Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)Parte do solo da bacia amaznica naturalmente pobre em nutrientes e, consequentemente, pouco apropriada para a agricultura comercial. Por outro lado, em certas pores desse territrio, so encontradas extenses de terra rica em carvo e nutrientes (sob a forma de compostos de fsforo e clcio), os quais no resultaram da decomposio microbiana da vegetao. Esse tipo de solo popularmente chamado de terra preta. Dentre as hipteses a seguir, formuladas para explicar a ocorrncia da terra preta, a mais plausvel seria a da:

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015)Considere a rvore filogentica abaixo. Essa rvore representa a simplificao de uma das hipteses para as relaes evolutivas entre os grupos a que pertencem os animais exemplificados. Os retngulos correspondem a uma ou mais caractersticas que so compartilhadas pelos grupos representados acima de cada um deles na rvore e que no esto presentes nos grupos abaixo deles. A presena de notocorda, de tubo nervoso dorsal, de vrtebras e de ovo amnitico corresponde, respectivamente, aos retngulos

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase) A figura acima mostra parte do teclado de um piano. Os valores das frequncias das notas sucessivas, incluindo os sustenidos, representados pelo smbolo #, obedecem a uma progresso geomtrica crescente da esquerda para a direita; a razo entre as frequncias de duas notas D consecutivas vale 2; a frequncia da nota L do teclado da figura 440 Hz. O comprimento de onda, no ar, da nota Sol indicada na figura prximo de:

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) Uma estudante de Qumica realizou o seguinte experimento: pesou um tubode ensaio vazio, colocou nele um pouco de NaHCO3(s) e pesou novamente. Em seguida,adicionou ao tubo de ensaio excesso de soluo aquosa de HCℓ, o que provocou a reaoqumica representada por NaHCO3(s)+HCℓ(aq) NaCℓ(aq)+ CO2(g)+H2O(ℓ) Aps a reao ter-se completado, a estudante aqueceu o sistema cuidadosamente, at querestasse apenas um slido seco no tubo de ensaio. Deixou o sistema resfriar at a temperaturaambiente e o pesou novamente. A estudante anotou os resultados desse experimento em seucaderno, juntamente com dados obtidos consultando um manual de Qumica: A estudante desejava determinar a massa de I. HCℓ que no reagiu; II. NaCℓque se formou; III. CO2 que se formou. Considerando as anotaes feitas pela estudante, possvel determinar a massa de

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) Solues aquosas de cido clordrico, HCl (aq), e de cido actico, H3CCOOH (aq),ambas de concentrao 0,10 mol/L, apresentam valores de pH iguais a 1,0 e 2,9, respectivamente. Em experimentos separados, volumes iguais de cada uma dessas solues foram titulados com uma soluo aquosa de hidrxido de sdio, NaOH (aq), de concentrao adequada. Nessas titulaes, a soluo de NaOH foi adicionada lentamente ao recipiente contendo a soluo cida, at reao completa. Sejam V1o volume da soluo de NaOH para reao completa com a soluo de HCle V2o volume da soluo de NaOH para reao completa com a soluo de H3CCOOH. A relao entre V1e V2

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015)Considere as figuras a seguir, em que cada esfera representa um tomo. As figuras mais adequadas para representar, respectivamente, uma mistura de compostos moleculares e uma amostra da substncia nitrognio so:

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) O eugenol, extrado de plantas, pode ser transformado em seu ismero isoeugenol, muito utilizado na indstria de perfumes. A transformao pode ser feita em soluo alcolica de KOH. Foram feitos trs experimentos de isomerizao, mesma temperatura, empregando-se massas iguais de eugenol e volumes iguais de solues alcolicas de KOH de diferentes concentraes. O grfico a seguir mostra a porcentagem de converso do eugenol em isoeugenol em funo do tempo, para cada experimento. Experimento Concentrao de KOH (mol/L) I 6,7 II 4,4 III 2,3 Analisando-se o grfico, pode-se concluir corretamente que

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) A Gruta do Lago Azul (MS), uma caverna composta por um lago e vrias salas, em que se encontram espeleotemas de origem carbontica (estalactites e estalagmites), uma importante atrao turstica. O nmero de visitantes, entretanto, controlado, no ultrapassando 300 por dia. Um estudante, ao tentar explicar tal restrio, levantou as seguintes hipteses: I. Os detritos deixados indevidamente pelos visitantes se decompem, liberando metano, que pode oxidar os espeleotemas. II. O aumento da concentrao de gs carbnico que liberado na respirao dos visitantes, e que interage com a gua do ambiente, pode provocar a dissoluo progressiva dos espeleotemas. III. A concentrao de oxignio no ar diminui nos perodos de visita, e essa diminuio seria compensada pela liberao de O2 pelos espeleotemas. O controle do nmero de visitantes, do ponto de vista da Qumica, explicado por

Questão
2015Biologia

(FUVEST - 2015) Abaixo esto listados grupos de organismos clorofilados e caractersticas que os distinguem: I. Traquefitas vaso condutor de seiva. II. Antfitas flor. III. Espermatfitas semente. IV. Embrifitas embrio. V. Talfitas corpo organizado em talo. Considere que cada grupo corresponde a um conjunto e que a interseo entre eles representa o compartilhamento de caractersticas. Sendo P um pinheiro-do-paran (araucria), indique a alternativa em que P est posicionado corretamente, quanto s caractersticas que possui.

Questão
2015Geografia

(FUVEST - 2015 - 2 FASE) Observe o mapa a seguir. a) Aponte, sobre a regio rtica, um interesse geoeconmico, indicando trs pases nele envolvidos. b) Explique a ocorrncia de um impacto ambiental relacionado a uma importante atividade econmica desenvolvida nessa regio.

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase)Para impedir que a presso interna de uma panela de presso ultrapasse um certo valor, em sua tampa h um dispositivo formado por um pino acoplado a um tubo cilndrico, como esquematizado na figura abaixo. Enquanto a fora resultante sobre o pino for dirigida para baixo, a panela est perfeitamente vedada. Considere o dimetro interno do tubo cilndrico igual a 4 mm e a massa do pino igual a 48 g . Na situao em que apenas a fora gravitacional, a presso atmosfrica e a exercida pelos gases na panela atuam no pino, a presso absoluta mxima no interior da panela :

Questão
2015Física

(Fuvest 20151fase)Um trabalhador de massa m est em p, em repouso, sobre uma plataforma de massa M. O conjunto se move, sem atrito, sobre trilhos horizontais e retilneos, com velocidade de mdulo constante v. Num certo instante, o trabalhador comea a caminhar sobre a plataforma e permanece com velocidade de mdulo v, em relao a ela, e com sentido oposto ao do movimento dela em relao aos trilhos. Nessa situao, o mdulo da velocidade da plataforma em relao aos trilhos :

Questão
2015Português

(FUVEST -2015) Alusio de Azevedo, enredo na narrativa, fatores de contextualizao, gerao nacionalista, naturalismo no Brasil, romantismo E Jernimo via e escutava, sentindo ir-se-lhe toda a alma pelos olhos enamorados. Naquela mulata estava o grande mistrio, a sntese das impresses que ele recebeu chegando aqui: ela era a luz ardente do meio-dia; ela era o calor vermelho das sestas da fazenda; era o aroma quente dos trevos e das baunilhas, que o atordoara nas matas brasileiras; era a palmeira virginal e esquiva que se no torce a nenhuma outra planta; era o veneno e era o acar gostoso; era o sapoti mais doce que o mel e era a castanha do caju, que abre feridas com o seu azeite de fogo; ela era a cobra verde e traioeira, a lagarta viscosa, a murioca doida, que esvoaava havia muito tempo em torno do corpo dele, assanhando-lhe os desejos, acordando-lhe as fibras embambecidas pela saudade da terra, picando-lhe as artrias, para lhe cuspir dentro do sangue uma centelha daquele amor setentrional, uma nota daquela msica feita de gemidos de prazer, uma larva daquela nuvem de cantridas que zumbiam em torno da Rita Baiana e espalhavam-se pelo ar numa fosforescncia afrodisaca. Alusio Azevedo, O cortio. O efeito expressivo do texto bem como seu pertencimento ao Naturalismo em literatura baseia-se amplamente no procedimento de explorar de modo intensivo aspectos biolgicos da natureza. Entre esses procedimentos empregados no texto, s NO se encontra a

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015)O 1,4-pentanodiol pode sofrer reao de oxidao em condies controladas, com formao de um aldedo A, mantendo o nmero de tomos de carbono da cadeia. O composto A formado pode, em certas condies, sofrer reao de descarbonizao, isto , cada uma de suas molculas perde CO, formando o composto B. O esquema a seguir representa essa sequncia de reaes. Os produtos A e B dessas reaes so:

Questão
2015Química

(FUVEST - 2015) Amnia e gs carbnico podem reagir formando ureia e gua. O grfico abaixo mostra as massas de ureia e de gua que so produzidas em funo da massa de amnia, considerando as reaes completas. A partir dos dados do grfico e dispondo-se de 270 g de amnia, a massa aproximada, em gramas, de gs carbnico minimamente necessria para reao completa com essa quantidade de amnia

NOVIDADES
Kuadro