Gabarito FUVEST - Provas Anteriores

ITA
IME
ENEM
FUVEST
UNICAMP
UNESP
ESPCEX
AFA
Questão
2011Química

(FUVEST - 2011)Ao abastecer um automvel com gasolina, possvel sentir o odor do combustvel a certa distncia da bomba. Isso significa que, no ar, existem molculas dos componentes da gasolina, que so percebidas pelo olfato. Mesmo havendo, no ar, molculas de combustvel e de oxignio, no h combusto nesse caso. Trs explicaes diferentes foram propostas para isso: I. As molculas dos componentes da gasolina e as do oxignio esto em equilbrio qumico e, por isso, no reagem. II. temperatura ambiente, as molculas dos componentes da gasolina e as do oxignio no tm energia suficiente para iniciar a combusto. III. As molculas dos componentes da gasolina e as do oxignio encontram-se to separadas que no h coliso entre elas. Dentre as explicaes, est correto apenas o que se prope em

Questão
2011MatemáticaQuímica

(FUVEST 2011 - 2 fase)Um automvel consome, em mdia, um litro de gasolina para percorrer, em regio urbana, uma distncia de 10 km. Esse automvel do tipo conhecido como flex, ou seja, pode utilizar, como combustvel, gasolina e/ou lcool, com as propriedades fornecidas na tabela abaixo. Com base nas informaes dadas, determine: a) Os valores das energias e liberadas pela combusto de um litro de gasolina e de um litro de lcool, respectivamente. b) A distncia percorrida, em mdia, pelo automvel com 1 litro de lcool. c) O preo mximo de um litro de lcool, acima do qual no seria conveniente, do ponto de vista financeiro, utilizar esse combustvel, caso o litro de gasolina custasse R$ 2,40. d) O gasto mdio G com combustvel, por quilmetro rodado pelo automvel, em regio urbana, usando exclusivamente lcool, se o litro desse combustvel custar R$ 1,60.

Questão
2011Matemática

(FUVEST - 2011 - 2 fase) Define-se geometricamente a razo urea do seguinte modo: O ponto C da figura abaixo divide o segmento AB na razo urea quando os valores AC/AB e CB/AC so iguais. Esse valor comum chamado razo urea. A razo urea, tambm denominada proporo urea, nmero de ouro ou divina proporo, conquistou a imaginao popular e tema de vrios livros e artigos. Em geral, suas propriedades matemticas esto corretamente enunciadas, mas muitas afirmaes feitas sobre ela na arte, na arquitetura, na literatura e na esttica so falsas ou equivocadas. Infelizmente, essas afirmaes sobre a razo urea foram amplamente divulgadas e adquiriram status de senso comum. Mesmo livros de geometria utilizados no ensino mdio trazem conceitos incorretos sobre ela. Trecho traduzido e adaptado do artigo de G. Markowsky, Misconceptions about the golden ratio, The College Mathematics Journal, 23, 1, january, 1992, pp. 2-19. a) Reescreva o trecho (...) mas muitas afirmaes feitas sobre ela na arte, na arquitetura, na literatura e na esttica so falsas ou equivocadas, substituindo a conjuno que o inicia por embora, com as devidas alteraes. b) O verbo da orao Infelizmente, essas afirmaes sobre a razo urea foram amplamente divulgadas est na voz passiva analtica. Reescreva-a com o verbo na voz passiva sinttica, fazendo as devidas alteraes. c) Na figura presente no espao destinado resposta desta questo, o polgono ADEFG um pentgono regular. Utilize semelhana de tringulos para demonstrar que o ponto C da figura divide o segmento AB na razo urea.

Questão
2011Redação

(FUVEST 2011) Leia o seguinte texto: Era o que ele estudava. A estrutura, quer dizer, a estrutura ele repetia e abria as mos branqussimas ao esboar o gesto redondo. Eu ficava olhando seu gesto impreciso porque uma bolha de sabo mesmo imprecisa, nem slida nem lquida, nem realidade nem sonho. Pelcula e oco. A estrutura da bolha de sabo, compreende? No compreendia. No tinha importncia. Importante era o quintal da minha meninice com seus verdes canudos de mamoeiro, quando cortava os mais tenros que sopravam as bolas maiores, mais perfeitas. Lygia Fagundes Telles, A estrutura da bolha de sabo, 1973. A estrutura da bolha de sabo consequncia das propriedades fsicas e qumicas dos seus componentes. As cores observadas nas bolhas resultam da interferncia que ocorre entre os raios luminosos refletidos em suas superfcies interna e externa. Considere as afirmaes abaixo sobre o incio do conto de Lygia Fagundes Telles e sobre a bolha de sabo: I. O excerto recorre, logo em suas primeiras linhas, a um procedimento de coeso textual em que pronomes pessoais so utilizados antes da apresentao de seus referentes, gerando expectativa na leitura. II. Os principais fatores que permitem a existncia da bolha so a fora de tenso superficial do lquido e a presena do sabo, que reage com as impurezas da gua, formando a sua pelcula visvel. III. A tica geomtrica pode explicar o aparecimento de cores na bolha de sabo, j que esse fenmeno no consequncia da natureza ondulatria da luz. Est correto apenas o que se afirma em

Questão
2011Geografia

(FUVEST - 2011 - 2 fase) Observe os grficos abaixo sobre as exportaes brasileiras. a) Com base no grfico A e em seus conhecimentos, analise e explique as exportaes brasileiras entre 2001 e 2010. b) Compare as exportaes brasileiras para a Amrica Latina/Caribe e para a Unio Europeia (grfico B). Explique as diferenas encontradas.

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Considere 4 frascos, cada um contendo diferentes substncias, a saber: Frasco 1: 100 mL de H2O(l) Frasco 2: 100 mL de soluo aquosa de cido actico de concentrao 0,5 mol/L Frasco 3: 100 mL de soluo aquosa de KOH de concentrao 1,0 mol/L Frasco 4: 100 mL de soluo aquosa de HNO3 de concentrao 1,2 mol/L A cada um desses frascos, adicionaram-se, em experimentos distintos, 100 mL de uma soluo aquosa de HC de concentrao 1,0 moI/L. Medindo-se o pH do lquido contido em cada frasco, antes e depois da adio de HC(aq), pde-se observar aumento do valor do pH somente:

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) As naves espaciais utilizam pilhas de combustvel, alimentadas por oxignio e hidrognio, as quais, alm de fornecerem a energia necessria para a operao das naves, produzem gua, utilizada pelos tripulantes. Essas pilhas usam, como eletrlito, o KOH(aq), de modo que todas as reaes ocorrem em meio alcalino. A troca de eltrons se d na superfcie de um material poroso. Um esquema dessas pilhas, com o material poroso representado na cor cinza, apresentado a seguir. Escrevendo as equaes das semirreaes que ocorrem nessas pilhas de combustvel, verifica-se que, nesse esquema, as setas com as letras a e b indicam, respectivamente, o sentido de movimento dos

Questão
2011Química

(FUVEST -2011) Em um funil de separao, encontram-se, em contato, volumes iguais de duas solues: uma soluo aquosa de I2, de concentrao 0,1*10-3 mol/L, e uma soluo de I2 em CCl4, de concentrao 1,0*10-3 moI/L. Considere que o valor da constante Kc do equilbrio igual a 100, temperatura do experimento, para concentraes expressas em moI/L. Assim sendo, o que correto afirmar a respeito do sistema descrito? I2(aq)⇌ I2(CCl4)

Questão
2011HistóriaGeografia

(FUVEST 2011 - 2 fase) a) Correlacione as informaes contidas nos mapas acima. b) Identifique e explique dois fatores responsveis por mudanas no padro espacial de distribuio da populao brasileira, ocorridas entre 1991 e 2000.

Questão
2011BiologiaQuímica

(FUVEST 2011 - 2 fase) A soluo de azul de bromotimol atua como indicador de pH. Em meio cido, sua cor fica amarela e, em meio bsico, azul. Para valores de pH entre 6 e 7, a soluo fica verde. Considere um aqurio de gua doce, iluminado e montado com peixes e plantas aquticas. Retirouse uma amostra de gua desse aqurio (amostra 1) e a ela adicionou-se soluo de azul de bromotimol (indicador de pH), observando-se a cor verde. a) O aqurio foi mantido, por certo tempo, em ambiente escuro. Nova amostra de gua foi retirada (amostra 2) e, ao se adicionar o indicador de pH, a colorao foi diferente da observada na amostra 1. Explique o que provocou a diferena de pH entre as amostras 1 e 2. b) A adio excessiva de rao para peixes levou ao aumento da populao de decompositores no aqurio. Que colorao esperada ao se adicionar o indicador de pH a uma amostra de gua do aqurio (amostra 3)? Justifique sua resposta.

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Os confeitos de chocolate de determinada marca so apresentados em seis cores. Com eles, foi feito o seguinte experimento, destinado a separar os corantes utilizados em sua fabricao: Confeitos de cada uma das seis diferentes cores foram umedecidos com gua e pressionados contra uma folha de papel especial, de modo a deixar amostras dos corantes em pontos igualmente espaados, sempre a 2 cm da base da folha. A seguir, a folha foi colocada em um recipiente com gua, de forma a mergulhar somente a base da folha de papel na gua, sem que o lquido tocasse os pontos coloridos. Aps algum tempo, quando a gua havia atingido o topo da folha, observou-se a formao de manchas de diferentes cores, aqui simbolizadas por diferentes formas e tamanhos: Os confeitos em cuja fabricao empregado um corante amarelo so os de cor

Questão
2011Geografia

(FUVEST - 2011 - 2 fase) A maior integrao da Amaznia Legal economia brasileira est baseada na estruturao de um sistema de circulao, envolvendo, principalmente, hidrovias e rodovias, conforme esquema abaixo. Com base nesse esquema e em seus conhecimentos, identifique o eixo a) hidrovirio A e analise sua relao com os mercados interno e externo. b) rodovirio B e analise a polmica em torno da pavimentao dessa rodovia, considerando um impacto ambiental e um social.

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Um slido branco apresenta as seguintes propriedades: I. solvel em gua. II. Sua soluo aquosa condutora de corrente eltrica. III. Quando puro, o slido no conduz corrente eltrica. IV. Quando fundido, o lquido puro resultante no conduz corrente eltrica. Considerando essas informaes, o slido em questo pode ser:

Questão
2011Química

(FUVEST - 2011) Para identificar quatro solues aquosas, A, B, C e D, que podem ser solues de hidrxido de sdio, sulfato de potssio, cido sulfrico e cloreto de brio, no necessariamente nessa ordem, foram efetuados trs ensaios, descritos a seguir, com as respectivas observaes. I. A adio de algumas gotas de fenolftalena a amostras de cada soluo fez com que apenas a amostra de B se tornasse rosada. II. A soluo rosada, obtida no ensaio I, tornou-se incolor pela adio de amostra de A. III. Amostras de A e C produziram precipitados brancos quando misturadas, em separado, com amostras de D. Com base nessas observaes e sabendo que sulfatos de metais alcalino-terrosos so pouco solveis em gua, pode-se concluir que A, B, C e D so, respectivamente, solues aquosas de

Questão
2011HistóriaGeografia

(FUVEST 2011 - 2 fase) O processo de formao de cidades brasileiras esteve associado, entre outras situaes, existncia de aldeamento indgena, estao de sade, arraial de minerao, capela, forte, assentamento de imigrantes, rota de tropeiros ou, ainda, construo de cidades planejadas. Com base no mapa e em seus conhecimentos: a) Preencha, no quadro presente na folha de respostas, a legenda correta para o mapa acima. b) Identifique e explique duas razes para a construo de Braslia, capital do pas, que uma cidade planejada.

NOVIDADES
Kuadro