranco mais forte, a ala de trs rebentou-se, e o vaqueiro meteu as mos pela borracha, energicamente. Nada conseguindo, levantou-se resolvido a entrar na rua assim mesmo, coxeando, uma perna mais comprida que a outra. Com raiva excessiva, a que se misturava alguma esperana, deu uma patada violenta no cho. A carne comprimiu-se, os ossos estalaram, a meia molhada rasgou se e o p amarrotado se encaixou entre as paredes de vaqueta. Fabiano soltou um suspiro largo de satisfao e dor. a) O trecho pertence parte de Vidas secas intitulada Festa, na qual se narra a ida da famlia de sertanejos, acompanhada da cachorra Baleia, cidade, onde deve participar de uma festividade pblica. Considerada esta questo no contexto do livro, como se passa essa participao e o que ela mostra a respeito da socializao da famlia? b) O tratamento narrativo dado aos eventos apresentados no trecho confere a ele um tom que contrasta com o que dominante, no conjunto de Vidas secas. Qual esse tom? Explique sucintamente.

Questão 8
2017Geografia

(Fuvest - 2017 - 2Fase) As origens da oposio dos britnicos Unio Europeia (UE), que esto na justificativa do Brexit, remontam ao fato de que, historicamente, eles nunca abraaram uma identidade europeia. O Brexit representa um duro golpe ao projeto de integrao europeu cujas origens datam do ps Segunda Guerra Mundial. BBC Brasil, junho de 2016. Adaptado. a) Aponte e explique o contexto geopoltico relacionado origem do projeto de integrao europeia. b) Aponte um motivo de ordem econmica e outro de ordem social relacionados ao interesse dos britnicos na sada da UE